O Antagonista

RJ registra recorde de crianças baleadas durante tiroteios

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 29.01.2024 13:07 comentários
Brasil

RJ registra recorde de crianças baleadas durante tiroteios

Segundo o levantamento do Instituto Fogo Cruzado, 25 crianças foram baleadas no ano de 2023 no Rio de Janeiro

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 29.01.2024 13:07 comentários 0
RJ registra recorde de crianças baleadas durante tiroteios
Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

De acordo com dados divulgados pelo Instituto Fogo Cruzado, nesta segunda-feira, 29, o número de crianças baleadas durante tiroteios bateu recorde em 2023. Ao todo, foram registrados 25 casos de crianças atingidas por disparos, resultando em 10 mortes.

Essa é a maior quantidade já registrada desde o início da série histórica em 2016.

Um dos primeiros casos foi o de Juan Davi de Souza Faria, de apenas 11 anos, vítima de uma bala perdida durante as comemorações de ano novo em Mesquita, na Baixada Fluminense. O menino estava na varanda de sua casa quando foi atingido.

Segundo o levantamento do Instituto Fogo Cruzado, o número de crianças baleadas em 2023 igualou-se ao registrado em 2018. No entanto, o último ano foi mais letal, com 10 mortes entre os atingidos.

Vítimas de balas perdidas

O relatório também revelou que 2023 teve o maior número de vítimas de balas perdidas nos últimos quatro anos. Ao todo, foram 131 pessoas atingidas, sendo que 42 não sobreviveram aos ferimentos e outras 89 ficaram feridas.

Dentre essas vítimas, 70 foram atingidas durante ações e operações policiais, representando 53% do total. Infelizmente, dessas vítimas atingidas durante operações, 23 perderam a vida e 47 ficaram feridas.

Força Nacional permanecerá no Rio de Janeiro por mais 60 dias

Para tentar conter a onda de violência no estado, a Força Nacional de Segurança Pública continuará atuando no Rio de Janeiro por, pelo menos, mais 60 dias, até o dia 31 de março.

A prorrogação da presença dessas equipes foi oficializada através da publicação no Diário Oficial da União nesta segunda-feira, 29.

Essa operação dos agentes da Força Nacional teve início em outubro do ano passado, após um pedido feito pelo governador Cláudio Castro. Naquela época, o Rio vivia uma grave escalada de violência.

Violência no Rio de Janeiro

Dentre os casos que ganharam destaque, podemos citar o assassinato dos médicos que foram confundidos com milicianos na orla da Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio, e os ataques coordenados por criminosos após a morte do miliciano Faustão, onde pelo menos 35 ônibus foram incendiados, causando pânico em moradores de diferentes bairros.

Cerca de 300 agentes provenientes de nove estados brasileiros foram deslocados para o Rio de Janeiro com o objetivo principal de atuarem nas rodovias que cortam o estado.

Essa ação é realizada em conjunto com a Polícia Rodoviária Federal, visando impedir a entrada ilegal de armas e drogas no território carioca.

Brasil

Pacheco cogita desafiar STF para corrida sobre maconha

Wilson Lima
05.03.2024 07:12 3 minutos de leitura
Visualizar

Você pode ajudar a encontrar Cleusa, uma das desaparecidas do Brasil

Visualizar

Santa Rita do Sapucaí realiza ajustes após acordo com MPMG: Concurso público e fim de nepotismo

Visualizar

CPI da Braskem: uma investigação de quatro senadores

Visualizar

Flamengo tenta contratação de Maycon, do Corinthians

Visualizar

Abono Salarial PIS/Pasep: Tudo que Você Precisa Saber

Visualizar

Tags relacionadas

bala perdida criança Fogo Cruzado Força Nacional onda de violência Rio de Janeiro
< Notícia Anterior

Em meio à crise da Abin Paralela, servidores cobram marco legal para Inteligência

29.01.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Restos a pagar em 2024 alcançam R$ 284,8 bilhões, diz Fazenda

29.01.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Você pode ajudar a encontrar Cleusa, uma das desaparecidas do Brasil

Você pode ajudar a encontrar Cleusa, uma das desaparecidas do Brasil

05.03.2024 07:12 1 minuto de leitura
Visualizar notícia
Pacheco cogita desafiar STF para corrida sobre maconha

Pacheco cogita desafiar STF para corrida sobre maconha

Wilson Lima
05.03.2024 07:12 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Santa Rita do Sapucaí realiza ajustes após acordo com MPMG: Concurso público e fim de nepotismo

Santa Rita do Sapucaí realiza ajustes após acordo com MPMG: Concurso público e fim de nepotismo

05.03.2024 07:07 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
CPI da Braskem: uma investigação de quatro senadores

CPI da Braskem: uma investigação de quatro senadores

05.03.2024 07:06 2 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.