O Antagonista

Natura: dividir para crescer

avatar
Inv Publicações para O Antagonista
4 minutos de leitura 18.10.2022 14:21 comentários
Economia

Natura: dividir para crescer

Na tarde de ontem, a Natura anunciou via fato relevante que está realizando estudos para uma possível oferta pública inicial ou spin-off de uma de suas subsidiárias, a Aesop. Entenda por que a companhia deseja realizar essa operação neste Relatório Especial...

avatar
Inv Publicações para O Antagonista
4 minutos de leitura 18.10.2022 14:21 comentários 0
Natura: dividir para crescer
Divulgação

Na tarde de ontem, a Natura anunciou via fato relevante que está realizando estudos para uma possível oferta pública inicial ou spin-off de uma de suas subsidiárias, a Aesop. Entenda por que a companhia deseja realizar essa operação neste Relatório Especial.

Nos últimos anos, a Natura adquiriu três marcas globais, a inglesa The Body Shop, a gigante Avon e a australiana Aesop. Para realizar as aquisições destas marcas globais, a Natura se endividou. No entanto, os resultados, principalmente por conta das operações da Avon, não foram os esperados inicialmente nem pela Natura nem pelos investidores, como falamos no texto ‘Natura registra queda de 70%. A Dynamo está certa?‘.

A sequência de resultados abaixo do esperado fez com que as ações do grupo caíssem cerca de 78% nos últimos 18 meses. Além disso, a empresa ainda se envolveu em um problema de governança na época da divulgação dos resultados do segundo trimestre de 2022 (com números que também vieram abaixo do esperado). Na época, a Natura, antes da divulgação, contatou um grupo de analistas para explicar o que estava acontecendo. O mercado não gostou e as ações caíram fortemente mais uma vez.

Com essa sequência de eventos negativos, em junho de 2022, a companhia optou por trocar o CEO Roberto Marques por Fabio Barbosa. Explicamos melhor sobre essa movimentação no texto ‘Natura: não é fumaça, é fogo’.

Com o cenário desfavorável e uma dívida líquida de cerca de 9 bilhões de reais, a Natura se viu em uma situação apertada de caixa. Por conta dessa situação, acreditamos que a empresa optará por realizar esse IPO da Aesop ao invés do spin-off.

Quem é e quanto vale a Aesop?

A Aesop foi fundada em 1987 como uma marca australiana de cosméticos de luxo. Como dito anteriormente, a empresa, de propriedade da Natura, tem suas operações focadas em produtos de cuidados com a pele, cabelo e corpo. Nos últimos 12 meses, atingiu uma receita líquida de 2,6 bilhões de reais. A empresa vem apresentando um crescimento de suas receitas de 30% nos últimos anos e com uma geração de lucros antes de impostos, despesas financeiras e depreciação e amortização (EBITDA) de 622 milhões de reais. Ela, no entanto, vem tendo crescimento de apenas 3% no EBITDA por conta de dificuldades operacionais, principalmente por conta de sua entrada na China.

Usando como base de comparação a L’Occitane, empresa que atua no mesmo segmento de cosméticos de luxo, com um valor de mercado de 3,9 bilhões dólares, a empresa negociou duas vezes sua receita líquida e nove vezes EBITDA.

Neste sentido, estimamos que o possível IPO da Aesop poderia sair em uma faixa entre 2,6 bilhões de reais e 5,6 bilhões de reais, mesmo acreditando que o mais razoável seria a oferta ocorrer por volta dos 4 bilhões de reais.

Serão feitas duas destinações para o dinheiro captado nesta operação e acreditamos que parte irá para a controladora por meio de uma oferta secundária, o que ajudaria a reduzir o endividamento da Natura, e a outra parte primária ficando dentro da Aesop, buscando financiar o crescimento das operações da marca de luxo.

Conclusão

Mas, afinal, essa operação é uma boa ideia? Em nossa visão, isso depende do valuation que a Natura conseguirá realizar nesta operação. Em um montante superior a 3,5 bilhões de reais consideramos uma estratégia válida. Por outro lado, se a empresa realizar essa operação muito abaixo desse valor, pode passar uma sensação de desespero por conta das dificuldades que a companhia vem enfrentando.

Será que a Natura faz parte da carteira Ações Alpha? Clique aqui, entre para este grupo exclusivo para assinantes, e descubra.

João Abdouni, analista CNPI na Inv Publicações.

Mais Lidas

1

Moro critica Janones por desinformar sobre atentado a Trump: “imbecil”

Visualizar notícia
2

Foi para isso que Boulos salvou Janones da rachadinha?

Visualizar notícia
3

Atentado a Trump: os ataques cretinos e as críticas legítimas à imprensa

Visualizar notícia
4

Israel confirma morte de comandante do Hamas

Visualizar notícia
5

Homem morto em comício de Trump protegeu família de tiros

Visualizar notícia
6

Atirador que tentou matar Trump tinha material explosivo em carro

Visualizar notícia
7

Bolsonaro: “Somente pessoas conservadoras sofrem atentado”

Visualizar notícia
8

Melania Trump descreve atirador como “monstro” e pede união

Visualizar notícia
9

Barroso, após atentado a Trump: “Violência é derrota de espírito”

Visualizar notícia
10

Entendendo os descontos no salário dos trabalhadores CLT

Visualizar notícia

Tags relacionadas

Inv Publicações Natura O Antagonista
< Notícia Anterior

Oficial de Justiça não acha Janones e Lewandowski rejeita notificação digital

18.10.2022 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

YouTube derruba live em que Bolsonaro falou de venezuelanas

18.10.2022 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Inv Publicações para O Antagonista

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

RecargaPay: nova ferramenta automatiza pagamentos do DAS para MEIs

RecargaPay: nova ferramenta automatiza pagamentos do DAS para MEIs

14.07.2024 12:00 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
INSS: revisão de benefícios temporários promete grandes mudanças na previdência

INSS: revisão de benefícios temporários promete grandes mudanças na previdência

14.07.2024 11:30 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
MEI Caminhoneiro: transformação no setor de transportes

MEI Caminhoneiro: transformação no setor de transportes

14.07.2024 11:15 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Bolsa Família: guia completo de acesso ao aplicativo

Bolsa Família: guia completo de acesso ao aplicativo

14.07.2024 11:00 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.