Kim Jong Un realiza mais testes militares, tensões aumentam Kim Jong Un realiza mais testes militares, tensões aumentam
O Antagonista

Kim Jong Un realiza mais testes militares, tensões aumentam

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 10.05.2024 20:16 comentários
Mundo

Kim Jong Un realiza mais testes militares, tensões aumentam

Em nova manobra que causou tensão no mundo inteiro, Kim Jong Un, líder da Coreia do Norte, fez novo desfile militar.

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 10.05.2024 20:16 comentários 1
Kim Jong Un realiza mais testes militares, tensões aumentam
Fonte: REUTERS

O líder norte-coreano Kim Jong Un, em uma recente visita ao Ministério da Defesa Nacional, comemorou o 76º aniversário da fundação do Exército Popular da Coreia. A visita ocorrida em Pyongyang foi destacada pela agência estatal de notícias KCNA no dia 9 de fevereiro de 2024. A presença do líder incluiu a inspeção de sistemas de armas de artilharia e observação de testes de disparo, como reportou a KCNA.

O que significa a inspeção de Kim nas novas armas de artilharia?

Segundo relatos, Kim Jong Un inspecionou pessoalmente o sistema atualizado de lançadores múltiplos de foguetes de 240 mm. O líder norte-coreano assistiu ao teste de disparo de granadas controláveis produzidas por diferentes empresas industriais de defesa nacional. A atualização desses sistemas sugere não apenas avanços técnicos, mas também uma direção estratégica mais ágil e concentrada das forças armadas do país.

Implementação e Impacto nos Próximos Anos

A KCNA declarou que os lançadores de foguetes atualizados, que possuem um sistema de controle de disparo automático combinado e destacam-se pela alta mobilidade e concentração de fogo, serão implementados nas unidades do Exército Popular da Coreia entre 2024 e 2026. Este desenvolvimento representa uma mudança significativa e visa aumentar a capacidade de combate da artilharia norte-coreana no futuro próximo.

Qual é o contexto internacional dessa demonstração de poder militar?

A exibição de novas capacidades militares por parte da Coreia do Norte ocorre em um contexto de tensões geopolíticas elevadas na região. Sua independência em termos de defesa e a demonstração de poderio militar podem ser interpretadas como uma mensagem direta a nações rivais, além de sinalizar internamente uma postura de força e resiliência perante os cidadãos norte-coreanos.

Implicações Globais e Reações Internacionais

Enquanto Kim Jong Un fortalece suas forças armadas, a comunidade internacional observa cautelosamente. A modernização do arsenal norte-coreano tem implicações significativas para a segurança regional e global, provocando reações que vão desde o reforço de alianças militares adversárias até apelos por diálogo e diminuição de tensões. A capacidade de resposta das leis internacionais e as políticas de países vizinhos também serão testadas diante desses avanços.

Conclusão

A visita de Kim Jong Un ao Ministério da Defesa e o foco nos sistemas de artilharia destacam uma política de defesa em constante evolução. Com a implementação prevista dos lançadores múltiplos de foguetes e o aumento das capacidades de combate, a Coreia do Norte parece persistir em seu caminho de independência e fortalecimento militar. Este cenário exige uma observação rigorosa e continuada por parte das nações globais sobre os desenvolvimentos futuros na península coreana.

Mundo

Turista é feita “refém” em hospital turco por não pagar a conta

28.05.2024 22:43 3 minutos de leitura
Visualizar

Luciano Camargo confirma nova fase gospel e revela motivo

Visualizar

Câmara aprova 'PL das blusinhas da Shein' e taxa importados de até US$ 50 em 20%

Visualizar

Série baseada no filme Cidade de Deus estreia em agosto

Visualizar

Até Maria do Rosário e Tabata votaram contra Lula por fim das saidinhas

Visualizar

Acabou a festa das blusinhas e das "bugigangas"

Carlos Graieb Visualizar

Tags relacionadas

Kim Jong-un
< Notícia Anterior

EUA libera $200M para combater gripe aviária

10.05.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

China persegue navio dos EUA no Mar do Sul e emite alerta

10.05.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (1)

Marcelo Augusto Monteiro Ferraz

2024-05-10 22:49:33

Esse doente acha que governar é se limitar a fazer bravatas e ameaças ao Ocidente, armar o país, visitar instalações militares e ostentar poderio bélico, mesmo às custas de matar a população de fome!


Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Turista é feita “refém” em hospital turco por não pagar a conta

Turista é feita “refém” em hospital turco por não pagar a conta

28.05.2024 22:43 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Nvidia atinge quase U$ 3 trilhões em valor de mercado e cola na Apple

Nvidia atinge quase U$ 3 trilhões em valor de mercado e cola na Apple

28.05.2024 21:02 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Crusoé: O que Robert De Niro não sabe sobre Trump

Crusoé: O que Robert De Niro não sabe sobre Trump

28.05.2024 20:55 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Nubank é o banco mais valioso da América Latina

Nubank é o banco mais valioso da América Latina

28.05.2024 20:29 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.