STF marca para 25 de fevereiro julgamento sobre a "revisão da vida toda" do INSS STF marca para 25 de fevereiro julgamento sobre a "revisão da vida toda" do INSS
O Antagonista

STF marca para 25 de fevereiro julgamento sobre a “revisão da vida toda” do INSS

avatar
Gabriela Coelho
2 minutos de leitura 14.02.2022 13:46 comentários
Brasil

STF marca para 25 de fevereiro julgamento sobre a “revisão da vida toda” do INSS

O Supremo Tribunal Federal marcou para o próximo dia 25 de fevereiro o julgamento, no plenário virtual, a tese da “revisão da vida toda”, que trata de mudanças nas regras para cálculo de benefício previdenciário. O julgamento irá até 9 de março por causa do feriado de Carnaval...

avatar
Gabriela Coelho
2 minutos de leitura 14.02.2022 13:46 comentários 0
STF marca para 25 de fevereiro julgamento sobre a “revisão da vida toda” do INSS
Tudo o que você precisar saber sobre o seguro-desemprego em 2024

O Supremo Tribunal Federal marcou para o próximo dia 25 de fevereiro o julgamento, no plenário virtual, a tese da “revisão da vida toda”, que trata de mudanças nas regras para cálculo de benefício previdenciário. O julgamento irá até 9 de março por causa do feriado de Carnaval.

Em junho de 2021, um pedido de vista do ministro Alexandre de Moraes suspendeu o julgamento. Agora, ele deve apresentar o voto, que vai desempatar a análise. 

O nome adotado para a tese remete ao ponto principal questionado na ação pelos aposentados, que tem como base a Lei nº 9.876, de 1999. A norma instituiu o fator previdenciário e trouxe uma nova regra de cálculo, ampliando gradualmente a base de cálculo dos benefícios, que passaram a ser os maiores salários de contribuição correspondentes a 80% de todo o período contributivo do segurado.

A nova legislação, porém, trouxe uma regra de transição para quem já contribuía com a Previdência Social. A corte vai decidir se quem se aposentou após 1999 – ano em que houve uma mudança na forma de calcular os benefícios – pode solicitar uma revisão incluindo na conta contribuições feitas antes de julho de 1994. 

O placar está em cinco votos a favor e cinco contra. Até o momento, a ministra Rosa Weber se posicionou a favor do pedido dos aposentados juntos aos ministros Marco Aurélio Mello, Edson Fachin, Cármen Lúcia e Ricardo Lewandowski. E o ministro Luiz Fux, contra o pedido dos aposentados, junto com os ministros Nunes Marques, Gilmar Mendes, Dias Toffoli e Luís Roberto Barroso.

O impacto da “revisão da vida toda” para os cofres públicos é estimado pela Secretaria de Previdência do Ministério da Economia em R$ 46,4 bilhões para o período de 2015 a 2029, conforme informações do processo citadas no voto de Nunes Marques.

Mundo

Taiwan recebe apoio dos EUA contra ameaça chinesa

21.04.2024 16:54 3 minutos de leitura
Visualizar

STF julga retorno de Ednaldo Rodrigues ao comando da CBF

Visualizar

Conheça as eleições na Índia: a mais longa do mundo

Visualizar

"Impacto das Celebridades no Instagram: Poder e Influência!"

Visualizar

Musk: “X apenas tenta seguir as leis do Brasil sem favorecer candidato”

Visualizar

Dieta paterna influencia saúde dos filhos

Visualizar

Tags relacionadas

“revisão da vida toda” INSS STF
< Notícia Anterior

'Lulalckmin' já tem até santinho e figurinhas

14.02.2022 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

"Tarcísio não é conservador”, diz Weintraub

14.02.2022 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Gabriela Coelho

É jornalista formada pelo UniCEUB, em Brasília. Tem especialização em gestão de crise e redes sociais. Passou pelas redações do Jornal de Brasília, Globo, Revista Consultor Jurídico e CNN Brasil. Conhece o mundo do Judiciário há alguns anos, desde quando ainda era estagiária do TSE. Gosta dessa adrenalina jurídica entre pedidos e decisões. Brasiliense, cobriu as eleições nacionais de 2010, 2014 e 2018 e municipais de 2012 e 2020.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

STF julga retorno de Ednaldo Rodrigues ao comando da CBF

STF julga retorno de Ednaldo Rodrigues ao comando da CBF

21.04.2024 16:50 1 minuto de leitura
Visualizar notícia
STF confirma decisão de Nunes Marques e nega soltura de presos por 8/1

STF confirma decisão de Nunes Marques e nega soltura de presos por 8/1

21.04.2024 15:21 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Entendendo a Lei Cortez e o impacto no mercado editorial

Entendendo a Lei Cortez e o impacto no mercado editorial

21.04.2024 15:20 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
TJ-SP proíbe bíblia em sessões da Câmara de Bauru

TJ-SP proíbe bíblia em sessões da Câmara de Bauru

21.04.2024 15:00 2 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.