Tragédia no RS amplia importância política da COP 30 Tragédia no RS amplia importância política da COP 30
O Antagonista

Tragédia no RS amplia importância política da COP 30

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 20.05.2024 09:29 comentários
Brasil

Tragédia no RS amplia importância política da COP 30

O evento, com 140 líderes mundiais, discutirá os caminhos do planeta para o meio ambiente, pauta em relação a qual o Brasil, como anfitrião e guardião da Amazônia, quer, agora mais do que nunca, exercer papel político de liderança global.

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 20.05.2024 09:29 comentários 0
Tragédia no RS amplia importância política da COP 30
Foto: Ricardo Stuckert/PR

“Todos os lugares no Brasil que já têm histórico de enchentes veem-se agora sob risco iminente de novas cheias descomunais, sobretudo em lugares com encostas, a que acresce o risco de desabamentos”, diz Marcus Nakagawa, professor de Responsabilidade Socioambiental e Sustentabilidade da Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM).

Ainda segundo Nakagawa, “estes lugares atingidos estavam mapeados por cientistas, geógrafos e demais estudiosos que trabalham com a crise climática.”

No ano passado, o Brasil somou 1161 desastres naturais, mais de três por dia, em média. É um recorde, segundo o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), desde que os registos começaram em 2011.

São enchentes, como no Rio Grande do Sul, mas ainda incêndios florestais, ondas de calor e secas. “Os eventos extremos ou raros estão cada vez mais frequentes e mais extremos e é de esperar que isto continue”, disse à AFP José Marengo, coordenador de pesquisa do Cemaden.

Seca histórica no Pantanal

A geografia brasileira singular explica a vulnerabilidade. Abafada pelas notícias sobre a calamidade no Sul do país, tem passado despercebida a maior seca em 61 anos no Pantanal, bioma no Centro-Oeste do país, classificada como “crítica” pela Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico, por défice chuvoso de 30%.

Segundo Márcia Seabra, a coordenadora do Instituto Nacional de Meteorologia, “há um bloqueio atmosférico na parte central do Brasil atualmente”. “Essa obstrução causa as ondas de calor nas regiões centrais e impede que a frente fria do Sul se desloque para outras regiões do país, o que explica o volume enorme de chuvas no Rio Grande do Sul e a seca na parte central, atingindo o Pantanal”, explicou

COP 30

O estado do Pará se prepara para receber a 30ª Conferência da ONU sobre Mudanças Climáticas (COP30), a ser realizada em Belém (PA), em novembro de 2025. De acordo com estimativas da Fundação Getúlio Vargas (FGV), é esperado um fluxo de mais de 40 mil visitantes durante os principais dias da Conferência. Deste total, aproximadamente 7 mil compõem a chamada “família COP”, formada pelas equipes da ONU e delegações de países membros.

Três convênios envolvendo os governos federal, paraense e a prefeitura de Belém foram assinados no dia 6 de maio, em cerimônia no Palácio do Planalto. Eles preveem investimentos de mais de R$ 1,3 bilhão de investimentos em melhorias na capital do Pará, visando a 30ª Conferência das Partes da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (COP 30).

O desastre no Rio Grande do Sul acabou ampliando a importância da Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas, a COP 30, que será realizada em Belém, no Pará, em 2025.

O evento, com 140 líderes mundiais, discutirá os caminhos do planeta para o meio ambiente, pauta em relação a qual o Brasil, como anfitrião e guardião da Amazônia, quer, agora mais do que nunca, exercer papel político de liderança global.

Para Marcus Nakagawa, professor de Responsabilidade Socioambiental e Sustentabilidade da Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM), “na COP 30, os casos de enchentes serão obrigatoriamente debatidos mas não apenas eles, também os dos impactos das secas nos rios no norte do país, estas evidências tristes e catastróficas são a prova da necessidade e da importância de discussões como a COP 30 mas ainda de ações dos poderes públicos”.

Mundo

Nova lei na Louisiana exige os Dez Mandamentos em escolas públicas

20.06.2024 19:54 2 minutos de leitura
Visualizar

São João no Recife 2024: Veja a programação completa

Visualizar

Marido de Cleo sofre traumatismo craniano após acidente

Visualizar

Cancelamento do Nubank: público já percebe que ataques são orquestrados

Madeleine Lacsko Visualizar

Batida frontal de trens no Chile deixa 2 mortos e vários feridos

Visualizar

Crusoé: A "profunda decepção" dos EUA com Netanyahu

Visualizar

Tags relacionadas

COP 30
< Notícia Anterior

Adolescente mata família e chama a polícia em São Paulo

20.05.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Atraso no Saque-Aniversário de Maio do FGTS resolvido pela caixa

20.05.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

O Antagonista é um dos principais sites jornalísticos de informação e análise sobre política do Brasil. Sua equipe é composta por jornalistas profissionais, empenhados na divulgação de fatos de interesse público devidamente verificados e no combate às fake news.

Suas redes

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

São João no Recife 2024: Veja a programação completa

São João no Recife 2024: Veja a programação completa

20.06.2024 19:49 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Moraes arquiva inquérito sobre big techs na campanha contra PL das fake news

Moraes arquiva inquérito sobre big techs na campanha contra PL das fake news

20.06.2024 18:43 4 minutos de leitura
Visualizar notícia
Toffoli não descriminaliza, e julgamento sobre maconha no STF segue aberto

Toffoli não descriminaliza, e julgamento sobre maconha no STF segue aberto

20.06.2024 18:33 4 minutos de leitura
Visualizar notícia
Os 12 meses das queimadas do "amor" no Pantanal

Os 12 meses das queimadas do "amor" no Pantanal

20.06.2024 17:43 4 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.