China e Rússia pedem calma após ataque de Israel ao Irã China e Rússia pedem calma após ataque de Israel ao Irã
O Antagonista

China e Rússia pedem calma após ataque de Israel ao Irã

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 19.04.2024 09:44 comentários
Mundo

China e Rússia pedem calma após ataque de Israel ao Irã

Tensões aumentam com ataque de Israel ao Irã; China e Rússia pedem cautela. Descubra as reações e implicações geopolíticas

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 19.04.2024 09:44 comentários 0
China e Rússia pedem calma após ataque de Israel ao Irã
Photo: Valery Sharifulin, TASS

Na manhã desta sexta-feira, uma nova página no complexo cenário geopolítico do Oriente Médio foi escrita com um ataque militar de Israel ao território iraniano. Este movimento trouxe à tona reações imediatas de grandes potências globais, nomeadamente a China e a Rússia, ambas chamando à moderação e alertando contra quaisquer ações que possam agravar ainda mais as tensões na região.

O que diz a China sobre o conflito?

Em uma coletiva de imprensa em Pequim, Lin Jian, porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros da China, expressou a posição do seu país. “A China opõe-se a qualquer comportamento que possa agravar ainda mais as tensões no Oriente Médio”, declarou ele, enfatizando a necessidade de evitar escaladas que comprometam a paz e a estabilidade regional.

Qual é a posição da Rússia frente ao ataque?

Por outro lado, a Rússia, que mantém uma estreita parceria estratégica com o Irã, pediu “contenção”. Dmitry Peskov, porta-voz do Kremlin, comunicou em uma ligação com jornalistas que os detalhes do ataque ainda estão sendo estudados e que seria prematuro comentar a fundo antes de se ter uma clareza maior sobre os eventos. No entanto, Peskov ressaltou: “Não importa o que aconteça, continuamos a defender a contenção das partes e a recusa de ações que possam provocar uma nova escalada de tensão numa região tão difícil”.

Contexto do ataque e armamentos envolvidos

O ataque direto contra o Irã não veio a atingir instalações nucleares, de acordo com autoridades americanas e iranianas. Ao invés disso, fontes sugerem que um radar do Exército iraniano pode ter sido um dos alvos. Além disso, a província de Isfahan viu a ativação de sistemas de defesa aérea e a derrubada de três drones.

Esportes

Lucas Paquetá é acusado de manipular resultados no futebol inglês

23.05.2024 13:11 2 minutos de leitura
Visualizar

SP adere a programa internacional de segurança em estradas

Visualizar

Odebrecht ainda é corrupto no Peru 

Carlos Graieb Visualizar

Onde assistir Cuiabá x Goiás: confira detalhes da partida

Visualizar

Taylor Swift faz Governo dos EUA abrir processo contra a Live Nation

Visualizar

Personal Trainer é preso por afastar biquíni de aluna em avaliação física

Visualizar

Tags relacionadas

ataque China Irã Israel Rússia
< Notícia Anterior

IA vai revolucionar entendimento sobre as doenças em até cinco anos

19.04.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Evite a malha fina no IR 2024: dicas essenciais para declaração correta

19.04.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Taylor Swift faz Governo dos EUA abrir processo contra a Live Nation

Taylor Swift faz Governo dos EUA abrir processo contra a Live Nation

23.05.2024 12:57 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Crusoé: Mileipalooza

Crusoé: Mileipalooza

23.05.2024 12:09 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Obra de Bacon de €5 Milhões roubada em Madrid é recuperada

Obra de Bacon de €5 Milhões roubada em Madrid é recuperada

23.05.2024 10:53 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Crusoé: Afinal, o que mostram as pesquisas eleitorais na Inglaterra?

Crusoé: Afinal, o que mostram as pesquisas eleitorais na Inglaterra?

23.05.2024 10:29 2 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.