O Antagonista

Eutanásia é descriminalizada no Equador

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 09.02.2024 19:40 comentários
Mundo

Eutanásia é descriminalizada no Equador

Leia mais sobre como o Equador se tornou o segundo país da América Latina a descriminalizar a eutanásia, proporcionando alívio para pacientes com doenças incuráveis e irreversíveis, como a ALS.

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 09.02.2024 19:40 comentários 0
Eutanásia é descriminalizada no Equador
Fonte: Reprodução / Getty Images

Ecuador se tornou o segundo país da América Latina, depois da Colômbia, a descriminalizar a eutanásia. Seu tribunal constitucional votou sete a dois a favor de permitir que os médicos ajudem um paciente a morrer.

Em sua decisão, o tribunal afirmou que o crime de homicídio não se aplicará mais aos clínicos que trabalham para preservar o direito a uma vida digna. A ação foi movida por uma mulher que sofria de uma doença neurológica conhecida como ALS. Em novembro, ela comunicou ao tribunal que estava vivenciando dor, solidão e crueldade, e queria descansar em paz.

A Igreja Católica Romana, da qual a maioria dos equatorianos pertence, continua firmemente contra a eutanásia. A Colômbia descriminalizou a eutanásia em 1997.

Uma Luta por Dignidade

Paola Roldán, portadora de ALS e confinada em sua cama, iniciou o processo em agosto, relata a agência de notícias AFP. A Esclerose Lateral Amiotrófica (ALS) é a forma mais comum de doença do neurônio motor, uma condição rara que danifica progressivamente partes do sistema nervoso, levando à fraqueza muscular, muitas vezes com desperdício visível.

Roldán contestou um artigo do código penal que tornava a eutanásia um crime de homicídio, com uma pena de entre 10 e 13 anos de prisão. “Eu quero descansar em paz”, contou ela a um tribunal em novembro via link de vídeo. “O que eu experimento é doloroso, solitário e cruel”.

A Decisão do Tribunal

O tribunal decidiu que “seria irracional impor uma obrigação de permanecer vivo a alguém que está passando por esta situação”. “Todo ser humano pode tomar decisões livres e informadas quando seu desenvolvimento pessoal é afetado, o que… inclui a opção de acabar com o sofrimento intenso causado por uma lesão corporal séria e irreversível ou uma doença grave e incurável“, afirmou.

Após a decisão, Roldán afirmou aos repórteres que seu país se tornou “um pouco mais acolhedor, mais livre e mais digno”. “A luta pelos direitos humanos nunca é um caminho pavimentado”, acrescentou.

Próximos Passos

Agora será necessário elaborar e aprovar um projeto de lei sobre a eutanásia no Congresso, um processo que pode levar vários meses, mas Farith Simon, advogado de Roldán, argumentou que a decisão é “imediatamente aplicável”.

Mundo

Gerente de hotel na Índia é preso após servir gelo seco como refresco de boca a clientes

05.03.2024 08:53 2 minutos de leitura
Visualizar

Agência da ONU em Gaza “está infestada de terroristas”

Visualizar

Relatório da ONU expõe crimes sexuais e torturas em série do Hamas

Alexandre Borges Visualizar

Vibra comemora lucro recorde, mas perde participação de mercado

Rodrigo Oliveira Visualizar

Justiça nega pedido do Vasco para suspender licitação do Maracanã

Visualizar

MEI: prazo para enviar a declaração, entenda como evitar multas

Visualizar

Tags relacionadas

Equador eutanásia
< Notícia Anterior

Idoso preso por maus-tratos a animais no Paraná

09.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Neymar aplaude atuação de jogador do Santos

09.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Gerente de hotel na Índia é preso após servir gelo seco como refresco de boca a clientes

Gerente de hotel na Índia é preso após servir gelo seco como refresco de boca a clientes

05.03.2024 08:53 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Agência da ONU em Gaza “está infestada de terroristas”

Agência da ONU em Gaza “está infestada de terroristas”

05.03.2024 08:45 4 minutos de leitura
Visualizar notícia
Relatório da ONU expõe crimes sexuais e torturas em série do Hamas

Relatório da ONU expõe crimes sexuais e torturas em série do Hamas

Alexandre Borges
05.03.2024 08:40 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Estado de emergência no Haiti: Gangues comandam a capital

Estado de emergência no Haiti: Gangues comandam a capital

05.03.2024 07:54 2 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.