Luiz Marinho cansou de esperar pelo motorista dos Correios Luiz Marinho cansou de esperar pelo motorista dos Correios
O Antagonista

Luiz Marinho cansou de esperar pelo motorista dos Correios

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 25.04.2024 18:18 comentários
Brasil

Luiz Marinho cansou de esperar pelo motorista dos Correios

"Eu provoquei o Correio, mas o Correio, na minha… Bom, deixa pra lá o que eu acho do Correio", disse o ministro do Trabalho em audiência na Câmara dos Deputados

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 25.04.2024 18:18 comentários 0
Luiz Marinho cansou de esperar pelo motorista dos Correios
Foto: Bruno Spada / Câmara dos Deputados

O ministro do Trabalho, Luiz Marinho (foto), participou nesta quinta-feira, 25, de audiência na Câmara dos Deputados para debater a proposta do governo Lula para regulamentar o trabalho dos motoristas de aplicativo. Ele foi muito criticado por não ter ouvido os motoristas e dado preferência aos sindicatos para a elaboração do projeto. O ministro também renegou a própria proposta de que os Correios tomassem o lugar da Uber no Brasil.

“No começo até falaram: ‘o ministro quer que a Uber vá embora’. Eu nunca falei de a Uber ir embora. Eu não convidei a Uber, eles vieram. Cada negócio se montou, eu não montei nenhum negócio de aplicativo, eles aconteceram. Eu não estou pedido para nenhum negócio de aplicativo ir embora do Brasil, fechar, nada disso. (…) Eu provoquei o Correio, mas o Correio, na minha… Bom, deixa pra lá o que eu acho do Correio”, disse o ministro quando questionado sobre suas críticas à Uber.

Eis o que Marinho disse na mesma Câmara em 4 de outubro de 2023:

“A imprensa disse: ‘e se a Uber sair do Brasil?’ Primeiro, que a Uber não vai sair do Brasil, porque é o primeiro, número um é o Brasil, seu mercado. Segundo, se caso queira sair, o problema é só da Uber, porque outros concorrentes ocuparão esse espaço, como é no mercado. E eu provoquei o Correio para que estudasse, aque deveria se estudar montar um aplicativo, para coloc ar de forma mais humana para os trabalhadores usassem já o aplicativo do Correio para poder trabalhar sem a neura do lucro dos capitalistas.”

Críticas

Os representantes dos motoristas presentes à audiência criticaram os ganhos das plataformas, que ficam com 40% de suas corridas, e disseram que os encargos previstos pelo governo não fazem sentido se os motoristas não passarem a receber uma parcela maior pelo trabalho.

“Eu presto o serviço, e tenho menos poder de decisão. Compro um carro caríssimo, e não escolho nada, não decido nada”, criticou Denis Moura, diretor de comunicação e relações públicas da Associação de Motoristas por Aplicativo do Brasil, que apresentou um histórico no qual os motoristas começaram a trabalhar muito satisfeito na Uber, mas viram suas condições de trabalho se deteriorarem com o tempo, pela popularização da modalidade de trabalho.

“Excluídos”

“A PL 12 ficou como esperança para o motorista de uma melhora, mas, quando ela foi exposta, ficou clara uma participação muito grande das empresas, dos sindicatos, que não têm adesão dos motoristas. Não foram ouvidas as associações. A gente não foi aceito no grupo de trabalho, ao contrário, foi retirado, porque não queriam nos dar voz”, reclamou.

Paulo Xavier, presidente da Frente Nacional de Apoio a Motoristas Autônomos, foi mais direto nas críticas ao governo: “Nós, como motoristas, fomos excluídos desse debate. Muito se admira o governo que diz defender o trabalhador montar um grupo de trabalho onde o próprio trabalhador foi excluído”.

O governo Lula tinha estabelecido urgência para tratar do projeto de lei que pretende regulamentar o trabalho dos motoristas de aplicativo, mas esse tipo de divergência, exposta por protestos de motoristas Brasil afora, levou Marinho a recuar da pressa.

Mundo

Turista é feita “refém” em hospital turco por não pagar a conta

28.05.2024 22:43 3 minutos de leitura
Visualizar

Luciano Camargo confirma nova fase gospel e revela motivo

Visualizar

Câmara aprova 'PL das blusinhas da Shein' e taxa importados de até US$ 50 em 20%

Visualizar

Série baseada no filme Cidade de Deus estreia em agosto

Visualizar

Até Maria do Rosário e Tabata votaram contra Lula por fim das saidinhas

Visualizar

Acabou a festa das blusinhas e das "bugigangas"

Carlos Graieb Visualizar

Tags relacionadas

correios Luiz Marinho motoristas de aplicativo Uber
< Notícia Anterior

Pai de motorista da Porsche que se envolveu em acidente é acusado de violência doméstica

25.04.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Aos 58 anos, Romário realiza seu primeiro treino pelo América. Confira as imagens

25.04.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Luciano Camargo confirma nova fase gospel e revela motivo

Luciano Camargo confirma nova fase gospel e revela motivo

28.05.2024 22:07 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Série baseada no filme Cidade de Deus estreia em agosto

Série baseada no filme Cidade de Deus estreia em agosto

28.05.2024 21:41 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Até Maria do Rosário e Tabata votaram contra Lula por fim das saidinhas

Até Maria do Rosário e Tabata votaram contra Lula por fim das saidinhas

28.05.2024 21:32 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Governo Lula sofre derrotas em série e é atropelado pelo Congresso

Governo Lula sofre derrotas em série e é atropelado pelo Congresso

Wesley Oliveira, Wilson Lima
28.05.2024 20:56 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.