Os homens de Marcola nas ruas Os homens de Marcola nas ruas
O Antagonista

Os homens de Marcola nas ruas

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 27.03.2024 10:41 comentários
Brasil

Os homens de Marcola nas ruas

Patrick Velinton Salomão, o Forjado, e Pedro Luiz da Silva Soares, o Chacal, são os principais representantes de Marcola no PCC

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 27.03.2024 10:41 comentários 0
Os homens de Marcola nas ruas
Reprodução

Enquanto os rivais de Marco Willians Herbas Camacho, o Marcola, articulam a criação de uma nova facção criminosa em São Paulo, dois nomes despontam no Primeiro Comando da Capital (PCC): Patrick Velinton Salomão, o Forjado, e Pedro Luiz da Silva Soares, o Chacal. Em liberdade, eles são os principais representantes de Marcola na organização criminosa.

Como registrou o Uol, Forjado deixou a Penitenciária Federal de Brasília em fevereiro de 2022 e assumiu a “sintonia final” do PCC, termo usado para se referir à cúpula da facção, entre 2017 e 2018, cargo que assumiu por indicação de Marcola. Ele já ocupou também o posto de “sintonia geral” nos anos de 2013 e 2014, posição abaixo apenas da “sintonia final”, e foi condenado a 15 anos de prisão por diversos crimes, incluindo tráfico de drogas, porte ilegal de arma, formação de quadrilha, roubo e homicídio.

Chacal, por sua vez, deixou a Penitenciária Federal de Mossoró em outubro de 2023. Assim como Forjado, ele também foi indicado por Marcola para assumir a função de “sintonia final” em 2018. Seu padrinho na facção é Júlio César Guedes de Moraes, conhecido como Julinho Carambola. Chacal foi preso em 2015 após liderar um assalto a um caixa eletrônico em Bauru, no interior de São Paulo, no qual três assaltantes morreram e outros seis, incluindo Chacal, foram detidos.

O Ministério Público de São Paulo (MP-SP) acredita que Forjado e Chacal estariam em Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia, fortalecendo o tráfico de drogas da facção. Além disso, eles estariam envolvidos no planejamento de sequestros de autoridades públicas e agentes penitenciários para utilizar como moeda de troca na libertação de líderes do PCC detidos em penitenciárias federais.

Ambos são considerados os principais aliados de Marcola em liberdade e são responsáveis por tomar decisões em nome do grupo criminoso.

O racha no PCC

O MP-SP apura um suposto racha entre as lideranças do Primeiro Comando da Capital.

Segundo informações interceptadas pelo Grupo de Atuação Especial e de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), membros da cúpula do PCC comunicaram, em fevereiro, a expulsão de três integrantes de alto escalão da organização: Roberto Soriano, o Tiriça, Abel Pacheco de Andrade, o Vida Loka, e Wanderson Nilton de Paula Lima, o Andinho.

Tiriça, que era o número dois na hierarquia do PCC até fevereiro, ficou insatisfeito com uma conversa gravada entre Marcola policiais penais da Penitenciária Federal de Porto Velho, na qual o chefe da facção criminosa paulista atribuiu ao comparsa a responsabilidade por atentados contra agentes públicos.

O áudio foi utilizado na condenação de Tiriça a 31 anos e seis meses de prisão pelo assassinato da psicóloga Melissa de Almeida Araújo, da Penitenciária Federal de Catanduvas (PR), em maio de 2017.

Após obterem acesso à gravação, Tiriça, Vida Loka e Andinho passaram a ver Marcola como delator.

Primeiro Comando Puro

Os rivais de Marcola articulam a criação do Primeiro Comando Puro, uma nova facção criminosa em São Paulo que pode se aliar ao Comando Vermelho (CV) do Rio de Janeiro para fazer frente ao PCC e quebrar a hegemonia do grupo de Marcola no tráfico internacional de drogas.

A nova facção criminosa poderá ser uma espécie de Terceiro Comando Puro (TCP), dissidência do CV aliada ao PCC no estado fluminense.

Esportes

John Textor entrega a polícia civil supostas provas de manipulação no futebol

13.04.2024 07:00 2 minutos de leitura
Visualizar

Consulte agora o pagamento do PIS/PASEP e descubra se você tem direito ao abono 2024

Visualizar

Bolsonaro em João Pessoa: chilique com aliados e chapa Novo-PL

Visualizar

Conquiste a estabilidade: Inscreva-se já no Concurso TRF2

Visualizar

PIS/Pasep 2024: saiba como receber seu abono e calendário de pagamento

Visualizar

PIS/Pasep: confira datas de pagamento e os seus direitos

Visualizar

Tags relacionadas

crime organizado Marcola MPSP PCC
< Notícia Anterior

Luto no rock: Morre João Vicenti, estrela do Nenhum de Nós

27.03.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Allianz Parque, casa do Palmeiras, pode ser vendida pela Wtorre

27.03.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Consulte agora o pagamento do PIS/PASEP e descubra se você tem direito ao abono 2024

Consulte agora o pagamento do PIS/PASEP e descubra se você tem direito ao abono 2024

13.04.2024 07:00 4 minutos de leitura
Visualizar notícia
Bolsonaro em João Pessoa: chilique com aliados e chapa Novo-PL

Bolsonaro em João Pessoa: chilique com aliados e chapa Novo-PL

13.04.2024 06:56 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Conquiste a estabilidade: Inscreva-se já no Concurso TRF2

Conquiste a estabilidade: Inscreva-se já no Concurso TRF2

13.04.2024 06:34 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
PIS/Pasep 2024: saiba como receber seu abono e calendário de pagamento

PIS/Pasep 2024: saiba como receber seu abono e calendário de pagamento

13.04.2024 06:30 4 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.