Mais uma joia de Bolsonaro à venda nos EUA? Mais uma joia de Bolsonaro à venda nos EUA?
O Antagonista

Mais uma joia de Bolsonaro à venda nos EUA?

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 11.06.2024 12:49 comentários
Brasil

Mais uma joia de Bolsonaro à venda nos EUA?

Andrei Rodrigues, diretor da PF, revelou a existência de mais uma joia, além das conhecidas, que os assessores do ex-presidente tentaram vender no exterior

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 11.06.2024 12:49 comentários 1
Mais uma joia de Bolsonaro à venda nos EUA?
Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil

O diretor-geral da Polícia Federal, Andrei Passos Rodrigues, revelou nesta terça-feira, 11, a existência de mais uma joia, além das já conhecidas, que os assessores do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) tentaram vender nos Estados Unidos.

“Nessa diligência no exterior, com o FBI, descobrimos que houve a negociação de uma outra joia que não estava no foco dessa investigação. Não sei se a joia já foi vendida, se está na casa de joias. Mas houve um encontro de um novo bem que tentaram vender no exterior”, disse o diretor-geral a jornalistas nesta terça-feira, 11.

“Isso robustece a investigação que tem sido feita”, acrescentou.

A expectativa, segundo Andrei Passos Rodrigues, é que o inquérito seja concluído ainda em junho.

Em maio, um delegado e um agente da PF estiveram nos Estados Unidos, no âmbito de uma cooperação internacional com FBI.

As diligências da PF nos EUA

Além de colher depoimentos de comerciantes, eles conseguiram acessar imagens de câmeras de segurança e reunir documentos sobre as movimentações financeiras dos investigados em cidades como Miami (Flórida), Wilson Grove (Pensilvânia) e Nova York (NY).

A tendência, segundo os investigadores, é que Bolsonaro seja indiciado por peculato. Se for condenado, o ex-presidente pode pegar pena de 2 a 12 anos de prisão e multa.

As joias de Bolsonaro

As investigações indicam que auxiliares de Bolsonaro tentaram negociar pelo menos quatro itens nos Estados Unidos, dos quais dois foram dados pela Arábia Saudita e dois pelo Bahrein.

Entre os presentes negociados, estão relógios de luxo, das marcas Rolex e Patek Phillipe, para a empresa Precision Watches.

O tenente-coronel Mauro Cid, ex-ajudante de ordens de Bolsonaro, foi a uma loja em Wilson Grove para vender as peças.

Segundo a PF, as vendas foram fechadas em 68 mil dólares, cerca de 347 mil reais.

O comprovante do depósito foi encontrado no celular do militar.

Opinião

Será que o PT realmente defende terroristas?

25.06.2024 18:36 3 minutos de leitura
Visualizar

Presidente do Fluminense comenta a dolorosa saída de Fernando Diniz

Visualizar

Cenário externo pressiona dólar e juros futuros

Visualizar

Amazon Prime Day 2024 tem data divulgada. Confira

Visualizar

“Decisão a favor do porte de maconha era esperada”, diz oposição na Câmara

Visualizar

Eurocopa 2024: Dinamarca se classifica para as oitavas

Visualizar

< Notícia Anterior

Pacheco amplia pressão contra o governo e ameaça MP da Compensação

11.06.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Após suspeitas de irregularidades, governo anula leilão de arroz

11.06.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (1)

Paulo Pires

2024-06-11 19:28:31

No governo do Mito não tinha corrupção, só tinha joias!


Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

“Decisão a favor do porte de maconha era esperada”, diz oposição na Câmara

“Decisão a favor do porte de maconha era esperada”, diz oposição na Câmara

25.06.2024 18:20 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Coala festival 2024: Lulu santos e outros artista brasileiros

Coala festival 2024: Lulu santos e outros artista brasileiros

25.06.2024 18:15 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
“Descriminalização só por meio de lei”, afirma Pacheco após decisão do STF

“Descriminalização só por meio de lei”, afirma Pacheco após decisão do STF

25.06.2024 18:05 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Muita facção para poucos fiscais no Brasil

Muita facção para poucos fiscais no Brasil

25.06.2024 17:45 6 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.