O Antagonista

MPTCU pede investigação de viagens de servidores de Márcio Macêdo

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 11.01.2024 10:27 comentários
Brasil

MPTCU pede investigação de viagens de servidores de Márcio Macêdo

O Ministério Público junto ao Tribunal de Contas da União (MPTCU) pediu nesta quarta-feira, 10, que o Tribunal de Contas da União (TCU) investigue o uso de dinheiro público por parte do ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Márcio Macêdo (PT, foto), no custeio da viagem de três servidores públicos para o Pré-Caju...

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 11.01.2024 10:27 comentários 0
MPTCU pede investigação de viagens de servidores de Márcio Macêdo
Foto: Reprodução/Instagram

O Ministério Público junto ao Tribunal de Contas da União (MPTCU) pediu nesta quarta-feira, 10, que o Tribunal de Contas da União (TCU) investigue o uso de dinheiro público por parte do ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Márcio Macêdo (PT, foto), no custeio da viagem de três servidores públicos para o Pré-Caju, carnaval fora de época da cidade de Aracaju realizado em novembro de 2023, como revelou Crusoé.

Na representação enviada presidente do TCU, ministro Bruno Dantas, o subprocurador-geral do MPTCU Lucas Rocha Furtado solicitou que o dinheiro utilizado para as viagens seja ressarcido aos cofres públicos, caso seja confirmada a irregularidade. O órgão também quer que o Tribunal de Contas encaminhe uma denúncia de improbidade administrativa para o Ministério Público Federal (MPF) se o uso indevido de dinheiro público for confirmado.

“A compra de passagens pelo Ministro Márcio Macêdo para ‘curtir’, com seus apaniguados, as folias de carnaval fora de época no seu reduto eleitoral, atenta contra a moralidade administrativa e constitui evidente desvio de finalidade no uso de recursos públicos. No caso noticiado, não houve interesse público a ser satisfeito, mas apenas o interesse privado do ministro e de seus apadrinhados, que veio a ser custeado com o suado dinheiro do contribuinte”, escreveu o subprocurador-geral na representação.

Assessores de Márcio Macêdo na folia

Como informou Crusoé, dados em portais de transparência mostram que, de fato, assessores de Macêdo viajaram à capital sergipana com os custos pagos pelo dinheiro público.

Após Maria Fernanda Coelho, ex-secretária-executiva da Secretaria-Geral da Presidência da República, ter se recusado assinar o pagamento de passagens dos servidores, Márcio Macêdo assinou pessoalmente a autorização para a viagem, paga pelo erário.

“De ordem do senhor ministro de Estado da Secretaria-Geral da Presidência da República, Sr. Márcio Macêdo”, indicam cada um os documentos que determinam a emissão de três passagens de ida e volta, no Portal da Transparência, para a mesma data do Pré-Caju.

Os servidores — um assessor, um coordenador-geral e uma gerente de projeto da pasta — teriam oficialmente outras agendas no estado, envolvendo um instituto de nome “Renascer para a Vida”. 

A instituição, caso exista, não foi localizada pela reportagem. A única entidade que aparenta semelhança com o caso, chamada Instituto Renascer, é vinculada ao governo do estado, e não indicou, nem em sua página nem em suas redes sociais, ter agendas com representantes da Presidência da República.

Quantou custaram as passagens dos servidores?    

As seis passagens (três idas e três voltas entre Brasília e Aracaju) custaram 18,5 mil reais, além das diárias pela viagem a cada um dos servidores.

Mais Lidas

1

Haddad descobre uma das únicas coisas que funcionam no Brasil, o meme

Visualizar notícia
2

Atirador avisou: "13 de julho será minha estreia"

Visualizar notícia
3

Crusoé: Líderes democratas no Congresso pediram a Biden que desistisse, diz imprensa

Visualizar notícia
4

Bruninho Samudio, filho de Bruno e Eliza, assina com o Botafogo

Visualizar notícia
5

Governo Lula faz as contas para reduzir rombo

Visualizar notícia
6

"Israel deve focar em túneis e quebrar espinha dorsal do Hamas"

Visualizar notícia
7

Em discurso emocional, JD Vance defende trabalhadores americanos

Visualizar notícia
8

Segundo 7 de Setembro de Lula poderá custar até R$ 7,4 milhões

Visualizar notícia
9

Receita intercepta carga de cocaína avaliada em R$ 90 milhões

Visualizar notícia
10

Bolsonaro e Ramagem, juntos pela Prefeitura do Rio de Janeiro

Visualizar notícia

Tags relacionadas

Aracaju Márcio Macedo MPTCU TCU
< Notícia Anterior

Traficante que cobrou taxa de empreiteira no RJ é identificado

11.01.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Comida, energia e passagem aérea: o que pesou no bolso em 2023

11.01.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Concurso Correios 2024 será aplicado em cerca 228 cidades

Concurso Correios 2024 será aplicado em cerca 228 cidades

18.07.2024 09:07 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Álcool no pão de forma é identificado no bafômetro

Álcool no pão de forma é identificado no bafômetro

18.07.2024 08:53 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Bolsonaro e Ramagem, juntos pela Prefeitura do Rio de Janeiro

Bolsonaro e Ramagem, juntos pela Prefeitura do Rio de Janeiro

18.07.2024 08:50 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Homem corta árvore e morre esmagado por ela em Carmolândia

Homem corta árvore e morre esmagado por ela em Carmolândia

18.07.2024 08:44 2 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.