Materiais escolares com maior incidência de tributos em 2024 Materiais escolares com maior incidência de tributos em 2024
O Antagonista

Materiais escolares com maior incidência de tributos em 2024

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 25.01.2024 22:00 comentários
Brasil

Materiais escolares com maior incidência de tributos em 2024

Tributos que incidem sobre os principais itens das listas de matérias escolares pode representar até 50% do preço final dos produtos.

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 25.01.2024 22:00 comentários 0
Materiais escolares com maior incidência de tributos em 2024
Fonte: Divulgação

Um levantamento realizado pela multinacional Sovos, focada em soluções tecnológicas para o compliance fiscal, mostrou que os tributos que incidem sobre os principais itens das listas de materiais escolares pode representar até 50% do preço final dos produtos, com informações do portal Contábeis

O estudo baseou-se nas informações do Impostômetro.

Materiais escolares mais tributos em 2024

Os itens mais tributados no Brasil são a:

  • Caneta, com 49,9% de seu valor final referente apenas a tributos
  • Régua, com 44,6% de tributação
  • Borracha, apontador e agenda aparecem empatados com 43,1%

Outros materiais que apresentam mais de 40% de tributação são:

  • Cola branca, com uma taxa de 42,7%
  • Estojo para lápis, com 40,3% de tributos incidentes.
  • Mochilas com 39,6%
  • Lancheiras com 39,7% de tributação.

Educação não é considerada essencial do ponto de vista tributário no Brasil

Giuliano Gioia, advogado tributarista e Tax Director da Sovos Brasil, afirma que a alta carga tributária que se aplica aos principais itens da lista de materiais escolares comprova que a educação, do ponto de vista tributário, não é considerada essencial no Brasil.

“O princípio da seletividade tributária prevê uma diferenciação na tributação entre itens considerados essenciais, como alguns itens de vestuário e produtos alimentícios da cesta básica, e itens considerados supérfluos. Esse princípio se aplica ao ICMS, e para efeito de comparação, produtos como bijuterias, refrigerantes e enfeites natalinos apresentam índices similares aos produtos escolares em termos de tributação”, explica Giuliano.

Como economizar?

Para economizar na compra de materiais escolares neste começo de ano, o segredo é pesquisar.

Giuliano recomenda: “o preço de todo produto que está em uma prateleira é basicamente composto pela soma dos custos, margem e tributos. Com previsão de aumento de custos provocados pela inflação e repasse de valores pela indústria, algumas dicas para economizar na volta às aulas são: reutilizar sempre que possível os materiais do ano anterior, e pesquisar muito em lojas físicas e digitais, pois a diferença de preços pode ser grande”, conclui Guiliano.

Mundo

Dona do "Call of Duty" é acusada de homicídio culposo por tiroteio em escola dos EUA

24.05.2024 22:26 3 minutos de leitura
Visualizar

Google revisa IA para corrigir erros bizarros

Visualizar

Inmet alerta: Junho deve ser a salvação do Rio Grande do Sul

Visualizar

Ivan Sant'anna na Crusoé: Terra de fronteira – Primeira parte

Visualizar

Boeing e NASA superam desafios e preparam 1° voo tripulado da Starliner

Visualizar

Rodolfo Borges na Crusoé: Um goleiro nunca é o bastante

Visualizar

Tags relacionadas

impostos material escolar
< Notícia Anterior

Perillo deixa crise do PSDB de SP para paulistanos

25.01.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Como está a audiência de Renascer na Globo

25.01.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Inmet alerta: Junho deve ser a salvação do Rio Grande do Sul

Inmet alerta: Junho deve ser a salvação do Rio Grande do Sul

24.05.2024 21:37 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Facções avisam que vão vingar morte de crianças em BH

Facções avisam que vão vingar morte de crianças em BH

24.05.2024 20:58 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Ministério Público vai recorrer de absolvição de Cláudio Castro

Ministério Público vai recorrer de absolvição de Cláudio Castro

24.05.2024 20:57 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Brasil ultrapassa 3 mil mortes por dengue em 2024

Brasil ultrapassa 3 mil mortes por dengue em 2024

24.05.2024 20:44 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.