O Antagonista

Polícia investiga mulher que agrediu comerciante judia

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 04.02.2024 18:06 comentários
Brasil

Polícia investiga mulher que agrediu comerciante judia

Agressora que fez insultos antissemitas é investigada pelos crimes de racismo, injúria, grave ameaça, dano qualificado e tentativa de agressão

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 04.02.2024 18:06 comentários 0
Polícia investiga mulher que agrediu comerciante judia
Reprodução/ Redes Sociais

A mulher que atacou uma comerciante judia com insultos antissemitas em Arraial d’Ajuda, na Bahia, prestou depoimento à polícia na manhã deste domingo, 4. Ela foi liberada porque não houve flagrante.

Como mostramos, a agressora é uma cidadã chilena. A mulher, que não teve o nome revelado, é investigada pelos crimes de racismo, injúria, grave ameaça, dano qualificado e tentativa de agressão.

O delegado Paulo Henrique de Oliveira, coordenador da 23.ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior, disse ao Estadão que a Polícia Civil pediu à Justiça a adoção de medidas cautelares. 

“Como não houve prisão em flagrante, representamos para que a autora dos fatos investigados seja proibida de entrar em contato com a vítima, pela proibição de se ausentar do país enquanto durar o processo, e para que seja proibida de frequentar o estabelecimento comercial da vítima”, afirmou.

No vídeo que circula nas redes sociais é possível ver o momento em que a lojista Herta Breslauer, de 54 anos, foi chamada de “assassina de crianças”. A agressora avança então contra a comerciante.

“Sionista, assassina de crianças. Eu vou te pegar, maldita sionista”, disse a mulher na gravação. A agressora foi contida por um homem.

Após o ataque, Herta Breslauer foi a uma delegacia registrar boletim de ocorrência.

A comerciante também foi agredida com um tapa no rosto, segundo a advogada Lilia Frankenthal.

“A agressora entrou na loja e perguntou para a minha cliente: ‘Você está feliz?’. Antes que pudesse responder qualquer coisa, ela deu um tapa na cara da dona da loja.”

Segundo a advogada, a comerciante e a agressora se conhecem há anos. A mulher, de acordo com o relato de Lilia Frankenthal ao jornal O Globo, parou de falar com Herta desde o início da guerra entre Israel e o grupo terrorista Hamas.

Em nota, a Confederação Israelita do Brasil e a Sociedade Israelita da Bahia denunciaram a agressão “repugnante” e “covarde” e defenderam que o ataque seja investigado como crime de ódio.

Brasil

Roteiro Antagonista: Lula do Caribe

26.02.2024 05:59 4 minutos de leitura
Visualizar

INSS: cobranças abusivas em consignados, CGU revela falhas no controle de juros

Visualizar

Revisão da Vida Toda: STF avança em análise para aposentadorias

Visualizar

Jogando bem, Corinthians perde para Ponte Preta e se complica

Visualizar

Cromossomo Y Está desaparecendo

Visualizar

Conheça a última área a ser mapeada nos EUA por ser inacessível

Visualizar

Tags relacionadas

antissemitismo bahia comerciante judia guerra injúria Israel polícia racismo
< Notícia Anterior

SNL zomba de pedido de Chicago por cessar-fogo em Gaza

04.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Netanyahu: “Está na hora de substituir a UNRWA”

04.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

O Antagonista é um dos principais sites jornalísticos de informação e análise sobre política do Brasil. Sua equipe é composta por jornalistas profissionais, empenhados na divulgação de fatos de interesse público devidamente verificados e no combate às fake news.

Suas redes

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (3)

Carlos Alberto Bolsoni

2024-02-05 00:07:07

É, mais o caso vai pro STF e eles descondenam a antisemita por se tratar de “delito menor”.


Marian

2024-02-04 19:48:49

Quanta ignorância e raiva! Racismo é crime. Espero que seja condenada. 🇮🇱


Jorge Alberto da Cunha Rodrigues

2024-02-04 19:42:52

Essa agressora desmiolada tem o perfil moral típico de muitos petistas, psolistas, identitários e "progressistas". Essa turba adora rotular os que não comungam de suas crenças de fascistas, racistas, homofóbicos e outros adjetivos com o mesmo teor de agressividade.


Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Roteiro Antagonista: Lula do Caribe

Roteiro Antagonista: Lula do Caribe

26.02.2024 05:59 4 minutos de leitura
Visualizar notícia
INSS: cobranças abusivas em consignados, CGU revela falhas no controle de juros

INSS: cobranças abusivas em consignados, CGU revela falhas no controle de juros

26.02.2024 05:30 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Revisão da Vida Toda: STF avança em análise para aposentadorias

Revisão da Vida Toda: STF avança em análise para aposentadorias

26.02.2024 05:00 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Casa Tody: loja de calçados fecha após 70 anos na Avenida Paulista

Casa Tody: loja de calçados fecha após 70 anos na Avenida Paulista

25.02.2024 21:00 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.