Presidente da Marcha dos Prefeitos critica vaias a Lula Presidente da Marcha dos Prefeitos critica vaias a Lula
O Antagonista

Presidente da Marcha dos Prefeitos critica vaias a Lula

avatar
Wesley Oliveira
3 minutos de leitura 21.05.2024 12:05 comentários
Brasil

Presidente da Marcha dos Prefeitos critica vaias a Lula

Ao chegar ao evento, em Brasília, o petista foi recebido com vaias e aplausos, e pareceu incomodado. Paulo Ziulkoski deu bronca nos colegas

avatar
Wesley Oliveira
3 minutos de leitura 21.05.2024 12:05 comentários 0
Presidente da Marcha dos Prefeitos critica vaias a Lula
Presidente Lula na abertura da 25ª edição da Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios | Foto: Reprodução/YouTube CNM

O presidente Lula (PT) participou na manhã terça-feira, 23, “Marcha dos Prefeitos”, em Brasília. O evento é organizado pela Confederação Nacional de Municípios (CNM) e tem expectativa de receber mais de 10 mil gestores até quinta-feira, 23.

Ao chegar ao evento, Lula foi recebido com vaias e aplausos, e pareceu incomodado. Em discurso, o presidente da CNM, Paulo Ziulkoski, criticou as vaias a Lula.

“Eu já desde logo chamo muito atenção do plenário, que nesse plenário nos temos que primar pelo respeito as nossas autoridades. Não estamos aqui para disputa de direita, de centro, de esquerda, aqui estão os municípios do Brasil representado pelos prefeitos e prefeitas”, afirmou Ziulkoski.

Primeira vez

Essa é a primeira vez que Lula participa do evento neste seu terceiro mandato. Em 2023 ele foi representado pelo vice-presidente Geraldo Alckmin (PSB). O petista faria uma viagem à China na ocasião, porém adiou o compromisso por orientação médica ao ser diagnosticado com broncopneumonia bacteriana e viral.

“Peço encarecidamente ao plenário que aqui não haja vaia, aqui haja nada, nós estamos recebendo convidados e, como tal, eu tenho feito em todas as marchas, quem acompanha sabe disso”, disse Ziulkoski.

Os presidentes da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), e do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), e o vice-presidente, Geraldo Alckmin (PSB), também estiveram na cerimônia.

Rio Grande do Sul

No evento, o presidente Lula pediu um minuto de silêncio pelas vítimas da tragédia climática no Rio Grande do Sul. Lira e Pacheco também pediram ações urgentes para diminuir impactos das mudanças no clima nos municípios brasileiros.

Lira disse o estado gaúcho terá das autoridades federais “todas as ações possíveis, urgentes e apropriadas para diminuir, resolver e minorar o sofrimento dos irmãos do Rio Grande do Sul“. Também afirmou que a catástrofe no sul do país deixa “lições” para o restante do país.

“Em face das tragédias enfrentadas pelos municípios gaúchos, com as recentes cheias, é evidente que os desafios das cidades brasileiras no enfrentamento das mudanças climáticas passam a ocupar um patamar ainda mais elevado ante as preocupações dos gestores públicos”, disse Lira.

Já Rodrigo Pacheco disse que todos são solidários ao Rio Grande do Sul e pediu para que as diferenças políticas fiquem de lado. O senador afirmou que é preciso encontrar um “caminho de centro e de resultados” para o estado.

“O maior problema da vida nacional é o que acontece hoje no estado do Rio Grande do Sul”, disse.

Esportes

Eurocopa 2024: Inglaterra passa para as oitavas com susto

25.06.2024 18:12 2 minutos de leitura
Visualizar

Melhores cassinos com bonus no cadastro em 2024

Estúdio OÉ Visualizar

Crusoé: Livre do Ocidente, Assange voltará a ser peão de Putin

Visualizar

“Descriminalização só por meio de lei”, afirma Pacheco após decisão do STF

Visualizar

Piratas do caribe: reinício épico com Margot robbie e nova protagonista

Visualizar

António Oliveira segue exemplo no Palmeiras para revitalizar o Corinthians

Visualizar

Tags relacionadas

Arthur Lira e Rodrigo Pacheco CNM Confederação Nacional dos Municípios Marcha dos Prefeitos Paulo Ziulkoski presidente Lula
< Notícia Anterior

Descubra que país lidera o PIB per Capita global

21.05.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Neymar e construtora vão construir Caribe Brasileiro no Nordeste

21.05.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Wesley Oliveira

Suas redes

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

“Descriminalização só por meio de lei”, afirma Pacheco após decisão do STF

“Descriminalização só por meio de lei”, afirma Pacheco após decisão do STF

25.06.2024 18:05 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Muita facção para poucos fiscais no Brasil

Muita facção para poucos fiscais no Brasil

25.06.2024 17:45 6 minutos de leitura
Visualizar notícia
STF descriminaliza maconha e dá 18 meses para o Congresso regulamentar tema

STF descriminaliza maconha e dá 18 meses para o Congresso regulamentar tema

25.06.2024 17:39 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Fux rebate Toffoli: "Brasil não tem governo de juízes"

Fux rebate Toffoli: "Brasil não tem governo de juízes"

25.06.2024 17:22 4 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.