O Antagonista

Biden já teria decidio sobre ataques no oriente médio desde segunda-feira

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 03.02.2024 16:09 comentários
Mundo

Biden já teria decidio sobre ataques no oriente médio desde segunda-feira

Presidente dos EUA, Joe Biden, ordena ataques retaliatórios após morte de militares americanos na Jordânia. Saiba mais sobre essa decisão estratégica e suas consequências no Oriente Médio.

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 03.02.2024 16:09 comentários 0
Biden já teria decidio sobre ataques no oriente médio desde segunda-feira
Fonte: Divulgação

Conforme apontam fontes para a CNN, o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, aprovou uma série de opções de retaliação no último domingo (28). Esta decisão ocorreu logo após as autoridades americanas, situadas em Washington, terem sido notificadas sobre o ataque à base Tower 22, localizada na Jordânia. Este ataque, que aconteceu no final de semana passado, culminou na morte de três militares dos EUA.

Reunião decisiva na Situation Room

Quando amanheceu, segunda-feira (29), o presidente não demorou para convocar seus principais conselheiros de segurança nacional para uma reunião realizada na sala de crise da Casa Branca, também conhecida como “Situation Room”. Foi neste encontro que Biden deu a permissão específica para a realização do primeiro conjunto de ataques tanto no Iraque quanto na Síria, ataques estes que ocorreram nesta última sexta-feira (2).

Impacto significativo no Oriente médio

De acordo com fontes, acreditava-se que grupos militantes, contando com o apoio do Irã, foram os responsáveis pelo ataque de drones no último domingo. A partir desta avaliação, a equipe de segurança nacional de Biden começou a trabalhar em estreita coordenadoria com o Departamento de Defesa, de modo a monitorar as condições na região para finalizar os planos. No entanto, as autoridades alertaram os repórteres que o clima na região foi um fator significativo para a efetivação dos ataques.

Ações estratégicas e reuniões finais

Na quinta-feira (1°) e novamente na manhã de sexta-feira (2), representantes de alto escalão de várias agências governamentais dos EUA reuniram-se para a realização de uma “verificação final”, antes de darem prosseguimento aos ataques. Nestes, os Estados Unidos atingiram 85 alvos em sete locais no Iraque e na Síria. Contudo, um porta-voz do governo iraquiano disse que no mínimo 16 pessoas morreram, inclusive civis.

Manifestações internacionais

Os ataques realizados pelo Estados Unidos geraram manifestações em países como Síria, Iraque e Irã. Estes alertaram que as ações americanas teriam um potencial alimentar o conflito no Oriente Médio, de forma perigosa. O Irã, por exemplo, destacou que a ação americana foi “outro erro aventureiro e estratégico dos Estados Unidos que resultará apenas no aumento da tensão e na instabilidade na região“.

Mundo

Rússia amplia e moderniza suas forças nucleares estratégicas

23.02.2024 07:45 3 minutos de leitura
Visualizar

Alerta climático: Previsão de temporais para o Brasil hoje

Visualizar

Textor quer novo treinador com perfil ofensivo para o Botafogo

Visualizar

Jornais destacam silêncio de Bolsonaro em depoimento à PF

Visualizar

Concurso TCE-PR oferta salário de R$22.460: Auditor de controle externo, edital em abril

Visualizar

Censura na Índia: Plataforma X remove conteúdo após protestos agrícolas

Visualizar

Tags relacionadas

Biden Joe Biden Oriente Médio
< Notícia Anterior

Clubes do Nordeste buscam reconhecimento de título nacional

03.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Explosão em frente a prédio do governo na Grécia causa tensão

03.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Rússia amplia e moderniza suas forças nucleares estratégicas

Rússia amplia e moderniza suas forças nucleares estratégicas

23.02.2024 07:45 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Censura na Índia: Plataforma X remove conteúdo após protestos agrícolas

Censura na Índia: Plataforma X remove conteúdo após protestos agrícolas

23.02.2024 07:19 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Empresa privada dos EUA pousa sonda na Lua

Empresa privada dos EUA pousa sonda na Lua

22.02.2024 21:08 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Porta-voz das FDI lista fatos que desmentem Lula

Porta-voz das FDI lista fatos que desmentem Lula

22.02.2024 20:30 4 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.