Maduro aparece 13 vezes no cartão das "eleições" presidenciais Maduro aparece 13 vezes no cartão das "eleições" presidenciais
O Antagonista

Maduro aparece 13 vezes no cartão das “eleições” presidenciais

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 09.04.2024 09:03 comentários
Mundo

Maduro aparece 13 vezes no cartão das “eleições” presidenciais

Nenhuma mulher aparece entre as opções, uma vez que todo o processo foi bloqueado para a líder política María Corina Machado registrar a sua candidatura às "eleições", bem como a sua aliada Corina Yoris.

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 09.04.2024 09:03 comentários 0
Maduro aparece 13 vezes no cartão das “eleições” presidenciais
Reprodução

Maduro aparece treze vezes no cartão eleitoral e ocupa toda a primeira linha do cartão que aparecerá na tela da urna eletrônica nas “eleições presidenciais” de 28 de julho na Venezuela.

Nenhuma mulher aparece entre as opções, uma vez que todo o processo foi bloqueado para a líder política María Corina Machado registrar a sua candidatura às “eleições”, bem como a sua aliada Corina Yoris.

No meio da segunda linha aparece o nome de Edmundo González, que registrou sua candidatura para sustentar algum nome do cartão da Unidade antes que expirasse o prazo para substituição.

O cartão destas eleições de 2024 reflete anos de aniquilação e expropriação de partidos políticos, entregues após processos eleitorais falhos a falsos opositores que negociam com o regime e que são conhecidos como políticos “escorpião”. No cartão, Nicolás Maduro aparece 13 vezes.

Venezuelanos no exterior denunciaram graves problemas no cadastro eleitoral. A ONG Grande Acordo Venezuela assegura que, dos 600 mil venezuelanos em Bogotá, só permitiram o registro de 53.

A manobra farsesca de Nicolás Maduro

Para Oliver Stuenkel, analista político e professor de Relações Internacionais da FGV-SP, “eleições é termo inadequado para descrever manobra farsesca de Nicolás Maduro”

Em artigo publicado no Estadão, Stuenkel faz analogia entre o teatro eleitoral de Maduro e de Putin explicando que “Não por acaso, vários jornais alemães usaram a palavra Scheinwahl (eleição simulada) para descrever o recente pleito na Rússia. A revista alemã Der Spiegel, por exemplo, optou pelo termo Pseudobestätitung (pseudo-confirmação), e diversas outras publicações colocaram aspas tanto em vocábulos como ´eleições´ quanto ´resultado´ quando o assunto era a recondução de Vladimir Putin ao poder. O político grego Theodoros Rousopoulos optou, em recente comunicado, pela expressão so-called elections (as chamadas eleições) para descrever a votação russa”.

Para o cientista político, portanto, “da mesma forma, por falta de termos mais adequados, o uso de aspas na hora de se referir às ´eleições´ venezuelanas pode ser uma forma de lembrar os leitores de que o pleito no país vizinho não tem significado literal.

Por que um líder autoritário se dá o trabalho de forjar “eleições”?

Além de conferir algum verniz de legitimidade ao mandatário autoritário, explica ainda Stuenkel, o falso pleito facilita o monitoramento da oposição que, mesmo sabendo que tem ínfimas chances de vencer se organiza para disputar. Outro ponto é a divisão da oposição ao longo do processo:

Eleições não livres geralmente ajudam a dividir a oposição, como Maduro demonstrou magistralmente nas últimas semanas: ao longo do processo eleitoral, barrou um número crescente de candidatos (geralmente os mais populares) enquanto permitiu a participação de opositores menos conhecidos, corroendo assim a união entre seus adversários políticos. Embora o governo tenha impedido a participação de Maria Corina Machado – que venceria Maduro com facilidade se as eleições fossem inteiramente livres –, deu luz verde à participação de Manuel Rosales visto com desconfiança por vários rivais do mandatário venezuelano por ser uma espécie de ´opositor Potemkin´, que não tem intenções reais de confrontar o chavismo. O resultado é uma oposição fragmentada, cujas chances de vencer Maduro caem de forma dramática”.

Brasil

Funcionário corta a energia de morador e para no hospital após agressão

19.06.2024 20:10 2 minutos de leitura
Visualizar

Supermercado em Porto Alegre é multado por vender produtos danificados pela enchente

Visualizar

Naldo Benny conta como trouxe Miley Cyrus pro Brasil

Visualizar

Vídeo: Paciente sedada é estuprada em clínica psiquiátrica

Visualizar

Jovem médica morre em acidente assustador em Campo Grande

Visualizar

Flamengo fecha novo patrocínio milionário

Visualizar

Tags relacionadas

ditadura venezuelana María Corina Machado Nicolás Maduro
< Notícia Anterior

Operação Nova Aliança: Impacto devastador contra a maconha no Paraguai

09.04.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Concurso Público PE atrai 100 Mil: Recife no foco de oportunidades em instituições nacionais

09.04.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

O Antagonista é um dos principais sites jornalísticos de informação e análise sobre política do Brasil. Sua equipe é composta por jornalistas profissionais, empenhados na divulgação de fatos de interesse público devidamente verificados e no combate às fake news.

Suas redes

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

The Boys: criador da série diz que final será diferente das revistas

The Boys: criador da série diz que final será diferente das revistas

19.06.2024 19:22 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
RBD em chamas: turnê Soy Rebelde revela tensão entre Anahí e Christian Chávez

RBD em chamas: turnê Soy Rebelde revela tensão entre Anahí e Christian Chávez

19.06.2024 18:50 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
"Modern Family" se encontra para nova produção após 4 anos do fim da série

"Modern Family" se encontra para nova produção após 4 anos do fim da série

19.06.2024 18:49 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Documentário sobre Taylor Swift vs Scooter Braun ganha data de estreia na Max.

Documentário sobre Taylor Swift vs Scooter Braun ganha data de estreia na Max.

19.06.2024 18:15 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.