O Antagonista

QG da Propina: Gilmar livra Crivella de ação por caixa 2 eleitoral

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 31.01.2024 11:46 comentários
Brasil

QG da Propina: Gilmar livra Crivella de ação por caixa 2 eleitoral

O ex-prefeito do Rio de Janeiro virou réu, em fevereiro de 2023, por crime eleitoral de falsidade ideológica, corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 31.01.2024 11:46 comentários 0
QG da Propina: Gilmar livra Crivella de ação por caixa 2 eleitoral
Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou que a Justiça Eleitoral do Rio de Janeiro encerre uma ação penal contra o deputado federal Marcelo Crivella (Republicanos-RJ, foto) por caixa 2 eleitoral.

O ex-prefeito do Rio de Janeiro virou réu, em fevereiro de 2023, por crime eleitoral de falsidade ideológica, corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa no caso do QG da Propina na prefeitura da capital fluminense.

Na decisão, Gilmar entendeu que o Ministério Público Eleitoral não poderia ter oferecido uma nova denúncia pelo crime de caixa 2 eleitoral após o Ministério Público do Rio de Janeiro ter arquivado a denúncia.

“O reenquadramento dos fatos ou a mudança de opinião do órgão acusador não autorizam o desarquivamento do inquérito. É necessário, como dito, que surjam provas novas para a reabertura das investigações”, disse o ministro do STF.

Apesar da decisão favorável a Crivella, Gilmar Mendes manteve as demais acusações apresentadas pelo MPE contra o deputado federal.

Crivella e QG da Propina

Marcelo Crivella e outras 25 pessoas foram acusadas pelo MP Eleitoral por montar um QG da Propina no Rio de Janeiro.

Segundo o Ministério Público do Rio, empresários pagavam propina para ter acesso a contratos e receber valores devidos pela gestão municipal.

O MP-RJ diz que a quadrilha arrecadou mais de 50 milhões de reais com o esquema de corrupção.

Acusado de operar o QG da Propina, o empresário Rafael Ferreira Alves não tinha cargo na prefeitura do Rio, mas tinha uma sala na sede da Riotur, a empresa de turismo da capital fluminense.

Crivella foi preso nove dias antes de terminar o mandato como prefeito do Rio de Janeiro em dezembro de 2020.

Em fevereiro de 2021, o ministro Gilmar Mendes, do STF, permitiu que Crivella pudesse responder em liberdade.

O magistrado tomou a decisão de soltar Crivella por vislumbrar “constrangimento ilegal manifesto” na prisão do ex-prefeito, considerando a medida excessiva e desproporcional.

Esportes

Jogando bem, Corinthians perde para Ponte Preta e se complica

25.02.2024 22:27 2 minutos de leitura
Visualizar

Cromossomo Y Está desaparecendo

Visualizar

Conheça a última área a ser mapeada nos EUA por ser inacessível

Visualizar

Estudo revela que povos tradicionais possuem a mesma felicidade de países ricos

Visualizar

Tite comenta caso de Daniel Alves

Visualizar

Casa Tody: loja de calçados fecha após 70 anos na Avenida Paulista

Visualizar

Tags relacionadas

Gilmar Mendes Justiça Eleitoral Marcelo Crivella QG da propina STF
< Notícia Anterior

Simples Nacional 2024: prazo para aderir encerra dia 31 de janeiro.

31.01.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

O show não pode parar (nem pelo Ministério) para Margareth

31.01.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (3)

Eduardo

2024-01-31 13:25:12

E ainda tem a cara de pau de afirmar que não é bem assim de que a percepção sobre corrupção aumentou...


Paulo Pinto

2024-01-31 12:20:38

As decisões tomadas por este senhor são inquestionáveis. É o líder da ditadura da toga.


Osmair Mendonça

2024-01-31 12:14:22

Gilmar o purgante geral da república


Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Casa Tody: loja de calçados fecha após 70 anos na Avenida Paulista

Casa Tody: loja de calçados fecha após 70 anos na Avenida Paulista

25.02.2024 21:00 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Conheça as mansões de famosos como Bruno Gagliasso e Simone Mendes disponíveis para aluguel

Conheça as mansões de famosos como Bruno Gagliasso e Simone Mendes disponíveis para aluguel

25.02.2024 20:55 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Tarcísio: “São Paulo ama vestir verde e amarelo”

Tarcísio: “São Paulo ama vestir verde e amarelo”

25.02.2024 20:18 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Deltan, Zema, Tarcísio, Malafaia; quem participou do ato de Bolsonaro

Deltan, Zema, Tarcísio, Malafaia; quem participou do ato de Bolsonaro

25.02.2024 19:57 2 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.