Macron ajusta planos: “Deixe a França continuar a ser França” Macron ajusta planos: “Deixe a França continuar a ser França”
O Antagonista

Macron ajusta planos: “Deixe a França continuar a ser França”

avatar
Redação O Antagonista
4 minutos de leitura 17.01.2024 09:37 comentários
Mundo

Macron ajusta planos: “Deixe a França continuar a ser França”

Em grande conferência de imprensa, transmitida a partir do salão comunitário do Eliseu, Macron respondeu às perguntas dos cerca de 250 jornalistas presentes e apresentou as novas diretrizes do seu mandato.

avatar
Redação O Antagonista
4 minutos de leitura 17.01.2024 09:37 comentários 0
Macron ajusta planos: “Deixe a França continuar a ser França”
Reprodução/Instagram

Após grande reviravolta governamental, o presidente da França, Emmanuel Macron, relançou seu plano de governo. Em grande conferência de imprensa, transmitida a partir do salão comunitário do Eliseu, na terça-feira, 16 de janeiro, Macron respondeu às perguntas dos cerca de 250 jornalistas presentes e traçou as novas diretrizes do seu mandato.

O mote da sua apresentação foi “tornar a França mais forte e mais justa”. O Presidente da República iniciou a conferência de imprensa com uma “declaração introdutória” de cerca de trinta minutos para “dizer ao país de onde viemos e para onde vamos.”

Ousadia, ação e eficiência”


Uma semana depois da nomeação de Gabriel Attal como Primeiro Ministro, Emmanuel Macron justificou a nova equipe, “a mais jovem da história da Quinta República”, pela “era de crise” que a França e o mundo conhecem e pela consequente necessidade de seguir três diretrizes “Ousadia, ação e eficiência”.

Segundo Macron, o futuro das próximas gerações será decidido nos próximos anos. É por isso que “democratas, ambientalistas e republicanos estão se unindo para agir”. Essa ação, segundo Macron, tem um sentido fundamental: “Deixe a França continuar a ser França” e deixe-a permanecer o país do “senso comum, da resistência e do esclarecimento”.

Fiel ao mantra dos últimos meses, Emmanuel Macron defendeu a “ordem”, além do controle fronteiriço e da presença policial, duas das suas prioridades.

Educação: “Allons enfants de la Patrie”

O Chefe de Estado pretende generalizar o uso de uniforme nas escolas públicas a partir de 2026. Em 2024, será realizada uma experiência com o uniforme em cerca de uma centena de estabelecimentos.

O teatro será uma “obrigação” no ensino médio desde o início do ano letivo e a história da arte ocupará “seu lugar completo” no ensino fundamental e médio. O ensino da educação cívica também será duplicado a partir do quinto ano. O presidente disse ainda ser “totalmente a favor da aprendizagem da Marselhesa na escola primária”.

Macron rejeitou qualquer “conflito” entre escolas públicas e privadas e lembrou que foi pessoalmente “filho das duas escolas”: “Fui para a (escola) secular e para a particular conveniada, vi lá professores comprometidos a quem devo muito”, insistiu o presidente. “A República é forte em todos esses sistemas. O que é preciso é comprometer todos com as mesmas exigências.”

Aumentar a natalidade

Emmanuel Macron anunciou uma nova “licença de nascimento” com duração de seis meses que substituirá a atual “licença parental” e chegou a falar em um grande plano de luta pelo “rearmamento demográfico”

Meritocracia e redução de impostos

O Presidente da República considerou que “
o esforço e o mérito não são suficientemente reconhecidosna França, particularmente dentro daquilo que chamou de “uma França do ponto cego”, “popular”, a das “classes médias”. Ele deu “um mandato ao governo” para realizar “um trabalho ardente” para “reconhecer” os esforços destes franceses, permitindo-lhes “ganhar (sua) vida melhor através do trabalho” graças a uma “adaptação de medidas sociais e fiscais ” .

Relativamente aos funcionários públicos, Emmanuel Macron confirmou que uma lei introduzirá a remuneração baseada no mérito “nas próximas semanas”.

O Chefe de Estado reiterou também a intenção de reduzir os impostos em 2 mil milhões de euros para as classes médias. A redução ocorrerá a partir de 2025.

O partido de Le Pen


O Presidente da República proferiu palavras duras contra o partido Rassemblement National (RN). “É o partido do empobrecimento colectivo, o partido da mentira, o partido que continua a explicar-vos coisas impossíveis a nível econômico e social”, afirmou, Macron, lamentando que o RN estivesse, apesar de tudo, “no topo das sondagens.”

Homenagem às vítimas francesas do Hamas

O Presidente da República recordou que os crimes cometidos pelo Hamas em Israel no dia 7 de outubro constituíram o atentado que causou mais vítimas francesas desde o atentado de Nice, em 2016.

Ele anunciou que será prestada uma homenagem às vítimas francesas do Hamas em 7 de fevereiro. Esta homenagem, da qual participará, terá lugar em frente ao monumento às vítimas do terrorismo localizado na Esplanade des Invalides, em Paris.

Novas armas para a Ucrânia

Emmanuel Macron anunciou que viajará à Ucrânia em fevereiro para finalizar um acordo bilateral de garantia de segurança e que a França entregará 40 novos mísseis de longo alcance e “centenas de bombas” ao país em guerra com a Rússia há quase dois anos.

Esportes

Onde assistir Fluminense x Alianza Lima: confira detalhes da partida

29.05.2024 14:30 2 minutos de leitura
Visualizar

Zubeldía pode deixar o São Paulo rumo a seleção argentina

Visualizar

Daniel Alves consegue primeiro cliente em sua nova empresa

Visualizar

Pessoa morre sugada por turbina de avião em Amsterdã

Visualizar

Flamengo negocia com Thiago Alcântara, ex-Liverpool

Visualizar

Crusoé: Toffoli, o ministro mais mal avaliado do STF

Visualizar

Tags relacionadas

Emannuel Macron França
< Notícia Anterior

Cavalo quase é atropelado por trem no Espírito Santo

17.01.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Coreia do Sul impõe sanções ao programa de mísseis da Coreia do Norte

17.01.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

O Antagonista é um dos principais sites jornalísticos de informação e análise sobre política do Brasil. Sua equipe é composta por jornalistas profissionais, empenhados na divulgação de fatos de interesse público devidamente verificados e no combate às fake news.

Suas redes

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Pessoa morre sugada por turbina de avião em Amsterdã

Pessoa morre sugada por turbina de avião em Amsterdã

29.05.2024 13:32 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Crusoé: Itamaraty "saúda" países europeus por reconhecimento do Estado palestino

Crusoé: Itamaraty "saúda" países europeus por reconhecimento do Estado palestino

29.05.2024 12:31 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Relatório detalha turbulência severa em voo para Singapura

Relatório detalha turbulência severa em voo para Singapura

29.05.2024 12:25 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
A "Diplomacia do Panda" chinesa tem EUA como novo alvo

A "Diplomacia do Panda" chinesa tem EUA como novo alvo

29.05.2024 12:22 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.