O Antagonista

No Paraná, relator do caso Moro libera ações para julgamento

avatar
Júlia Schiaffarino
2 minutos de leitura 30.01.2024 16:38 comentários
Brasil

No Paraná, relator do caso Moro libera ações para julgamento

"Inclua-se em pauta para julgamento na primeira data possível", escreveu o desembargador da Justiça Eleitoral do Paraná no despacho

avatar
Júlia Schiaffarino
2 minutos de leitura 30.01.2024 16:38 comentários 2
No Paraná, relator do caso Moro libera ações para julgamento
Foto: Roque de Sá/Agência Senado

O desembargador da Justiça Eleitoral do Paraná Luciano Carrasco Falavinha pediu a inclusão na pauta de julgamentos da corte de duas ações que podem levar à cassação do mandado do senador Sérgio Moro (União-PR).

As ações foram liberadas para julgamento e o pedido protocolado na tarde desta terça-feira, 30.

“Inclua-se em pauta para julgamento na primeira data possível”, escreveu o seu desembargador no despacho.

Caberá agora ao Tribunal Regional Eleitoral do Paraná definir a data de julgamento.

Mudanças

Mudanças na corte paranaense, entretanto, podem atrasar essa definição.

O juiz Thiago Paiva se aposentou na semana passada, mas ainda não foi definido o seu sucessor. Para a análise de processos envolvendo pedidos de cassação, o tribunal precisa ter o quórum completo, conforme determina o Código Eleitoral.

Uma dia antes da aposentadoria de Paiva, o ministro Alexandre de Moraes, como presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), determinou a tramitação em regime de urgência da lista tríplice para preenchimento da vaga de juiz titular do TRE-PR.

Esta lista, porém ainda precisa ser submetida ao pleno do TSE para depois ser remetida ao presidente Lula, a quem caberá definir o nome do escolhido.

MP pede a cassação de Moro

O Ministério Público Eleitoral do Paraná (MPE-PR) manifestou-se a favor da acolhida parcial da ação eleitoral movida pelo PL e pelo PT que pede a cassação do mandato do senador Sérgio Moro (União-PR).

A alegação dos partidos é de que Moro teria cometido abuso de poder econômico durante sua pré-campanha para as eleições gerais de 2022.

Esportes

Estátua de Daniel Alves é vandalizada em Juazeiro, sua cidade natal

28.02.2024 22:00 2 minutos de leitura
Visualizar

A "epidemia geral" de Barroso

Visualizar

Flamengo considera vender Gabigol para lucrar com o atacante

Visualizar

Lula continua a ecoar o Hamas: “Genocídio”

Visualizar

Atacante Yuri Alberto visita crianças com câncer no GACC

Visualizar

Shows de arrecadação eleitoral com artistas, determina TSE

Visualizar

< Notícia Anterior

Fávaro busca Haddad para 'refis' ao agro

30.01.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Prepare o bolso: gasolina, diesel e gás sobem de preço na quinta

30.01.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Júlia Schiaffarino

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (2)

Miranda

2024-01-30 18:48:15

Força Moro!!!


Marcia Elizabeth Brunetti

2024-01-30 17:37:09

Acho que será difícil Moro escapar dessa, mas tenho certeza que ele já tem uma carta na manga para abrir processos contra aqueles que estão forçaram sua saída com alegações falsas e/ou forjadas. Força Moro.


Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

A "epidemia geral" de Barroso

A "epidemia geral" de Barroso

28.02.2024 21:15 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Lula continua a ecoar o Hamas: “Genocídio”

Lula continua a ecoar o Hamas: “Genocídio”

28.02.2024 20:45 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Shows de arrecadação eleitoral com artistas, determina TSE

Shows de arrecadação eleitoral com artistas, determina TSE

28.02.2024 20:16 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
STF vai decidir futuro da Uber no Brasil

STF vai decidir futuro da Uber no Brasil

28.02.2024 19:52 2 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.