EUA distribuem ajuda humanitária a Gaza EUA distribuem ajuda humanitária a Gaza
O Antagonista

EUA distribuem ajuda humanitária a Gaza

avatar
Redação O Antagonista
4 minutos de leitura 02.03.2024 11:35 comentários
Mundo

EUA distribuem ajuda humanitária a Gaza

USAID anunciou nesta terça-feira, 27 de fevereiro, o envio de mais US$ 53 milhões em ajuda humanitária a Gaza sem passar pelas Nações Unidas

avatar
Redação O Antagonista
4 minutos de leitura 02.03.2024 11:35 comentários 0
EUA distribuem ajuda humanitária a Gaza
Trabalhadores da UNRWA em Gaza. Foto: Reprodução/X

Os Estados Unidos começaram a distribuir uma leva de caixotes de ajuda humanitária à Faixa de Gaza via avião.

A informação é da Associated Press.

Três aviões da Força Aérea americana distribuíram 66 caixotes com 38.000 refeições às 10h, no horário de Brasília.

O presidente americano, Joe Biden, havia anunciado o envio de alimentos a Gaza.

Ainda não se sabe se esta ajuda está relacionada à iniciativa recém anunciada da agência do governo americano para ajuda humanitária, a USAID.

Ajuda sem passar pela UNRWA

A agência do governo dos Estados Unidos para assistência humanitária (USAID) anunciou nesta terça-feira, 27 de fevereiro, o envio de mais US$ 53 milhões à Faixa de Gaza e à Cisjordânia, no contexto da guerra entre Israel e o Hamas.

Os fundos não passarão pela Agência das Nações Unidas de Assistência aos Refugiados da Palestina (UNRWA), alvo de denúncias de ligações entre seus funcionários e o grupo terrorista palestino.

Esse financiamento adicional apoiará parceiros, incluindo o Programa Mundial de Alimentos (WFP) e ONGs internacionais, no fornecimento de alimentos, saúde, nutrição, abrigo, proteção e assistência em água, saneamento e higiene urgentemente necessários.

Isso inclui apoio ao tratamento e prevenção da desnutrição aguda.

Ao todo, o governo americano já anunciou mais de US$180 milhões em ajuda humanitária à região, incluindo repasses que passaram pela UNRWA, desde os atentados terroristas de 7 de outubro de 2023.

No início de fevereiro, após as primeiras denúncias de relações entre a agência da ONU e o Hamas, a diretora-geral da USAID, Samantha Power, teceu duras críticas aos terroristas.

“Qualquer pessoa que esteve envolvida no ataque de 7 de outubro e na brutalidade e no planejamento dele, e na execução dele, em sequestros, não apenas merece condenação, mas também punição”, disse Powers ao veículo de notícias americano CBS News.

Quais são os laços entre a UNRWA e o Hamas?

O jornal americano Wall Street Journal publicou nesta segunda, 29, uma reportagem baseada em um relatório de inteligência israelense afirmando que cerca de 10% dos funcionários da Agência da ONU para os Refugiados Palestinos (UNRWA, na sigla em inglês; foto) têm conexões com terroristas do Hamas ou da Jihad Islâmica.

Considerando que a UNRWA tem 12 mil funcionários na Faixa de Gaza (foto), então pode-se concluir que 1.200 empregados da agência têm alguma relação com o terror.

Quando se consideram apenas os funcionários homens, a porcentagem de pessoas com alguma conexão com o terrorismo é ainda maior: 23%.

Essa porcentagem de 23% na UNRWA é maior do que a encontrada entre o total da população masculina na Faixa de Gaza, que é de 15%.

Em outras palavras, a agência da ONU concentra uma quantidade maior de pessoas com conexão ao terror do que no restante da população da Faixa de Gaza.

Quase metade de todos os funcionários da UNRWA, cerca de 49%, têm relação de parentesco próxima com algum membro do Hamas ou de outros grupos terroristas.

As informações foram obtidas a partir da análise de trocas de mensagens de celular, interrogatórios de terroristas capturados e documentos obtidos com terroristas mortos.

O documento obtido pelos jornalistas também informa que “pelo menos” doze funcionários da UNRWA têm alguma relação com o atentado terrorista do dia 7 de outubro, em que terroristas do Hamas invadiram Israel e mataram 1.200 pessoas. A descoberta da participação de funcionários da UNRWA no atentado levou diversos países a cancelar a ajuda financeira à agência. Também se sabe que vários deles comemoraram os assassinatos de israelenses.

Leia também: Os “amigos terroristas” da ONU e os “professores do ódio” em Gaza, de Felipe Moura Brasil

Os relatórios de inteligência obtidos pelo Wall Street Journal identificaram um professor de árabe da UNRW que também era comandante terrorista do Hamas e participou de um ataque terrorista ao Kibutz Be’eri, onde 97 pessoas foram assassinadas e cerca de 26 pessoas foram sequestradas e levadas como reféns para Gaza.

Outra história revelada nos relatórios é o de um assistente social da UNRWA que ajudou a levar o corpo de um soldado israelense morto para a Faixa de Gaza. Ele também coordenou a distribuição de munições para o Hamas antes de ser morto.

Mundo

Tesla aprova pagamento de 56 bilhões para Elon Musk

13.06.2024 21:11 3 minutos de leitura
Visualizar

PT acuado no Congresso, sem mensalão e petrolão

Visualizar

Lula alopra sobre IA e “Sul Global”

Visualizar

Chuvas causam inundações no Chile e deixam centenas desabrigados

Visualizar

O lero-lero de Lula sobre Putin

Visualizar

Deputado quer incluir aumento de pena para crime de estupro em PL anti-aborto

Visualizar

Tags relacionadas

ajuda humanitária EUA Gaza
< Notícia Anterior

PIS/Pasep: saiba como ter direito e como receber o abono salarial

02.03.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Aberto Concurso Público da NOVACAP com 480 vagas em diversas áreas!

02.03.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Tesla aprova pagamento de 56 bilhões para Elon Musk

Tesla aprova pagamento de 56 bilhões para Elon Musk

13.06.2024 21:11 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Chuvas causam inundações no Chile e deixam centenas desabrigados

Chuvas causam inundações no Chile e deixam centenas desabrigados

13.06.2024 21:03 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
NASA cancela caminhada espacial na ISS minutos antes da atividade

NASA cancela caminhada espacial na ISS minutos antes da atividade

13.06.2024 20:35 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Biden diz que não vai dar induto de perdão ao filho Hunter

Biden diz que não vai dar induto de perdão ao filho Hunter

13.06.2024 19:49 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.