O Antagonista

Miranda e Greenwald: um drible legal no INSS

avatar
Redação O Antagonista
1 minuto de leitura 14.06.2019 16:11 comentários
Brasil

Miranda e Greenwald: um drible legal no INSS

No processo trabalhista movido pela família de um caseiro que trabalhou sem registro em carteira profissional para David Miranda, hoje deputado federal do PSOL na vaga de Jean Wyllys, e o advogado americano Glenn Greenwald, o casal conseguiu que o acordo fosse 100% indenizatório, além do parcelamento dos 21.600 reais devidos...

avatar
Redação O Antagonista
1 minuto de leitura 14.06.2019 16:11 comentários 0
Miranda e Greenwald: um drible legal no INSS
INSS reduz tempo de concessão de benefícios e diminui fila em 2024

No processo trabalhista movido pela família de um caseiro que trabalhou sem registro em carteira profissional para David Miranda, hoje deputado federal do PSOL na vaga de Jean Wyllys, e o advogado americano Glenn Greenwald, o casal conseguiu que o acordo fosse 100% indenizatório, além do parcelamento dos 21.600 reais devidos.

Quando se faz um acordo como esse, é necessário especificar a que título é o pagamento. Se a especificação é de parcelas de natureza salarial, como salário não pago, décimo terceiro não pagos e horas extras não pagas (do que foram acusados pela família do caseiro), é necessário recolher o INSS sobre isso tudo. Ao especificar que o valor do acordo é 100% indenizatório, deixa-se de recolher a contribuição previdenciária.

Ou seja, o deputado do PSOL David Miranda e o advogado americano Glenn Greenwald não só empregaram um caseiro sem carteira, como ainda conseguiram driblar o INSS na hora de fazer o trato com a família. Tudo dentro da legalidade, embora a maioria dos juízes se recuse a chancelar esse tipo de acordo.

 

 

Brasil

José Dirceu é internado com pneumonia

27.02.2024 23:15 2 minutos de leitura
Visualizar

TSE aprova norma que pode cassar candidato que usar IA de forma ilegal

Visualizar

Fortaleza libera Galhardo, com crises de pânico, após ataque ao ônibus da equipe

Visualizar

Vítor Pereira responde Fábio Santos e lembra caso da sogra

Visualizar

Bolsonaro se gaba de ter ficado bem pertinho de Putin

Catarina Rochamonte Visualizar

Flamengo marca cirurgia de Gerson para sexta-feira

Visualizar

Tags relacionadas

David Miranda Glenn Greenwald INSS processo trabalhista
< Notícia Anterior

Ex-assessor do BNDES no governo do PT volta ao banco para vender participações

14.06.2019 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Funcionário do Metrô que aderiu à greve pode ser demitido, diz Doria

14.06.2019 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

José Dirceu é internado com pneumonia

José Dirceu é internado com pneumonia

27.02.2024 23:15 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
TSE aprova norma que pode cassar candidato que usar IA de forma ilegal

TSE aprova norma que pode cassar candidato que usar IA de forma ilegal

27.02.2024 23:07 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Bolsonaro se gaba de ter ficado bem pertinho de Putin

Bolsonaro se gaba de ter ficado bem pertinho de Putin

Catarina Rochamonte
27.02.2024 22:20 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Declaração do Imposto de Renda 2024: guia completo

Declaração do Imposto de Renda 2024: guia completo

27.02.2024 21:30 4 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.