O Antagonista

O ministro dos Direitos Humanos do conflito

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 02.02.2024 15:36 comentários
Brasil

O ministro dos Direitos Humanos do conflito

O próprio Silvio Almeida se definiu assim ao rebater críticas por ser acadêmico: "Comigo, se vier, vai vir para o enfrentamento. Não tenho problema nenhum com isso"

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 02.02.2024 15:36 comentários 4
O ministro dos Direitos Humanos do conflito
Foto: Fabio Rodrigues-Pozzebom/ Agência Brasil

O ministro dos Direitos Humanos, Silvio Almeida (foto), rebateu nesta sexta-feira, 2, as críticas que tem recebido por sua atuação à frente da pasta.

Em café da manhã com jornalistas, ele negou se colocar no lugar de vítima e disse ser o “ministro dos Direitos Humanos do conflito”.

“Comigo, se vier, vai vir para o enfrentamento. Não tenho problema nenhum com isso. Vamos para o enfrentamento, quero ver. Eu não tenho problema nenhum com conflito. Eu sou ministro dos Direitos Humanos do conflito, afirmou.

Silvio Almeida também disse ser alvo de “uma mistura de burrice com racismo” e se comparou ao ministro da Fazenda, Fernando Haddad, pela pecha de “acadêmico”.

“Burrice com racismo”

“Quem inventou essa história fez uma mistura que é muito comum, né? É uma mistura de burrice com racismo, afirmou.

“Eu tenho uma tripla formação. A minha formação é em direito, filosofia e economia. É uma formação muito parecida —mestrado, doutorado e pós-doutorado em economia— com a de um outro ministro, que se chama Fernando Haddad. O meu amigo querido Fernando Haddad”, acrescentou.

“Por que, para mim, no meu caso, as minhas qualidades viram defeito? Percebe? Eu fui professor da Universidade de Columbia, fui professor da Universidade Duke, fui professor da Escola de Administração da Fundação Getulio Vargas, sou professor da escola de direito. Vocês perceberam? Mas isso tudo, para mim, vira um problema. Por quê? Porque eu sou preto”, completou.

A fritura de Silvio Almeida no governo

Em julho de 2023, integrantes do governo Lula criticaram Silvio Almeida por realizar a “Caravana dos Direitos Humanos” em presídios e unidades do sistema socioeducativo sem promover uma gestão política com os governadores.

Segundo a Folha, membros do Executivo consideraram que a iniciativa poderia gerar ruídos em um “tema sensível”.

O anúncio ocorreu em meio às discussões no Palácio do Planalto sobre o rearranjo da Esplanada para abrigar representantes do PP e do Republicanos no governo.

Direitos humanos em causa própria

O ministro Silvio Almeida tem sido exímio em instrumentalizar os direitos humanos para suas próprias causas.

Apadrinhado pelo lobista Walfrido Warde e pelo influencer Felipe Neto, ele não mede esforços para defender ditaduras amigas do Planalto, como Cuba, e usar os direitos humanos como arma política para atacar seus desafetos nacionais.

Silvio Almeida também não faz qualquer crítica aos abusos de direitos humanos na China e ao presidente russo, Vladimir Putin, que ordenou a invasão à Ucrânia.

Leia mais em: Direitos humanos só para amigos

Mundo

Silvio Almeida acusa Israel de "apartheid" na ONU

26.02.2024 15:46 3 minutos de leitura
Visualizar

PSDB à deriva em São Paulo

Visualizar

"Estimativa de público tem caráter técnico", diz PM após ruídos

Visualizar

Mais um candidato à cadeira de Sergio Moro

Visualizar

Deputado quer proibir a instalação de sessões eleitorais em sedes de sindicatos

Visualizar

Os reféns voluntários da polarização  

Carlos Graieb Visualizar

Tags relacionadas

direitos humanos Ministério dos Direitos Humanos Silvio Almeida
< Notícia Anterior

Carnaval 2024 deve movimentar R$ 1 bi no mercado de bebidas no RJ

02.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Idit Bar, o "saco de pancadas" de Israel nos canais árabes

02.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (4)

Paulo Pires

2024-02-02 16:50:04

Este aí é mais que faaaaala muito e não faz nada do governo do Janjo!


saul simoes junior

2024-02-02 16:29:40

E o exemplo da soberba e prepotencia só isso!


EUD

2024-02-02 16:16:58

Sr. Ministro, Isso Tudo Que Foi Citado, Está Na Área Do Conhecimento. Nós Precisamos De Pessoas Que Tenham Bom Estoque De SABEDORIA, Que Infelizmente , Não É Seu Caso !!!!!!!!!!!


Carlos Alberto Bolsoni

2024-02-02 15:51:34

Cuidado, ministro. O último cara que disse ser isso, ser aquilo, ser formado nisso ou naquilo, na hora de comprovar os títulos não conseguiu fazê-lo. Não tem nada a ver com sua cor, ministro. Tem a ver com sua atitude, com sua forma de agir, na política que pratica e como trata ditadores e o povo desses países. Não use sua cor para conflitar com quem quer que seja. Com tantos títulos acadêmicos você precisa estar acima de quem o agride por, apenas, ser negro. Seja mais humilde, assim como foi seu amigo Haddad que antes de ser nomeado, disse aos quatros cantos que "odiava Economia".


Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

PSDB à deriva em São Paulo

PSDB à deriva em São Paulo

26.02.2024 15:45 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
"Estimativa de público tem caráter técnico", diz PM após ruídos

"Estimativa de público tem caráter técnico", diz PM após ruídos

26.02.2024 15:36 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Mais um candidato à cadeira de Sergio Moro

Mais um candidato à cadeira de Sergio Moro

26.02.2024 15:35 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Deputado quer proibir a instalação de sessões eleitorais em sedes de sindicatos

Deputado quer proibir a instalação de sessões eleitorais em sedes de sindicatos

26.02.2024 15:34 2 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.