O Antagonista

“Repassem ao máximo”, diz Bolsonaro sobre envio de fake news

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 22.08.2023 12:20 comentários
Brasil

“Repassem ao máximo”, diz Bolsonaro sobre envio de fake news

Jair Bolsonaro aparece na decisão do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), para arquivar uma investigação sobre um suposto grupo de mensagens golpistas envolvendo empresários...

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 22.08.2023 12:20 comentários 0
“Repassem ao máximo”, diz Bolsonaro sobre envio de fake news
Foto: João Pedro Moreira/O Antagonista

Jair Bolsonaro aparece na decisão do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), que arquivou uma investigação sobre um suposto grupo de mensagens golpistas envolvendo empresários. O então presidente teria indicado que os integrantes do grupo deveriam repassar uma mensagem com fake news contra a corte e o Datafolha, instituto de pesquisa ligado ao jornal Folha de S. Paulo.

A mensagem foi encaminhada pelo contato “PR Bolsonaro 8” no celular de Meyer Nigri, um dos originalmente investigados no inquérito. Ao texto, encaminhado no dia 26 de junho, Nigri — que é um dos controladores da Tecnisa— respondeu: “Já repassei para vários grupos!” e “Abraços de Veneza.”.

“O ministro Barroso faz peregrinação no exterior sobre o atual processo eleitoral brasileiro, como sendo algo seguro e confiável. O pior, mente sobre o que se tentou aprovar em 2021: o voto impresso ao lado da urna eletrônica, quando ele se reuniu com lideranças partidárias e o Voto Impresso foi derrotado. Isso chama-se INTERFERÊNCIA. Todo esse desserviço à Democracia dos 3 ministros do TSE/STF, faz somente aumentar a desconfiança de fraudes preparadas por ocasião das eleições. O DataFolha infla os números de Lula para dar respaldo ao TSE por ocasião do anúncio do resultado eleitoral. REPASSE AO MÁXIMO”, diz a mensagem repassada por Bolsonaro, que pode ser encontrada ainda hoje nas redes sociais.

O grupo

Moraes descreve assim o grupo de mensagens: “Referido grupo reunia grandes empresários de diversas partes do país a pretexto de apoiar a reeleição do então Presidente da República Jair Messias Bolsonaro e conforme apontou a Polícia Federal, demonstraram aderência voluntária ao mesmo modo de agir da associação especializada investigada no Inq. 4874/DF, focada nos mesmos objetivos: atacar integrantes de instituições públicas, desacreditar o processo eleitoral brasileiro, reforçar o discurso de polarização; gerar animosidade dentro da própria sociedade brasileira, promovendo o descrédito dos Poderes da República, além de outros crimes”.

A investigação segue apenas sobre Meyer Nigri e Luciano Hang, o dono da rede de lojas Havan. “Em relação a AFRÂNIO BARREIRA FILHO; JOSÉ ISAAC PERES; JOSÉ KOURY JUNIOR; IVAN WROBEL; MARCO AURÉLIO RAYMUNDO E LUIZ ANDRÉ TISSOT não foram confirmados indícios reais de fatos típicos praticados pelos investigados (quis) ou qualquer indicação dos meios que os mesmos teriam empregado (quibus auxiliis) em relação às condutas objeto de investigação”, diz Moraes em sua decisão.

Mais Lidas

1

Governo Lula vai gastar R$ 1 milhão em trajes ‘anti-8 de janeiro’

Visualizar notícia
2

Diante de nova derrota, Fazenda estuda compensação por desoneração

Visualizar notícia
3

Bombardeiros russos e chineses interceptados pela OTAN no Alasca

Visualizar notícia
4

Revendo a revisão de gastos

Visualizar notícia
5

Eleição em Campo Grande opõe ex-ministros de Bolsonaro

Visualizar notícia
6

Se o Brasil é Gaza, como disse Lula, quem seria o nosso Hamas?

Visualizar notícia
7

Câmara dos EUA cria força-tarefa para investigar atentado contra Trump

Visualizar notícia
8

Saúde retomará megalicitação de R$ 840 mi com riscos de superfaturamento

Visualizar notícia
9

Hamas dispara de área humanitária e atinge escola da UNRWA

Visualizar notícia
10

Você pode ajudar a encontrar Maria Eduarda, uma das desaparecidas do Brasil

Visualizar notícia

Assine nossa newsletter

Inscreva-se e receba o conteúdo do O Antagonista em primeira mão!

Tags relacionadas

Alexandre de Moraes Jair Bolsonaro luciano hang Meyer Nigri STF
< Notícia Anterior

INSS: governo fará pente-fino em “fraudes e erros” durante gestão Bolsonaro

22.08.2023 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Gonçalves Dias será ouvido pela CPMI no dia 31 de agosto

22.08.2023 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Ford Maverick passa por reestilização de meia-vida: O que esperar?

Ford Maverick passa por reestilização de meia-vida: O que esperar?

25.07.2024 09:37 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
PL escala Michelle e Nikolas para campanhas municipais

PL escala Michelle e Nikolas para campanhas municipais

25.07.2024 09:30 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
INSS: calendário de pagamentos de 2024

INSS: calendário de pagamentos de 2024

25.07.2024 09:30 4 minutos de leitura
Visualizar notícia
Concursos Públicos de Nível Médio em 2024: Oportunidades atrativas por todo o país

Concursos Públicos de Nível Médio em 2024: Oportunidades atrativas por todo o país

25.07.2024 09:07 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.