Saque do FGTS após demissão: guia completo e dicas essenciais Saque do FGTS após demissão: guia completo e dicas essenciais
O Antagonista

Saque do FGTS após demissão: guia completo e dicas essenciais

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 19.04.2024 11:30 comentários
Brasil

Saque do FGTS após demissão: guia completo e dicas essenciais

Entenda tudo sobre o saque do FGTS após demissão.

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 19.04.2024 11:30 comentários 0
Saque do FGTS após demissão: guia completo e dicas essenciais
Foto: Imagem de Arquivo/Agência Brasil

Saiba como proceder para sacar o FGTS após ser demissão, vamos esclarecer as principais dúvidas sobre o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e explicar o passo a passo para acessar esse direito vital para todos os trabalhadores regidos pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

Como funciona o FGTS na prática?

O FGTS é uma garantia para o trabalhador, acumulada ao longo do período em que está empregado. Porém, ainda existem muitas dúvidas sobre como acessar esse direito, especialmente após o término de um contrato de trabalho.

Após a comunicação da rescisão por parte do empregador, o valor devido deve ser depositado na conta vinculada do empregado em até 5 dias úteis, e o trabalhador tem até 30 dias para realizar o saque.

O que fazer se o FGTS não for depositado?

Caso o valor do FGTS não apareça na sua conta no prazo estabelecido, é essencial verificar se os dados cadastrais estão corretos.

Se estiverem, o próximo passo é contatar o aplicativo FGTS ou acessar o site da Caixa FGTS para mais informações.

Em casos de erro persistente, a Caixa disponibiliza o telefone 0800 724 2019 ou o atendimento direto nas agências.

Perdi o prazo de saque do FGTS, e agora?

Se você perder o prazo de 30 dias para o saque, é necessário solicitar a liberação do valor novamente ao empregador.

A partir da nova solicitação, a liberação do saque deve ocorrer em até 15 dias úteis.

Lembre-se de que o saldo do FGTS é corrigido mensalmente, então pode ser vantajoso aguardar a atualização monetária antes de sacar.

Passo a passo para sacar o FGTS após a notificação de rescisão

  • A empresa precisa informar ao sistema da Caixa a rescisão do contrato.
  • O trabalhador deve apresentar na agência da Caixa os documentos de identificação pessoal e documentos adicionais, que variam conforme o tipo de demissão.

Se a rescisão foi sem justa causa, o trabalhador tem direito a 8% do total de seu salário bruto.

Já os aprendizes contam com um recolhimento diferenciado de 2%, e os trabalhadores domésticos, 11,2%, sendo 8% do depósito mensal e 3,2% destinados ao recolhimento rescisório.

Quais são as consequências se a empresa não depositar o FGTS?

Se a empresa deixar de cumprir com suas obrigações em relação ao FGTS, o trabalhador pode entrar com uma ação na Justiça do Trabalho dentro de um prazo de até dois anos após a demissão.

Em situações mais extremas, como falência da empresa, o ex-empregado deverá aguardar na fila dos credores para receber o valor devido.

Por fim, com a digitalização dos serviços, o FGTS Digital agora permite a dispensa da chave de liberação para saques, facilitando ainda mais o acesso aos recursos do fundo pelos trabalhadores.

Este é um direito seu, e é vital estar bem informado para garantir que não haja contratempos no momento de acessar esses fundos.

Mundo

Crusoé: Após crise diplomática, Milei vai sair para cantar

21.05.2024 13:36 1 minuto de leitura
Visualizar

PF combate fraudes no Enem em Marabá

Visualizar

O "novo cangaço" na mira da polícia em SP

Visualizar

Presidente da FFMS Francisco Cezário é preso por desvio milionário

Visualizar

Onde assistir Vasco x Fortaleza: confira detalhes da partida

Visualizar

Deputado dos EUA aponta “perversão” do TPI ao “perseguir governo israelense”

Visualizar

Tags relacionadas

demissão FGTS
< Notícia Anterior

Líder do Hamas visitará a Turquia neste sábado

19.04.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Ao lado de Lula, comandante do Exército defende previsão orçamentária

19.04.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

PF combate fraudes no Enem em Marabá

PF combate fraudes no Enem em Marabá

21.05.2024 13:29 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
O "novo cangaço" na mira da polícia em SP

O "novo cangaço" na mira da polícia em SP

21.05.2024 13:07 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Presidente da FFMS Francisco Cezário é preso por desvio milionário

Presidente da FFMS Francisco Cezário é preso por desvio milionário

21.05.2024 13:04 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Moraes defende "regulamentação internacional" da IA para eleições

Moraes defende "regulamentação internacional" da IA para eleições

21.05.2024 12:46 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.