O Antagonista

STF retoma sessão de julgamentos com discussão sobre separação de bens

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 31.01.2024 16:21 comentários
Brasil

STF retoma sessão de julgamentos com discussão sobre separação de bens

Primeiro item da pauta do STF para esta quinta é o regime de bens para casamento de pessoas com mais de 70 anos

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 31.01.2024 16:21 comentários 0
STF retoma sessão de julgamentos com discussão sobre separação de bens
Foto: Nelson Jr./SCO/STF

O Supremo Tribunal Federal (STF) retoma os trabalhos nesta quinta-feira, 1. A primeira sessão de julgamentos 2024 traz na pauta o recurso que discute o regime de bens para casamento de pessoas com mais de 70 anos. A corte avalia também se essa restrição, caso validada, se estende às uniões estáveis.

De acordo com o Código Civil, é obrigatório o regime de separação de bens no casamento de pessoas com mais de 70 anos. Mas no processo em julgamento, a companheira de um homem com quem constituiu união estável quando ele tinha mais de 70 anos conseguiu, na primeira instância, direito de fazer parte do inventário e entrar na partilha dos bens juntamente com os filhos do falecido.

O caso chegou ao STF, no entanto, após o Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP) aplicar à união estável o regime da separação de bens, por entender que a intenção da lei é proteger a pessoa idosa e seus herdeiros de eventual casamento por interesse.

Caso o Supremo acolha a ação movida pela mulher, a tese aprovada nesse julgamento será aplicada a casos semelhantes. O reconhecimento da repercussão geral da matéria levou em conta, entre outros pontos, o respeito à autonomia e à dignidade humana, a vedação à discriminação contra idosos e a proteção às uniões estáveis.

Também entrou na pauta de julgamentos desta quinta o recurso com repercussão geral que discute a chamada “revisão da vida toda”. Nele o colegiado analisa um recurso do INSS contra a aplicação do cálculo mais benéfico para aposentadorias e benefícios de quem contribuía para a previdência antes de novembro de 1999.

*Com informações do stf.jus

Brasil

União sai fortalecido para as eleições, diz Efraim

Júlia Schiaffarino
29.02.2024 18:59 3 minutos de leitura
Visualizar

Candidato de Dino em São Luís terá apoio do PT e do PL de Bolsonaro

Wesley Oliveira Visualizar

Incrível arrancada da Inter de Milão! Quebra de recorde de vitórias no futebol italiano!

Visualizar

Consórcio de empresa chinesa vence leilão de trem SP-Campinas

Visualizar

EUA refutam preparação nuclear da Rússia frente a ameaças de Putin

Visualizar

Febre Oropouche tem primeiro paciente confirmado no RJ

Visualizar

< Notícia Anterior

Egito, Etiópia, Irã, Arábia Saudita e Emirados Árabes entram para o BRICS

31.01.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Crusoé: Nikki Haley quer ser a alternativa contra "dois velhos rabugentos"

31.01.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

União sai fortalecido para as eleições, diz Efraim

União sai fortalecido para as eleições, diz Efraim

Júlia Schiaffarino
29.02.2024 18:59 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Candidato de Dino em São Luís terá apoio do PT e do PL de Bolsonaro

Candidato de Dino em São Luís terá apoio do PT e do PL de Bolsonaro

Wesley Oliveira
29.02.2024 18:57 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Consórcio de empresa chinesa vence leilão de trem SP-Campinas

Consórcio de empresa chinesa vence leilão de trem SP-Campinas

29.02.2024 18:29 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Febre Oropouche tem primeiro paciente confirmado no RJ

Febre Oropouche tem primeiro paciente confirmado no RJ

29.02.2024 18:21 2 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.