O Antagonista

Cidadãos haitiano-americanos recebem prisão perpétua por assassinato de presidente Moise

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 10.02.2024 19:28 comentários
Mundo

Cidadãos haitiano-americanos recebem prisão perpétua por assassinato de presidente Moise

Entenda a condenação de dois haitiano-americanos à prisão perpétua pelo assassinato do ex-presidente haitiano Jovenel Moise.

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 10.02.2024 19:28 comentários 1
Cidadãos haitiano-americanos recebem prisão perpétua por assassinato de presidente Moise
Fonte: Reprodução / Getty Images

Dois cidadãos haitiano-americanos foram sentenciados à prisão perpétua por sua participação na trama que resultou no assassinato do ex-presidente haitiano Jovenel Moise. A sentença se segue dois meses após Joseph Vincent, 58 anos, admitir seu envolvimento no complô.

Participação no Assassinato

Testemunhando em um tribunal de Miami antes de receber sua sentença, Vincent disse ao juiz: “Por favor, me perdoe pelo que eu fiz“. Moise, que era presidente do Haiti, foi assassinado a tiros na sua residência em Porto Príncipe, em 2021.

Vincent e o DEA

Joseph Vincent, que já atuou como informante para a Agência de Controle de Drogas dos EUA (DEA, na sigla em inglês), é o quarto dentre 11 réus a receber prisão perpétua no processo federal de Miami devido ao seu papel coadjuvante na trama do assassinato.

O julgamento foi realizado na Flórida, tendo o Departamento de Justiça dos EUA determinado que essa é sua jurisdição, uma vez que parte da trama foi planejada no sul da Flórida. Vincent será mantido em uma prisão na Flórida por ter admitido a discussão do plano de assassinato e ter acompanhado os co-conspiradores até a residência de Moise em julho de 2021.

O Papel de Vincent

O papel de Vincent incluiu orientar seus cúmplices sobre a política haitiana, encontrar líderes políticos e comunitários locais e incentivar protestos contra Moise como pretexto para derrubá-lo, segundo a AFP. Acredita-se que durante essas reuniões, Vincent usou uma insígnia do Departamento de Estado dos EUA para levar os outros a acreditarem que ele trabalhava para Washington. No entanto, a DEA afirma que Vincent não estava atuando em nome da agência.

O Assassinato de Moise

Bocchit Edmond, embaixador do Haiti nos EUA, afirmou que “não há maneira” de que agentes de drogas dos EUA tenham realizado o ataque. No momento do assassinato de Moise, o embaixador disse acreditar que foi obra de “mercenários profissionais”.

Alertas judiciários indicam que a operação originalmente visava sequestrar o ex-presidente, mas acabou se tornando um assassinato. Desde então, outros 17 indivíduos foram detidos pelo Haiti pelo assassinato do Presidente Moise, de acordo com o Miami Herald, porém nenhum deles foi formalmente acusado.

Desde a morte de Moise, o país caribenho se mergulhou no caos político e vivenciou índices de violência sem precedentes. Na sexta-feira, a Organização das Nações Unidas relatou que janeiro foi o mês mais violento no país em mais de dois anos, com cerca de 1.100 pessoas mortas, feridas ou sequestradas durante o mês.

Brasil

Rui Costa avalia que fala de Bolsonaro foi "confissão de crimes praticados"

Wesley Oliveira
26.02.2024 15:06 2 minutos de leitura
Visualizar

TSE define regras para uso da inteligência artificial nas eleições

Visualizar

Grêmio confirma jogo da estreia de Diego Costa

Visualizar

Lula resolveu calar sobre Bolsonaro

Visualizar

“Espero que não leve política ao ofício de julgador”, diz Marco Aurélio sobre Dino

Visualizar

Líderes europeus reunidos em Paris para reforçar apoio à Ucrânia

Visualizar

Tags relacionadas

Haiti haitianos prisão perpétua
< Notícia Anterior

Ator Edson Caldas Barboza desaparece e carro é encontrado com marcas de tiro

10.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Após vitória do Flamengo, Tite detona do gramado do Maracanã

10.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (1)

Antônio Carcos Zamith Junior

2024-02-11 00:58:05

Haiti só tragedias. Golpe de estado lá para tomar um país pobre não tem lógica


Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Líderes europeus reunidos em Paris para reforçar apoio à Ucrânia

Líderes europeus reunidos em Paris para reforçar apoio à Ucrânia

26.02.2024 14:45 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Hungria dá sinal verde à entrada da Suécia na Otan

Hungria dá sinal verde à entrada da Suécia na Otan

26.02.2024 13:57 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Startup aposta em criação de insetos para combater mudanças climáticas

Startup aposta em criação de insetos para combater mudanças climáticas

26.02.2024 13:00 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Ex-ministro Abalos resistente à renúncia em meio a escândalo de corrupção na Espanha

Ex-ministro Abalos resistente à renúncia em meio a escândalo de corrupção na Espanha

26.02.2024 12:33 2 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.