TRE-PR absolve Moro por 5 votos a 2 TRE-PR absolve Moro por 5 votos a 2
O Antagonista

TRE-PR absolve Moro por 5 votos a 2

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 09.04.2024 20:48 comentários
Brasil

TRE-PR absolve Moro por 5 votos a 2

Apenas os dois desembargadores indicados de Lula votaram pela cassação do senador Sergio Moro até a noite desta terça, 9

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 09.04.2024 20:48 comentários 0
TRE-PR absolve Moro por 5 votos a 2
Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado

O Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) absolveu o senador Sergio Moro (União-PR) no processo de cassação de mandato por abuso de poder econômico nesta terça-feira, 9 de abril.

O placar acabou 5×2 contra a cassação.

Nesta terça, para concluir o julgamento, votaram o desembargador Anderson Ricardo Fogaça e o presidente do TRE-PR, desembargador Sigurd Roberto Bengtsson.

Ambos votaram contra a cassação.

“Não configura abuso de poder econômico porque não houve desequilíbrio no pleito”, disse Fogaça em seu voto.

Já Bengtsson citou doutrina do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), para absolver Moro: “Apenas a lei pode estabelecer eventuais limitações ou restrições”.

“Não se pode exigir que Sergio Moro computasse de forma cumulativa todos os gastos de pré-campanha à Presidência da República e a cargos legislativos em São Paulo e no Paraná sem que houvesse lei para tanto”, disse Bengtsson.

Apenas indicados de Lula votaram contra Moro

A exemplo do que fez o desembargador eleitoral José Rodrigo Sade, seu colega Julio Jacob Junior (foto) votou por cassar o mandato de senador de Sergio Moro (União-PR). Os dois votos pela cassação do ex-juiz da Lava Jato no julgamento do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PR) dados até agora couberam aos dois desembargadores indicados por Lula para atuar no caso.

Após o voto de Jacob, o placar do julgamento ficou em 3×2 contra a cassação. Moro precisa de apenas mais um voto para manter o caso no julgamento do TRE-PR. A sessão desta terça-feira, 8, foi interrompida por 40 minutos.

Jacob disse, em seu voto, que considerou apenas os gastos de Moro durante a pré-campanha ao Senado pelo Paraná. A acusação de PT e PL por abuso de poder econômico contra o ex-juiz trata das pré-campanhas de Moro ao Palácio do Planalto e ao Senado por São Paulo.

Até a segurança

Para o desembargador eleitoral indicado por Lula, só os gastos da pré-campanha de Moro ao Senado já seriam o bastante para configurar o abuso de poder econômico. Para tanto, ele considerou inclusive os gastos com segurança para o pré-candidato, o que o relator do caso, Luciano Carrasco Falavinha Souza, já tinha deixado claro que inviabilizaria campanhas de candidatos ameaçados.

O presidente do TRE-PR, Sigurd Roberto Bengtsson, anunciou na segunda-feira, 8, que, apesar de não ser obrigado a fazê-lo, vai proferir seu voto nesta terça.

“Vou seguir um precedente do Tribunal Superior Eleitoral, que anulou um julgamento do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro, no qual o presidente não expôs o voto. Então, entendo que, neste tipo de demanda, que pode importar em perda de mandato, há precedentes que exigem que o presidente vote. Então, também irei expor meu voto amanhã”, anunciou.

Independente da decisão do TRE-PR, a cassação do mandato de Moro será definida pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Ele é acusado de abuso de poder econômico por PT e PL por supostamente ter se beneficiado de suas pré-campanhas ao Palácio do Planalto e ao Senado por São Paulo para se eleger senador pelo Paraná.

Entretenimento

Ana Clara revela diagnóstico de doença séria

21.06.2024 12:08 2 minutos de leitura
Visualizar

Líder do Hezbollah: "nenhum lugar estará seguro" em caso de guerra

Alexandre Borges Visualizar

O guia definitivo para descobrir seu número NIS: benefícios, apps e mais

Visualizar

Euro 2024: França não contará com Mbappé contra a Holanda

Visualizar

Meio-Dia em Brasília: Dá para recuperar o estrago do Lula?

Visualizar

Ronnie Lessa põe em risco segurança de funcionários e presos em Tremembé

Visualizar

Tags relacionadas

cassação de mandato Sergio Moro TRE-PR
< Notícia Anterior

Padre responsável por orgia é condenado na Polônia

09.04.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

O que diziam petistas sobre o STF

09.04.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

O guia definitivo para descobrir seu número NIS: benefícios, apps e mais

O guia definitivo para descobrir seu número NIS: benefícios, apps e mais

21.06.2024 12:00 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Ronnie Lessa põe em risco segurança de funcionários e presos em Tremembé

Ronnie Lessa põe em risco segurança de funcionários e presos em Tremembé

21.06.2024 11:54 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Mitsubishi oferece modelos queridinhos com bônus de até R$ 25 mil

Mitsubishi oferece modelos queridinhos com bônus de até R$ 25 mil

21.06.2024 11:37 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
FGTS: Saque Emergencial para moradores de Petrópolis vítimas das enchentes

FGTS: Saque Emergencial para moradores de Petrópolis vítimas das enchentes

21.06.2024 11:30 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.