Nova regra exige 50% de presencial para formação de professores EAD Nova regra exige 50% de presencial para formação de professores EAD
O Antagonista

Nova regra exige 50% de presencial para formação de professores EAD

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 19.04.2024 21:25 comentários
Brasil

Nova regra exige 50% de presencial para formação de professores EAD

Descubra como a nova regra impacta a formação de professores a distância, exigindo 50% de presencialidade

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 19.04.2024 21:25 comentários 0
Nova regra exige 50% de presencial para formação de professores EAD
Concurso público para professores em Arcoverde–PE: 56 vagas Foto: Divulgação

O futuro da formação docente no Brasil enfrenta uma grande mudança com as novas diretrizes estabelecidas pelo Conselho Nacional de Educação (CNE). A partir de agora, cursos a distância voltados para a formação de professores deverão contar com pelo menos 50% da carga horária sendo cumprida de forma presencial.

Por que a Mudança na Formação de Professores a Distância?

Esta medida surge em um contexto onde, até o momento, a formação de professores a distância permitia um contato muito limitado com práticas presenciais, focando-se principalmente em atividades como a realização de provas. Com a nova resolução, busca-se garantir uma experiência mais integrada e prática para os futuros educadores do país.

Em um cenário educacional que se transforma com a tecnologia, essa mudança propõe uma integração maior entre teoria e prática, essencial na formação de profissionais do magistério. Aspectos como estágios supervisionados e atividades de extensão precisarão de um envolvimento direto em ambientes educacionais reais, beneficiando a formação prática dos estudantes.

Quais São as Implicações Desta Nova Resolução?

Conforme estipulado, dos 3.200 horas totais de graduação, 1.600 horas devem ser obrigatoriamente presenciais. Esta distribuição inclui horas de conhecimentos específicos, atividades acadêmicas de extensão e estágio curricular supervisionado. A exigência busca melhorar a qualidade da educação e preparação dos professores, impactando diretamente na qualidade do ensino nacional.

    • 880 horas para atividades de conhecimentos específicos;
    • 320 horas para atividades acadêmicas de extensão;
    • 400 horas para estágio curricular supervisionado.

Quais São os Desafios para Implementação?

A determinação do CNE pode enfrentar resistência por parte de instituições que oferecem cursos a distância e pelos próprios estudantes que optam por esta modalidade por questões de acessibilidade, flexibilidade e custo. A Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (Abmes) e a Associação Brasileira de Educação a Distância (Abed) têm manifestado preocupações quanto às novas regras, sugerindo uma revisão para que as exigências não limitem a oferta de cursos e a formação de novos professores.

O Ministério da Educação (MEC) valoriza a iniciativa do CNE, destacando a importância da presença física como componente vital para a formação de qualidade dos professores. A pasta ressalta que ajustes serão considerados para que a medida contemple a diversidade de realidades regionais e socioeconômicas do Brasil.

Como a Comunidade Acadêmica está Reagindo?

Estudantes e instituições expressaram suas preocupações por meio de cartas e declarações públicas, solicitando que a medida seja revista para não prejudicar aqueles que dependem da flexibilidade dos cursos a distância, especialmente indivíduos de regiões mais afastadas e com menos recursos.

Em resposta, o MEC enfatiza que a decisão final ainda passará por processos de homologação e que o objetivo é assegurar que todas as partes interessadas – alunos, educadores, e instituições – sejam ouvidas, garantindo assim uma transição suave e eficaz para o novo modelo educacional proposto.

As novas diretrizes para a formação de professores a distância refletem um esforço para equilibrar as vantagens da educação a distância com a necessidade de experiências práticas qualitativas, visando a melhoria contínua da qualidade da educação no Brasil.

Mundo

Turista é feita “refém” em hospital turco por não pagar a conta

28.05.2024 22:43 3 minutos de leitura
Visualizar

Luciano Camargo confirma nova fase gospel e revela motivo

Visualizar

Câmara aprova 'PL das blusinhas da Shein' e taxa importados de até US$ 50 em 20%

Visualizar

Série baseada no filme Cidade de Deus estreia em agosto

Visualizar

Até Maria do Rosário e Tabata votaram contra Lula por fim das saidinhas

Visualizar

Acabou a festa das blusinhas e das "bugigangas"

Carlos Graieb Visualizar

Tags relacionadas

aulas à distância
< Notícia Anterior

Coreia do Norte testa novos mísseis

19.04.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Surto de gripe aviária em rebanhos nos EUA

19.04.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Luciano Camargo confirma nova fase gospel e revela motivo

Luciano Camargo confirma nova fase gospel e revela motivo

28.05.2024 22:07 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Série baseada no filme Cidade de Deus estreia em agosto

Série baseada no filme Cidade de Deus estreia em agosto

28.05.2024 21:41 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Até Maria do Rosário e Tabata votaram contra Lula por fim das saidinhas

Até Maria do Rosário e Tabata votaram contra Lula por fim das saidinhas

28.05.2024 21:32 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Governo Lula sofre derrotas em série e é atropelado pelo Congresso

Governo Lula sofre derrotas em série e é atropelado pelo Congresso

Wesley Oliveira, Wilson Lima
28.05.2024 20:56 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.