O Antagonista

Israel liberta reféns em ação ousada e promete “nunca desistir”

avatar
Alexandre Borges
5 minutos de leitura 12.02.2024 07:45 comentários
Mundo

Israel liberta reféns em ação ousada e promete “nunca desistir”

Israel celebra o resgate ousado de dois reféns em Gaza durante a madrugada desta segunda-feira, 12

avatar
Alexandre Borges
5 minutos de leitura 12.02.2024 07:45 comentários 0
Israel liberta reféns em ação ousada e promete “nunca desistir”
Fernando Simon Marman, 61, Norberto Louis Har, 70

Fernando Simon Marman, 61 anos, e Norberto Louis Har, 70, foram resgatados em uma operação ousada em Rafah, a cidade ao sul de Gaza, marcando o segundo resgate bem-sucedido de reféns mantidos pelo Hamas.

O primeiro-ministro Benjamin Netanyahu repetiu suas promessas de alcançar uma vitória completa em um breve comunicado comemorando o resgate dos dois homens. “Fernando e Louis – bem-vindos de volta para casa. Eu saúdo nossos bravos guerreiros pela ação ousada que levou à libertação deles,” escreveu ele. “Somente a continuação da pressão militar, até a vitória completa, resultará na libertação de todos os nossos sequestrados.”

“Nunca desistiremos deles

“Não perderemos nenhuma oportunidade de trazê-los para casa,” ele acrescentou. Israel “nunca desistirá” dos reféns, prometeu o ministro do gabinete de guerra Benny Gantz, ao receber a notícia da operação de resgate bem-sucedida. “Nunca desistiremos deles. As FDIs, o Shin Bet e as forças especiais da polícia agiram com precisão e coragem,” escreveu no X.

“Invoquei o intelectual judeu medieval Maimônides,” disse o presidente Isaac Herzog, acolhendo calorosamente os reféns libertados, dizendo “não há maior mitzvah do que o resgate de cativos.”

“Eu saúdo todos que trouxeram Fernando e Louis para casa em uma operação de resgate ousada. Continuaremos a agir de todas as formas para retornar todos os reféns para suas casas,” Herzog adicionou, ecoando Gantz.

“Operação heroica”

O ministro da segurança nacional, Itamar Ben Gvir, focou em operações de resgate adicionais no futuro ao parabenizar as forças especiais israelenses por sua participação na “operação heroica”.

“Esta manhã, todos nós estamos eufóricos ao lado das famílias cujos entes queridos retornaram. Temos esperança de que poderemos retornar o restante dos sequestrados também,” escreveu no X.

“É uma manhã muito tocante e revigorante — quanto mais avançarmos militarmente, mais poderemos trazer reféns para casa. Este é o caminho a seguir,” acrescentou, referindo-se à sua oposição a fazer concessões ao Hamas pela libertação dos reféns restantes.

“Nazistas no Hamas”

Aliado de Ben Gvir, o ministro das finanças Bezalel Smotrich ecoou o mesmo sentimento ao pedir “vitória sobre os nazistas no Hamas” em uma postagem nas redes sociais.

“Continuaremos a apertar o pescoço do Hamas até a vitória e até sua destruição. Só assim traremos mais e mais do nosso povo para casa e só assim restauraremos a segurança para todos os cidadãos de Israel,” ele escreveu.

“Louis e Fernando, bem-vindos de volta, estávamos esperando por vocês! Que ouçamos mais boas notícias como esta!”, concluiu.

Do outro lado do espectro político, o Líder da Oposição Yair Lapid, que tem sido um defensor de um segundo acordo de libertação de reféns, festejou o retorno dos dois homens, observando que “a missão de retornar os sequestrados é uma missão nacional, e precisamos agir em todas as frentes até que todos retornem para casa.”

“É uma manhã com um pouco de luz, em meio à dor e dificuldade,” Atid acrescentou.

Acredita-se que 130 reféns sequestrados pelo Hamas durante o ataque terrorista de 7 de outubro permanecessem em Gaza — nem todos vivos — após o resgate de Marman e Har. Cento e cinco civis foram libertados do cativeiro do Hamas durante uma trégua de uma semana no final de novembro, e quatro reféns foram libertados antes disso.

Corpos recuperados

A única operação de resgate bem-sucedida anterior a essa foi realizada no final de outubro e trouxe de volta o soldado Ori Megidish. Os corpos de 11 reféns também foram recuperados, incluindo três mortos por engano.

As FDIs confirmaram as mortes de 29 dos ainda mantidos pelo Hamas, citando novas informações de inteligência e descobertas obtidas por tropas operando em Gaza. Mais uma pessoa foi listada como desaparecida desde 7 de outubro, e seu destino ainda é desconhecido.

Hamas também está mantendo os corpos dos soldados assassinados Oron Shaul e Hadar Goldin desde 2014, bem como dois civis israelenses, Avera Mengistu e Hisham al-Sayed, que se acredita estarem vivos após entrarem em Gaza por conta própria em 2014 e 2015, respectivamente.

Indicando a urgência sentida pelas famílias daqueles ainda mantidos em Gaza, o Fórum de Famílias de Reféns e Desaparecidos acolheu a operação de resgate e pediu ao governo para “esgotar todas as opções” para a libertação das outras 134 pessoas.

“Aplaudimos os soldados das FDI que demonstraram força e bravura para garantir a libertação dos dois reféns, e desejamos que todos eles retornem para casa com segurança e rapidez,” disse o fórum em um comunicado.

“O tempo está se esgotando para os reféns restantes mantidos em cativeiro pelo Hamas. Suas vidas estão em risco a cada momento que passa. O governo israelense deve esgotar todas as opções na mesa para libertá-los,” acrescentou o comunicado.

O presidente argentino Javier Milei comemorou o retorno dos dois homens, ambos imigrantes para Israel da Argentina. “O presidente agradece às Forças de Defesa de Israel”, disse.

Brasil

Aumento nos casos de covid-19 gera alerta no Brasil

29.02.2024 19:14 4 minutos de leitura
Visualizar

Beach tennis é motivo de folga no Tribunal de Justiça de Sergipe

Visualizar

Confira a classificação geral do Paulistão 2024 na 10° rodada

Visualizar

União sai fortalecido para as eleições, diz Efraim

Júlia Schiaffarino Visualizar

Candidato de Dino em São Luís terá apoio do PT e do PL de Bolsonaro

Wesley Oliveira Visualizar

Incrível arrancada da Inter de Milão! Quebra de recorde de vitórias no futebol italiano!

Visualizar

Tags relacionadas

Hamas Israel
< Notícia Anterior

Banda 'Oh Polêmico' é notificada pelo MPBA por suposta fala homofóbica em desfile ao vivo

12.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Ataque armado com criança baleada em igreja do Texas deixa comunidade consternada

12.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Alexandre Borges

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

EUA refutam preparação nuclear da Rússia frente a ameaças de Putin

EUA refutam preparação nuclear da Rússia frente a ameaças de Putin

29.02.2024 18:24 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Crusoé: ex-líder catalão é alvo no Supremo da Espanha por terrorismo

Crusoé: ex-líder catalão é alvo no Supremo da Espanha por terrorismo

29.02.2024 17:22 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Protesto violento na UC Berkeley interrompe evento judaico

Protesto violento na UC Berkeley interrompe evento judaico

Alexandre Borges
29.02.2024 17:17 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Israel divulga vídeo de recuo de tanques “para evitar danos”

Israel divulga vídeo de recuo de tanques “para evitar danos”

29.02.2024 16:49 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.