Negro, latino, gay, democrata e pró-Israel, deputado novaiorquino desafia estereótipos Negro, latino, gay, democrata e pró-Israel, deputado novaiorquino desafia estereótipos
O Antagonista

Negro, latino, gay, democrata e pró-Israel, deputado novaiorquino desafia estereótipos

avatar
Alexandre Borges
3 minutos de leitura 03.04.2024 06:00 comentários
Brasil

Negro, latino, gay, democrata e pró-Israel, deputado novaiorquino desafia estereótipos

Richie Torres (D-NY) argumenta contra a visão simplista que enquadra Israel como "opressor" e o Hamas como "oprimido"

avatar
Alexandre Borges
3 minutos de leitura 03.04.2024 06:00 comentários 1
Negro, latino, gay, democrata e pró-Israel, deputado novaiorquino desafia estereótipos
Ritchie_Torres_117th_U.S_Congress

Durante sua recente viagem a Israel, o congressista democrata Ritchie Torres, 36 anos, gay, negro e latino do Bronx, trouxe perspectivas que desafiam os estereótipos associados aos discursos identitários, ao seu próprio partido e à esquerda americana.

Torres critica a abordagem das “elites” em relação a Israel, afirmando que compraram “uma ideologia falsa” sobre o país. Ele argumenta contra a visão simplista que enquadra Israel como o opressor e o Hamas como o oprimido, um ponto de vista que, segundo ele, distorce a realidade do conflito israelense-palestino.

Em uma entrevista ao Times of Israel, Torres compartilhou observações e experiências que moldaram sua postura decididamente pró-Israel, defendendo a importância do país para os “valores progressistas”.

“A primeira vez que viajei para o exterior foi para Israel… Foi uma das experiências mais formativas e transformadoras da minha vida”, disse Torres. Desde então, ele se tornou um dos mais notáveis defensores de Israel no congresso americano, uma posição que ele vê como alinhada com os princípios progressistas.

Sua recente visita, a primeira desde o ataque de 7 de outubro pelo Hamas, apenas reforçou sua visão. “Você está realizando uma guerra defensiva na zona de guerra mais complexa da história humana”, disse ele, referindo-se a uma conversa com o Ministro da Defesa Yoav Gallant.

“A acusação de genocídio contra Israel é um libelo de sangue”, diz Torres desafiando as acusações e rejeitando essa narrativa como fundamentalmente injusta. Sua posição destaca uma recusa em aceitar descrições unilaterais que não consideram o contexto mais amplo do conflito.

Além disso, Torres enfatiza a incompatibilidade de coexistência com organizações como o Hamas, destacando a necessidade de uma solução duradoura que assegure a segurança e a democracia em Israel. “Não vejo a meta de remover o Hamas do poder como negociável”, ele declara, sublinhando sua postura firme contra o grupo terrorista.

Quem é Ritchie Torres

Nascido em 12 de março de 1988, no Bronx, Nova York, o jovem deputado democrata tem ascendência afro-latina. Ele cresceu em um bairro pobre que, segundo ele, deu experiências que moldaram sua visão e compromisso com as comunidades desfavorecidas.

Torres foi eleito para o conselho da cidade de Nova York em 2013, representando o 15º distrito, tornando-se o primeiro candidato abertamente gay num cargo legislativo no Bronx e o membro mais jovem do conselho na época.

Durante seu mandato, ele focou em questões de habitação pública e foi um defensor dos direitos LGBTQ+, além de trabalhar em iniciativas para melhorar as condições de vida das populações de baixa renda.

Em 2020, Torres foi eleito para representar o 15º distrito congressional de Nova York na Câmara dos Deputados dos EUA, tornando-se um dos primeiros homens negros abertamente gays eleitos para o Congresso.

No Congresso, ele continuou a advogar por questões sociais, incluindo moradia, direitos LGBTQ+ e justiça econômica, mantendo-se como uma voz influente para progressistas e minorias.

Brasil

Frentes Parlamentares ligadas a setores produtivos derrubada de vetos

23.04.2024 15:03 3 minutos de leitura
Visualizar

O otimismo de Lula com a farsa eleitoral de Maduro

Visualizar

Onde assistir Estudiantes x Grêmio: confira detalhes da partida

Visualizar

Crusoé: Em MG, Zema reluta em nome do Novo à prefeitura de BH

Visualizar

Congresso estima aumento nas despesas obrigatórias do governo

Visualizar

Lula descarta reforma ministerial

Visualizar

< Notícia Anterior

INSS: confira o calendário de pagamentos para Abril 2024, saiba quando você recebe

03.04.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Tragédia na Finlândia: ataque em escola deixa um morto e dois feridos

03.04.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Alexandre Borges

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (1)

Carlos Renato Cardoso Da Costa

2024-04-03 06:44:07

Um saco ver as pessoas definidas por cor, raça, sexualidade, especialmente na política. Só interessa retidão de caráter e qualidade do serviço público, tudo o resto é paisagem


Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Frentes Parlamentares ligadas a setores produtivos derrubada de vetos

Frentes Parlamentares ligadas a setores produtivos derrubada de vetos

23.04.2024 15:03 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Crusoé: Em MG, Zema reluta em nome do Novo à prefeitura de BH

Crusoé: Em MG, Zema reluta em nome do Novo à prefeitura de BH

23.04.2024 14:45 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Congresso estima aumento nas despesas obrigatórias do governo

Congresso estima aumento nas despesas obrigatórias do governo

23.04.2024 14:42 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Lula descarta reforma ministerial

Lula descarta reforma ministerial

23.04.2024 14:37 2 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.