O Antagonista

PT de SP apela para recuperação fiscal: “Extrema penúria”

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 31.01.2024 09:52 comentários
Brasil

PT de SP apela para recuperação fiscal: “Extrema penúria”

Diretório estadual do PT está com verbas do fundo partidário e de doações privadas bloqueadas; dívidas envolvem campanha de Alexandre Padilha em 2014

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 31.01.2024 09:52 comentários 0
PT de SP apela para recuperação fiscal: “Extrema penúria”
Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

O diretório do PT em São Paulo está na lona. As verbas do fundo partidário e de doações privadas do principal braço estadual do partido estão bloqueadas judicialmente, como detalha reportagem da coluna de Guilherme Amado, do portal Metrópoles. O partido aderiu a um programa de recuperação fiscal para tentar quitar dívidas tributárias com a União.

Nas ações judiciais movidas por credores, o PT diz enfrentar “extrema penúria” e “situação de miserabilidade econômica” ao explicar a falta de liquidez no patrimônio. Essa situação levou ao bloqueio das contas do ministro de Relações Institucionais, Alexandre Padilha (foto), em 24 de janeiro, por conta de sua campanha nas eleições de 2014.

Em junho de 2018, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sancionou o PT-SP em 50% do valor das cotas do fundo partidário recebidas do diretório nacional por conta da falta de declaração de R$ 1,7 milhão gasto com candidaturas na eleição de 2016. Essa punição vale até 28 de fevereiro de 2026.

Metade das verbas

Estima-se que o diretório do PT em São Paulo receba por mês 395 mil reais dos 10,6 milhões de reais que o partido recolhe mensalmente via fundo partidário. Após a aplicação da multa, sobrariam 197,5 mil reais mensais, em contar os efeitos ocasionais de outros das muitos processos judiciais que o partido enfrenta.

O valor dos repasses para cada unidade estadual não precisam ser discriminados, mas o diretório paulista é o maior do partido, com 109 delegados, e fica com 13,62% do total destinado aos estados — 32% do que o PT recebe, calcula o Metrópoles.

Dívidas

A reportagem segue:

“O PT-SP apresenta, ainda, dívida ativa de R$ 2,8 milhões com a União, sendo que toda a quantia diz respeito a obrigações tributárias previdenciárias. Em manifestação citada pelo TRE-SP, em setembro de 2022, o diretório informou que a entrada num programa para renegociar os débitos tributários, no formato Refis, gerava despesa mensal de R$ 21 mil.

O diretório tem até 30 de junho para enviar a prestação de contas do ano passado ao TRE-SP. O último demonstrativo de obrigações a pagar, datado da prestação de 2022, listava um total de dívidas na casa de R$ 59,3 milhões.”

A direção nacional do PT tira o corpo fora. Um entendimento do Supremo Tribunal Federal (STF) desobriga, desde setembro de 2021, os partidos nacionais de arcar com dívidas estaduais ou municipais.

Seria hora de criar um Desenrola só para partido político?

Brasil

Revisão da Vida Toda: STF avança em análise para aposentadorias

26.02.2024 05:00 3 minutos de leitura
Visualizar

Jogando bem, Corinthians perde para Ponte Preta e se complica

Visualizar

Cromossomo Y Está desaparecendo

Visualizar

Conheça a última área a ser mapeada nos EUA por ser inacessível

Visualizar

Estudo revela que povos tradicionais possuem a mesma felicidade de países ricos

Visualizar

Tite comenta caso de Daniel Alves

Visualizar

Tags relacionadas

Alexandre Padilha eleições 2014 Partido dos Trabalhadores (PT) São Paulo
< Notícia Anterior

Boris Nadezhdin coleta assinaturas e deve enfrentar Putin nas eleições da Rússia

31.01.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

E a candidatura de Ricardo Salles?

31.01.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (3)

Marian

2024-01-31 12:07:02

Imagine a dinheirama de S ampa sendo administrada...


Alexandre Ataliba Do Couto Resende

2024-01-31 11:46:51

Torna todos inelegíveis, assim tomam juízo.


Nelson Pereira Cacheta

2024-01-31 10:01:00

Como é que um partido desse quer administrar um país se até um simples diretório passa por desorganização financeira.


Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Revisão da Vida Toda: STF avança em análise para aposentadorias

Revisão da Vida Toda: STF avança em análise para aposentadorias

26.02.2024 05:00 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Casa Tody: loja de calçados fecha após 70 anos na Avenida Paulista

Casa Tody: loja de calçados fecha após 70 anos na Avenida Paulista

25.02.2024 21:00 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Conheça as mansões de famosos como Bruno Gagliasso e Simone Mendes disponíveis para aluguel

Conheça as mansões de famosos como Bruno Gagliasso e Simone Mendes disponíveis para aluguel

25.02.2024 20:55 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Tarcísio: “São Paulo ama vestir verde e amarelo”

Tarcísio: “São Paulo ama vestir verde e amarelo”

25.02.2024 20:18 2 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.