Respaldo militar puxa movimento para STF e Congresso, disse Mauro Cid Respaldo militar puxa movimento para STF e Congresso, disse Mauro Cid
O Antagonista

Respaldo militar puxa movimento para STF e Congresso, disse Mauro Cid

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 16.02.2024 09:32 comentários
Brasil

Respaldo militar puxa movimento para STF e Congresso, disse Mauro Cid

Em áudio, Cid disse que os organizadores dos movimentos montados em frente aos quartéis estavam se sentindo seguros para "dar um passo à frente"

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 16.02.2024 09:32 comentários 0
Respaldo militar puxa movimento para STF e Congresso, disse Mauro Cid
Foto: Bruno Spada / Câmara dos Deputados

Em áudio enviado a um celular que a Polícia Federal diz ser do general Marco Antônio Freire Gomes, ex-comandante do Exército, o tenente-coronel Mauro Cid (foto), ex-ajudante de ordens de Jair Bolsonaro, afirmou que o respaldo militar aos acampamentos montados em frente aos quartéis puxava o movimento para o Supremo Tribunal Federal e para o Congresso.

Segundo O Globo, em conversa documentada pela Polícia Federal na representação que embasou a Operação Tempus Veritatis, Cid disse, em 11 de novembro de 2022, que os organizadores dos movimentos estavam se sentindo seguros para “dar um passo à frente”.

“Então, com a carta das Forças Armadas, o pessoal elogiou muito”, afirmou Cid, referindo-se a uma carta conjunta dos comandantes das Forças Armadas na qual defendiam a legitimidade das manifestações.

“Eles estão se sentindo seguro [sic] para dar um passo à frente. Então, os organizadores dos movimentos vão canalizar todos os movimentos previstos [inaudível] o dia 15 como ápice, a partir de agora. Tá pro Congresso, STF, Praça dos Três Poderes basicamente”, acrescentou.

“E o que eles entenderam dessa carta? Que, obviamente, os movimentos vão ser convocados de forma pacífica, e eles estão sentindo o respaldo das Forças Armadas, porque agora esses movimentos, e é o que os caras queriam, vão botar o nome deles no circuito para aparecer [sic] lideranças que puxam o movimento para o STF e o Congresso”, completou.

“Alinhamento de condutas”

Para a PF, o áudio de Mauro Cid demonstrou o “alinhamento de condutas” entre as lideranças dos atos de 8 de janeiro e integrantes do governo Bolsonaro, além da participação de militares para respaldar “os movimentos de ataque às instituições”.

“Percebe-se que no dia 11 de novembro de 2022 já havia a intenção de que as manifestações fossem direcionadas fisicamente contra o STF e o Congresso Nacional, fato que efetivamente ocorreu no dia 8 de janeiro de 2023”, afirmaram os investigadores na representação enviada ao Supremo.

Leia também:

Bolsonaro “enxugou o decreto”, disse Mauro Cid em áudio

Esportes

Athletico-PR vence o Danubio pela Sul-Americana e segue 100%

24.04.2024 23:00 3 minutos de leitura
Visualizar

Botafogo vence o Universitario pela Libertadores com golaço de Luiz Henrique

Visualizar

Flamengo na Libertadores: Tite faz mudanças de última hora na escalação

Visualizar

O cinismo de André Janones sobre rachadinha

Visualizar

PC-RJ indicia suspeitos por assassinato de advogado a queima roupa

Visualizar

20 toneladas de queijo sao apreendidas em Minas Gerais

Visualizar

Tags relacionadas

8 de janeiro Congresso marco antonio freire gomes Mauro Cid STF Tempus Veritatis
< Notícia Anterior

Morte de opositor russo Alexei Navalny repercute no cenário político mundial

16.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Fuga após tentativa de feminicídio em Coroatá: suspeito ainda não foi encontrado

16.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

PC-RJ indicia suspeitos por assassinato de advogado a queima roupa

PC-RJ indicia suspeitos por assassinato de advogado a queima roupa

24.04.2024 20:56 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
20 toneladas de queijo sao apreendidas em Minas Gerais

20 toneladas de queijo sao apreendidas em Minas Gerais

24.04.2024 20:51 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Ludmilla ganha relógio de luxo de Brunna no aniversário de 29 Anos

Ludmilla ganha relógio de luxo de Brunna no aniversário de 29 Anos

24.04.2024 20:47 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Suposto sobrinho de Marcola, do PCC, teria sido preso em operação no SC

Suposto sobrinho de Marcola, do PCC, teria sido preso em operação no SC

24.04.2024 20:24 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.