Crusoé: Patagônia dá ultimato e inicia nova crise para Milei Crusoé: Patagônia dá ultimato e inicia nova crise para Milei
O Antagonista

Crusoé: Governador da Patagônia dá ultimato e inicia nova crise para Milei

avatar
Caio Mattos, De Buenos Aires
3 minutos de leitura 23.02.2024 22:16 comentários
Mundo

Crusoé: Governador da Patagônia dá ultimato e inicia nova crise para Milei

Essa é uma história de petróleo e de corporativismo dos governadores argentinos, e expõe crise de governabilidade de Milei

avatar
Caio Mattos, De Buenos Aires
3 minutos de leitura 23.02.2024 22:16 comentários 0
Crusoé: Governador da Patagônia dá ultimato e inicia nova crise para Milei
Governador de Chubut, Argentina, Ignácio "Nacho" Torres, desafia o presidente da Argentina, Javier Milei. Reprodução/ CNN

Escondida na Patagônia, a província de Chubut é a sétima menor da Argentina, com 600.000 habitantes. Apesar das aparências, o governador, Ignacio Torres (foto), lançou um ultimato a Javier Milei e conseguiu atingir o governo nacional.

Essa é uma história de petróleo e de corporativismo dos governadores argentinos.

Em carta publicada em seu perfil no X nesta sexta-feira, 23 de fevereiro, Torres acusou o governo Milei de “reter ilegalmente” 13,5 bilhões de pesos de repasses a Chubut referentes ao mês de fevereiro.

O montante é superior a 33% do montante mensal da província.

O que ameaçou o governador de Chubut?

A carta divulgada por Torres afirma que “se o Ministério da Economia não entregar a Chubut os seus recursos, então Chubut não entregará o seu petróleo e seu gás”.

A província é a segunda maior produtora de petróleo do país.

Segundo os dados mais recentes do Ministério da Economia, referentes ao terceiro trimestre de 2023, Chubut respondeu por 21,5% da produção nacional.

O setor petroquímico é o terceiro mais importante das exportações argentinas.

Atrás apenas da soja e do setor automotivo, o petroquímico representou 12% das exportações do primeiro semestre de 2023, equivalente a 4 bilhões de dólares.

Não há uma data limite na carta desta sexta, mas Torres declarou à imprensa que o ultimato é para esta quarta-feira, 28 de fevereiro.

O que alega a Casa Rosada?

Em comunicado oficial, o governo Milei afirmou que a retenção dos repasses se deu no contexto de uma dívida contraída pela gestão anterior de Chubut com o governo de Alberto Fernández.

Ela se refere ao Fundo Fiduciário para Desenvolvimento Provincial — os fundos fiduciários são análogos às emendas parlamentares, no Brasil; o governo nacional repassa verba a uma entidade para administrá-lo em nome do Estado.

Milei, que está partindo em viagem aos Estados Unidos para participar de um fórum de políticos conservadores, compartilhou o comunicado oficial e acrescentou: “Desmascarando a mentira dos fiscais degenerados”.

Províncias Unidas do Sul

A carta divulgada por Torres estava assinada em nome das “Províncias Unidas do Sul”, em um ato que rememora às guerras civis do século 19 — os embates entre federalistas e unitários naquela época ruminam em divergências sobre o pacto federativo argentino desde então.

“As províncias são pré-existentes à Nação e merecem respeito”, diz a carta de Torres em sua primeira frase.

O documento desta sexta contava também com as assinaturas dos governadores das outras províncias da Patagônia.

Trata-se dos governadores Rolando Fiegueroa, de Neuquén; Alberto Weretilneck, de Rio Negro; Claudio Vidal, de Santa Cruz; Gustavo Melella, de Tierra del Fuego; e Sergio Ziliotto, de La Pampa.

Todos esses governadores representam forças políticas locais, com exceção de Melella e Ziliotto, que são peronistas do Partido Justicialista, controlado pelo kirchnerismo.

Torres, por sua vez, integra o PRO, partido do ex-presidente Mauricio Macri. Esse é a principal força aliada de Milei no Congresso Nacional.

Como repercutiu o ultimato para além da Patagônia?

Torres ganhou apoio para além da Patagônia…

Leia mais em Crusoé

Sala Antagonista

Sala Antagonista #10: Manoel Horácio

22.04.2024 19:50 2 minutos de leitura
Visualizar

Coreia do Norte escala tensão com testes de Mísseis

Visualizar

Elogiar o VAR brasileiro já é demais, Textor

Rodolfo Borges Visualizar

Dengue em São Paulo: dois distritos escapam da epidemia

Visualizar

Fifa fecha contrato bilionário

Visualizar

Você trocaria um Jair Bolsonaro por um Elon Musk?

Madeleine Lacsko Visualizar

Tags relacionadas

Argentina Javier Milei Patagônia
< Notícia Anterior

Ex-presidente do Palmeiras admite erros em dívida milionária com a Samsung

23.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Léo Cittadini fora do Bahia como apenas 135 minutos em campo!

23.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Caio Mattos, De Buenos Aires

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Coreia do Norte escala tensão com  testes de Mísseis

Coreia do Norte escala tensão com testes de Mísseis

22.04.2024 19:43 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Fifa fecha contrato bilionário

Fifa fecha contrato bilionário

22.04.2024 19:00 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
13 guardas italianos presos por tortura á jovens detidos

13 guardas italianos presos por tortura á jovens detidos

22.04.2024 18:34 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Crusoé: Equador recaptura líder de facção que desencadeou crise de segurança

Crusoé: Equador recaptura líder de facção que desencadeou crise de segurança

22.04.2024 18:10 2 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.