O Antagonista

Furacão Beryl vira depressão tropical: Veja os estragos

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 09.07.2024 07:51 comentários
Mundo

Furacão Beryl vira depressão tropical: Veja os estragos

A tempestade Beryl já deixou mais de 2,5 milhões de residências sem energia elétrica. Saiba mais sobre os estragos e fatalidades.

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 09.07.2024 07:51 comentários 0
Furacão Beryl vira depressão tropical: Veja os estragos
Mark Felix/AFP

A recente tempestade Beryl, que antes atingia como um furacão, perdeu sua intensidade e foi rebaixada para uma depressão tropical, de acordo com o Centro Nacional de Furacões (NHC) dos Estados Unidos. A tempestade, que estava localizada a apenas 48 quilômetros de Tyler, no Texas, possui agora ventos máximos de 55 quilômetros por hora.

Os impactos causados por Beryl foram consideráveis, com a registrada perda de energia elétrica em aproximadamente 2,5 milhões de residências. As áreas mais afetadas concentram-se em torno de Houston. A evolução climática do fenômeno é acompanhada de perto pelas autoridades, que preveem a transformação do mesmo em um ciclone pós-tropical até o início da próxima semana.

Impacto do Beryl: Um Balanço dos Estragos e Fatalidades

O impacto da tempestade foi severo, principalmente no Texas e na Luisiana. Relatos indicam que pelo menos quatro indivíduos perderam suas vidas em decorrência dos severos eventos climáticos no Texas, com duas vítimas fatais atingidas por árvores derrubadas pela força dos ventos. Além disso, uma pessoa morreu na Luisiana, também vítima de uma árvore que atingiu sua residência.

Quais São as Previsões Futuras para Beryl?

O NHC monitora a trajetória de Beryl e providencia atualizações constantes sobre o potencial enfraquecimento da tempestade. Espera-se que Beryl perca mais força nas próximas 48 horas, culminando na sua classificação como ciclone pós-tropical. Especialistas reiteram que, apesar da diminuição da intensidade, a vigilância deve ser mantida nas áreas afetadas.

Consequências e Medidas de Prevenção

A temporada de furacões deste ano já começa a demonstrar sua potencialidade através do Beryl, sendo este o primeiro grande evento climático a atingir os Estados Unidos. Além das fatalidades, o impacto na infraestrutura é extenso, evidenciado pelo significativo número de residências sem energia elétrica.

Diante deste cenário, autoridades locais e nacionais intensificam suas ações de preparação e resposta a desastres. Recomenda-se que a população mantenha-se informada através dos canais oficiais e adote medidas de segurança como a preparação de kits de emergência e a revisão dos planos de evacuação familiar.

Este episódio serve como um lembrete da força da natureza e da importância de estar sempre preparado para os imprevistos. O Beryl, embora enfraquecido, ressalta a necessidade de vigilância contínua e de investimentos em sistemas de alerta e prevenção mais eficientes.

Mais Lidas

1

Foi para isso que Boulos salvou Janones da rachadinha?

Visualizar notícia
2

Atentado a Trump: os ataques cretinos e as críticas legítimas à imprensa

Visualizar notícia
3

Homem morto em comício de Trump protegeu família de tiros

Visualizar notícia
4

Israel confirma morte de comandante do Hamas

Visualizar notícia
5

Atirador que tentou matar Trump tinha material explosivo em carro

Visualizar notícia
6

Bolsonaro: “Somente pessoas conservadoras sofrem atentado”

Visualizar notícia
7

Melania Trump descreve atirador como “monstro” e pede união

Visualizar notícia
8

Barroso, após atentado a Trump: “Violência é derrota de espírito”

Visualizar notícia
9

Biden anuncia investigação independente de atentado contra Trump

Visualizar notícia
10

Atirador que tentou matar Trump trabalhava em casa de repouso

Visualizar notícia

Tags relacionadas

depressão tropical EUA furacão beryl
< Notícia Anterior

Casa Branca nega Parkinson, mas enrola sobre visitas de médico a Biden

09.07.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Governo Lula condena ataque a hospital infantil, mas omite Rússia

09.07.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Atirador que tentou matar Trump trabalhava em casa de repouso

Atirador que tentou matar Trump trabalhava em casa de repouso

14.07.2024 16:51 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Finlândia aprova lei que restringe acesso de imigrantes da Rússia

Finlândia aprova lei que restringe acesso de imigrantes da Rússia

14.07.2024 16:45 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Hipercarro RB17 da Red Bull marca nova era da engenharia automotiva

Hipercarro RB17 da Red Bull marca nova era da engenharia automotiva

14.07.2024 16:37 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Cientistas estudam como diminuir as temperaturas das cidades

Cientistas estudam como diminuir as temperaturas das cidades

14.07.2024 16:25 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.