Juscelino favorece aliado com concessão de 31 retransmissoras de TV Juscelino favorece aliado com concessão de 31 retransmissoras de TV
O Antagonista

Juscelino favorece aliado com concessão de 31 retransmissoras de TV

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 29.11.2023 08:22 comentários
Brasil

Juscelino favorece aliado com concessão de 31 retransmissoras de TV

O Ministério das Comunicações, de Juscelino Filho (União-MA, foto), concedeu 31 retransmissoras de TV a um aliado do ministro no Maranhão em um período de cinco a oito meses...

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 29.11.2023 08:22 comentários 0
Juscelino favorece aliado com concessão de 31 retransmissoras de TV
Foto: Cléverson Oliveira/Mcom

O Ministério das Comunicações, de Juscelino Filho (União-MA, foto), concedeu 31 retransmissoras de TV a um aliado do ministro no Maranhão em um período de cinco a oito meses, registrou o Estado de S. Paulo. Um levantamento realizado pelo jornal mostra que nenhuma outra emissora foi contemplada com tantos pedidos do mesmo tipo em 2023.

As retransmissoras foram concedidas à TV Difusora, propriedade do advogado Willer Tomaz de Souza, compadre do senador Weverton Rocha (PDT-MA), aliado do ministro.

Segundo o jornal, o responsável na pasta pela área que aprova esses pedidos é ex-sócio do dono da Difusora.

Das 31 solicitações atendidas por Juscelino, 27 são para cidades localizadas na Amazônia Legal, onde as retransmissoras podem ter conteúdos informativos e publicitários locais, o que as torna mais lucrativas.

Além disso, a ampliação do sinal da TV Difusora pelo Maranhão pode ser uma forma do ministro e políticos aliados divulgarem suas ações. Em janeiro, quando foi nomeado ministro por Lula, Juscelino foi retratado pela emissora como “nosso querido Juscelino Filho”.

“Durante duas semanas, o Estadão identificou todas as autorizações de serviço de retransmissão de TV, em caráter primário e secundário, concedidas por Juscelino em 2023. As medidas que beneficiaram a emissora do grupo do ministro e de Weverton tramitaram por um período entre cinco a oito meses. Enquanto isso, há pedidos protocolados entre 2019 e 2022 aguardando deliberação, em diferentes fases”, afirmou o jornal.

A TV Difusora é a primeira emissora de TV do Maranhão e já foi comandada pela família do ex-senador Edison Lobão (MDB-MA). Segundo o Estadão, a rede foi arrendada para Weverton em 2016 e depois vendida para Willer Tomaz, compadre do parlamentar. Padrinho da indicação de Juscelino ao governo, o senador nega que tenha arrendado a Difusora.

Willer Tomaz já foi descrito pela emissora como acionista do grupo e presidente do Conselho do Sistema Difusora. Na Receita Federal, a Difusora está sob controle da irmã de Tomaz, Christine Tomaz de Souza, e da empresa Difusora Comunicação S/A.

De acordo com o jornal, a irmã do advogado assinou ao menos sete pedidos de retransmissão da Difusora enviados ao Ministério das Comunicações em 2023. As solicitações foram endereçadas às áreas competentes da pasta, incluindo o Departamento de Radiodifusão Privada, comandado por um ex-sócio de Willer.

Ao jornal, o Ministério das Comunicações afirmou que os processos da TV Difusora foram analisados junto com outros e que o tratamento mais célere se deve ao fato de ser um canal de rede exclusiva, sem concorrência. Porém, é importante ressaltar que as liberações foram para os canais 38, 39, 41 e 42, enquanto a Difusora só tem rede no canal 38 do Maranhão.

O ministério também informou que existem 9.650 pedidos em tramitação e que as análises dos processos são pautadas em critérios técnicos. Somente após a análise técnica, os processos são enviados para o ministro decidir sobre as aprovações.

O CEO da TV Difusora, Leo Felipe, afirmou que a meta da emissora é promover a maior integração possível dos municípios maranhenses e cobrir 100% do território. Ele também ressaltou que as entrevistas com o ministro foram realizadas dentro do âmbito ético do bom jornalismo e com ampla cobertura de todos os veículos de comunicação locais.

Leia também:

R$ 2,56 milhões de Juscelino para Juscelino?

De Juscelino para Juscelino (de novo)

Mundo

Dona do "Call of Duty" é acusada de homicídio culposo por tiroteio em escola dos EUA

24.05.2024 22:26 3 minutos de leitura
Visualizar

Google revisa IA para corrigir erros bizarros

Visualizar

Inmet alerta: Junho deve ser a salvação do Rio Grande do Sul

Visualizar

Ivan Sant'anna na Crusoé: Terra de fronteira – Primeira parte

Visualizar

Boeing e NASA superam desafios e preparam 1° voo tripulado da Starliner

Visualizar

Rodolfo Borges na Crusoé: Um goleiro nunca é o bastante

Visualizar

Tags relacionadas

concessão de TV Juscelino Filho Maranhão Ministério das Comunicações Weverton Rocha
< Notícia Anterior

Jornais destacam reestatização de refinaria da Petrobras no Ceará

29.11.2023 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Juíza que gritou com testemunha em SC é afastada de audiências

29.11.2023 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Inmet alerta: Junho deve ser a salvação do Rio Grande do Sul

Inmet alerta: Junho deve ser a salvação do Rio Grande do Sul

24.05.2024 21:37 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Facções avisam que vão vingar morte de crianças em BH

Facções avisam que vão vingar morte de crianças em BH

24.05.2024 20:58 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Ministério Público vai recorrer de absolvição de Cláudio Castro

Ministério Público vai recorrer de absolvição de Cláudio Castro

24.05.2024 20:57 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Brasil ultrapassa 3 mil mortes por dengue em 2024

Brasil ultrapassa 3 mil mortes por dengue em 2024

24.05.2024 20:44 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.