TSE libera distribuição de santinhos em feiras; mas se não causar poluição visual TSE libera distribuição de santinhos em feiras; mas se não causar poluição visual
O Antagonista

TSE libera distribuição de santinhos em feiras; mas se não causar poluição visual

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 23.05.2024 15:34 comentários
Brasil

TSE libera distribuição de santinhos em feiras; mas se não causar poluição visual

O entendimento, que valerá para as Eleições Municipais de 2024, foi firmado durante o julgamento desta quinta-feira

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 23.05.2024 15:34 comentários 0
TSE libera distribuição de santinhos em feiras; mas se não causar poluição visual
Foto: Alejandro Zambrana/Secom/TSE

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu, nesta terça-feira, 23, que a distribuição de santinhos por candidatas e candidatos em feiras livres não configuram propaganda eleitoral irregular, desde que não cause poluição visual e comprometa a aparência dos bens de uso comum.

O entendimento, que valerá para as Eleições Municipais de 2024, foi firmado durante o julgamento de um recurso apresentado pelo deputado federal Rafael Prudente (MDB-DF).

Por unanimidade, os ministros seguiram o voto da relatora, ministra Cármen Lúcia, que afastou a multa de R$ 4 mil aplicada ao candidato pela prática de suposta propaganda eleitoral irregular nas Eleições 2022.

O deputado federal Rafael Prudente recorreu ao TSE para suspender a penalidade, que foi imposta pelo Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal (TRE-DF). Ele e o candidato a deputado distrital Iolando Almeida de Souza (MDB) foram acusados pelo Ministério Público Eleitoral (MP Eleitoral) de realizarem propaganda irregular. Eles distribuíram santinhos em feiras livres na campanha de 2022.

O TRE-DF entendeu que teria ocorrido ilícito na distribuição de material de publicidade em bem de uso comum. Por essa razão, aplicou multa de R$ 4 mil a Prudente e de R$ 2 mil a Almeida.

A relatora do caso, ministra Cármen Lúcia, defendeu que, a partir do caso julgado hoje, o Plenário definisse as regras para as Eleições Municipais de 2024 que envolvessem a mesma temática.

A ministra destacou que os candidatos estavam em feiras livres – que ocorrem em espaços de uso comum e são autorizadas pelo poder público – e, por lá, distribuíram material de campanha aos populares presentes no local.

“Esta é uma prática comum. Acho difícil que a gente possa dizer que, nessas feiras livres, o candidato não possa circular e, circulando, não possa entregar panfletos ou santinhos”, observou ela.

Carmén Lúcia ressaltou que a decisão do TRE-DF diverge do entendimento firmado pelo TSE em um processo proveniente do município de Rio das Ostras (RJ).

Mundo

Onda de calor assusta a Europa e ameaça colheitas

25.06.2024 17:49 3 minutos de leitura
Visualizar

Muita facção para poucos fiscais no Brasil

Visualizar

STF descriminaliza maconha e dá 18 meses para o Congresso regulamentar tema

Visualizar

Danilo discute com torcedor após jogo da Copa América

Visualizar

Batman 2: Andy serkis Revela que gravações começam em 2025

Visualizar

Emissora de TV passa a transmitir Papo Antagonista com Felipe Moura Brasil

Visualizar

< Notícia Anterior

TSE multa bolsonaristas por associarem Lula ao satanismo

23.05.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Chuvas fazem Porto Alegre suspender aulas novamente

23.05.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Muita facção para poucos fiscais no Brasil

Muita facção para poucos fiscais no Brasil

25.06.2024 17:45 6 minutos de leitura
Visualizar notícia
STF descriminaliza maconha e dá 18 meses para o Congresso regulamentar tema

STF descriminaliza maconha e dá 18 meses para o Congresso regulamentar tema

25.06.2024 17:39 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Fux rebate Toffoli: "Brasil não tem governo de juízes"

Fux rebate Toffoli: "Brasil não tem governo de juízes"

25.06.2024 17:22 4 minutos de leitura
Visualizar notícia
Vídeo: Valentões saem na porrada em academia de BH

Vídeo: Valentões saem na porrada em academia de BH

25.06.2024 17:20 2 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.