O Antagonista

Crusoé: este homem quis desafiar Vladimir Putin. Não conseguiu

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 08.02.2024 17:19 comentários
Mundo

Crusoé: este homem quis desafiar Vladimir Putin. Não conseguiu

Comissão Eleitoral Central (CEC) da Rússia, aparelhada por Putin, impediu a candidatura de Boris Nadezhdin, crítico de longa data

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 08.02.2024 17:19 comentários 0
Crusoé: este homem quis desafiar Vladimir Putin. Não conseguiu
Foto: Boris Nadezhdin via X

Há duas semanas Boris Nadezhdin (foto) anunciou ter conseguido as assinaturas necessárias para concorrer ao cargo de presidente da Rússia contra Vladimir Putin.

Mas, para pouca surpresa, a Comissão Eleitoral Central (CEC) da Rússia impediu a candidatura de Nadezhdin, nesta quinta-feira, 8. O motivo é que há suspeitas de fraude nas 100 mil assinaturas que ele apresentou. O grande ponto seriam 11 assinaturas, que seriam de pessoas já mortas.

Putin, que completa 25 anos no poder em 2024 e busca o sexto mandato após tirar seus concorrentes da frente, chegou a dizer que a candidatura do ex-vereador de Moscou não era grande coisa. “Não, não nos preocupa, nós não os vemos como rival”, disse Dimitry Peskov, o assessor de imprensa do Kremlin, mas que “qualquer um que compra certos requisitos pode concorrer.”

Mesmo assim, veículos de imprensa independente na Rússia indicam que o próprio Kremlin atuou pela retirada da candidatura. O motivo, indicou o site investigativo Meduza, é que Nadezhdin começou a se mostrar como uma ameaça de fato, amealhando cerca de 10% dos votos.

De acordo com uma fonte próxima ao Kremlin, a campanha foi “do nicho a uma campanha maciça” e que o Kremlin subestimou o número de russos que, mesmo indiretamente, quisessem ativamente se manifestar contra a invasão da Ucrânia por Vladimir Putin. Com a polícia impedindo manifestações e os serviços de inteligência trabalhando mais do que nunca, o voto poderia ser uma arma eficaz de protesto.

Outra fonte próxima disse ao jornal Moscow Times que “O fato de que vimos filas de apoio [a Nadezhdin] nas cidades russas foi uma surpresa desagradável”. Com isso, ficou claro a sua candidatura não seria aprovada.

Ele anunciou que

irá recorrer. “Coletei mais de 200 mil assinaturas em toda a Rússia. Realizamos a coleta de forma aberta e honesta – o mundo inteiro acompanhava as filas em nossa sede e pontos de coleta”, disse em seu X. “Candidatar-se à presidência em 2024 é a decisão política mais importante da minha vida. Não me retiro das minhas intenções.”

Nadezhdin entra…

Leia mais em Crusoé

Esportes

Craque Neto detona responsável pela eliminação do Corinthians: "maior culpado"

04.03.2024 23:00 2 minutos de leitura
Visualizar

Vasco acerta contratação do atacante Clayton Silva, de Portugal

Visualizar

Cuca concede primeira entrevista oficial como técnico do Athletico

Visualizar

Rafael Cardoso pede desculpas em caso de agressão contra idoso

Visualizar

Os brasileiros sabem da roubalheira

Visualizar

Amigo de Robinho é multado por tumultuar andamento do processo

Visualizar

Tags relacionadas

Rússia Vladimir Putin
< Notícia Anterior

Naufrágio na Tunísia mata 13 migrantes sudaneses

08.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Amazon Prime anuncia aumento na assinatura

08.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Diplomata brasileiro morre em missão na Ruanda

Diplomata brasileiro morre em missão na Ruanda

04.03.2024 20:46 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Kate Middleton é vista em público novamente depois de 6 semanas

Kate Middleton é vista em público novamente depois de 6 semanas

04.03.2024 20:25 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Nevasca nos EUA causa estragos e perigo de avalanches

Nevasca nos EUA causa estragos e perigo de avalanches

04.03.2024 20:05 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
ONU diz que China violou direitos humanos

ONU diz que China violou direitos humanos

04.03.2024 19:05 2 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.