O Antagonista

Macron volta a falar sobre envio de tropas terrestres à Ucrânia

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 02.05.2024 08:56 comentários
Mundo

Macron volta a falar sobre envio de tropas terrestres à Ucrânia

“Como disse, não excluo nada, porque temos diante de nós alguém que não exclui nada. Estivemos muito hesitantes formulando os limites da nossa ação a alguém que já não os tem e que é o agressor”, declarou o presidente francês, em entrevista ao The Economist

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 02.05.2024 08:56 comentários 0
Macron volta a falar sobre envio de tropas terrestres à Ucrânia
foto: Soasig de la Moissonnière

Em entrevista ao The Economist, publicada nessa quinta-feira, 2 de maio, o presidente francês Emmanuel Macron aventou, mais uma vez, a possibilidade de enviar tropas terrestres no caso de um avanço russo:

Se os russos ultrapassassem as linhas da frente, se houvesse um pedido ucraniano – o que não é o caso hoje – deveríamos legitimamente colocar-nos a questão”, disse o presidente francês ao jornal britânico. “Descartar isso a priori é não aprender as lições dos últimos dois anos”, quando os países da Otan inicialmente descartaram o envio de tanques e aviões para a Ucrânia antes de finalmente mudarem de ideias, acrescentou.

O chefe de Estado francês criou polêmica no final de fevereiro ao afirmar que o envio de tropas ocidentais para solo ucraniano não deveria “ser excluído” no futuro. Explicou que queria restaurar a “ambiguidade estratégica” na resposta europeia à invasão russa da Ucrânia. A maioria dos países europeus, bem como os Estados Unidos, no entanto, distanciaram-se claramente das suas observações, mesmo que alguns tenham desde então dado um passo na sua direção.

Como disse, não excluo nada, porque temos diante de nós alguém que não exclui nada”, reafirmou no The Economist em referência ao presidente russo, Vladimir Putin. “Estivemos sem dúvida demasiado hesitantes em formular os limites da nossa ação a alguém que já não os tem e que é o agressor”, continuou.

Tenho um objetivo estratégico claro: a Rússia não pode vencer na Ucrânia. Se a Rússia vencer na Ucrânia, não teremos mais segurança na Europa. Quem pode dizer que a Rússia irá parar por aí? Que segurança para outros países vizinhos, Moldávia, Romênia, Polônia, Lituânia e muitos outros? E além disso, que credibilidade para os europeus que teriam gasto bilhões, que teriam dito que era a sobrevivência do continente que estava em jogo, mas não se teriam dotado dos meios para deter a Rússia? Então sim, não devemos excluir nada”, insistiu.

Mais Lidas

1

"O melhor antídoto para a ideologia 'woke' é conhecer a verdade"

Visualizar notícia
2

Lula aplaudirá banho de sangue prometido por Maduro, diz Mourão

Visualizar notícia
3

Crusoé: Os crimes da areia

Visualizar notícia
4

Israel intercepta míssil lançado pelos Houthis no Iêmen

Visualizar notícia
5

Bolsonaro teve 6 encontros com suposto informante da Receita

Visualizar notícia
6

Crescem indícios de que chefe militar do Hamas foi morto, dizem FDI

Visualizar notícia
7

Correspondentes estrangeiros condenam ameaças de Maduro

Visualizar notícia
8

Lulopetismo faz do Brasil um anão diplomático cada vez menor

Visualizar notícia
9

Pesquisas dão vantagem a Trump sobre Biden

Visualizar notícia
10

Campanha de Trump já se prepara para Kamala Harris

Visualizar notícia

Tags relacionadas

Emmanuel Macron guerra na Rússia guerra na Ucrânia
< Notícia Anterior

EUA pede que China e Rússia não utilizem IA para controlar armas nucleares

02.05.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Tragédia na China: Colapso de rodovia soma 48 mortos

02.05.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

O Antagonista é um dos principais sites jornalísticos de informação e análise sobre política do Brasil. Sua equipe é composta por jornalistas profissionais, empenhados na divulgação de fatos de interesse público devidamente verificados e no combate às fake news.

Suas redes

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Entenda o que é o efeito La Niña

Entenda o que é o efeito La Niña

21.07.2024 14:00 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Home office pode ser banido de empresas pelo presencial

Home office pode ser banido de empresas pelo presencial

21.07.2024 13:45 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Serviço Secreto admite ter rejeitado pedidos de Trump por mais segurança

Serviço Secreto admite ter rejeitado pedidos de Trump por mais segurança

21.07.2024 13:42 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Dívida do Reino Unido atinge níveis recordes

Dívida do Reino Unido atinge níveis recordes

21.07.2024 13:25 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.