O Antagonista

Após acusações sobre drones, Irã pede que cidadãos deixem a Ucrânia

avatar
Redação O Antagonista
1 minuto de leitura 21.10.2022 12:56 comentários
Mundo

Após acusações sobre drones, Irã pede que cidadãos deixem a Ucrânia

O Ministério das Relações Exteriores do Irã pediu, nesta sexta-feira (21), que os cidadãos iranianos que estiverem na Ucrânia deixem o país. A orientação foi dada um dia após os Estados Unidos acusarem Teerã de ajudar a Rússia a operar drones “kamikazes” contra o país vizinho...

avatar
Redação O Antagonista
1 minuto de leitura 21.10.2022 12:56 comentários 0
Após acusações sobre drones, Irã pede que cidadãos deixem a Ucrânia
Porta-voz do Ministério das Relações Exteriores do Irã, Nasser Kanaani

O Ministério das Relações Exteriores do Irã pediu, nesta sexta-feira (21), que os cidadãos iranianos que estiverem na Ucrânia deixem o país. A orientação foi dada um dia após os Estados Unidos acusarem Teerã de ajudar a Rússia a operar drones “kamikazes” contra o país vizinho.

“Devido à escalada militar na Ucrânia, todos os iranianos são fortemente aconselhados a se abster de viajar para a Ucrânia. Além disso, os iranianos que vivem na Ucrânia são aconselhados a deixar o país para sua própria segurança”, disse o ministério.

Na quinta-feira (20), a Casa Branca afirmou que cidadãos iranianos estiveram na Crimeia, território anexado à Rússia em 2014, ajudando o exército russo a atacar a Ucrânia com drones.

O governo americano também comunicou que os esforços dos Estados Unidos para negociar um acordo nuclear com Teerã foram temporariamente deixados de lado.

Segundo o porta-voz do Pentágono, John Kirby, os Estados Unidos estão preocupados que Moscou possa tentar adquirir novas armas iranianas para utilizar no conflito.

Mais Lidas

1

Atentado a Trump: autoridade confirma 2 mortos, incluindo atirador

Visualizar notícia
2

Atentado a Trump, o que dizem autoridades do mundo inteiro

Visualizar notícia
3

"Nos vemos na posse", diz Bolsonaro em mensagem sobre Trump

Visualizar notícia
4

Crusoé: Como o atentado a Trump impacta a campanha nos EUA

Visualizar notícia
5

"Senti a bala rasgando a pele", diz Trump sobre atentado

Visualizar notícia
6

Elon Musk manifesta apoio a Trump após disparos

Visualizar notícia
7

Atentado a Trump é investigado como tentativa de assassinato

Visualizar notícia
8

“O que vimos hoje é inaceitável”, diz Lula, sobre atentado a Trump

Visualizar notícia
9

Biden sobre atentado a Trump: "Esse tipo de violência é doentia"

Visualizar notícia
10

Serviço secreto dos EUA: “Trump está seguro”

Visualizar notícia

Tags relacionadas

Casa Branca drones kamikazes EUA guerra na Ucrânia John Kirby Ministério das Relações Exteriores do Irã Pentágono República Islâmica do Irã Rússia
< Notícia Anterior

Ex-assessor de Trump é condenado a quatro meses de prisão

21.10.2022 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Banco Modal divulga nova pesquisa presidencial do Instituto Futura

21.10.2022 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Crusoé: Como o atentado a Trump impacta a campanha nos EUA

Crusoé: Como o atentado a Trump impacta a campanha nos EUA

13.07.2024 23:07 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
"Senti a bala rasgando a pele", diz Trump sobre atentado

"Senti a bala rasgando a pele", diz Trump sobre atentado

13.07.2024 22:02 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Biden sobre atentado a Trump: "Esse tipo de violência é doentia"

Biden sobre atentado a Trump: "Esse tipo de violência é doentia"

13.07.2024 21:22 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Atentado a Trump, o que dizem autoridades do mundo inteiro

Atentado a Trump, o que dizem autoridades do mundo inteiro

13.07.2024 21:15 4 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.