O Antagonista

“Infelizmente vai aumentar”, diz Leite sobre mortos no RS

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 02.05.2024 20:16 comentários
Brasil

“Infelizmente vai aumentar”, diz Leite sobre mortos no RS

O governador do Rio Grande do Sul confirmou 29 mortos e 60 desaparecidos devido às fortes chuvas no estado

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 02.05.2024 20:16 comentários 0
“Infelizmente vai aumentar”, diz Leite sobre mortos no RS
Foto: Mauricio Tonetto/Secom RS

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB/foto), anunciou na noite de quinta-feira, 2, que o número de mortos devido às fortes chuvas que atingem o estado há quatro dias chegou a 29. Além disso, há pelo menos 60 pessoas desaparecidas. O pronunciamento ocorreu durante uma coletiva de imprensa realizada em Porto Alegre.

Durante a coletiva, Leite lamentou a situação e alertou que os números ainda devem aumentar, pois há pessoas desaparecidas em locais de difícil acesso.

Infelizmente sabemos que esses números vão aumentar. Temos 60 desaparecidos registrados e mesmo esse número tende a ser maior. Sabemos que há pessoas desaparecidas em lugares inacessíveis“, disse Leite.

Ele fez um apelo para que a população busque abrigo em áreas seguras, longe das regiões alagadas indicadas pela Defesa Civil.

Momento excepcionalmente crítico

O governador ressaltou a gravidade da situação e destacou que o estado enfrenta um momento excepcionalmente crítico. Ele afirmou que as condições climáticas têm dificultado os resgates e que é impossível atender todas as demandas nesse cenário.

Durante a coletiva, Eduardo Leite informou que especialistas do governo preveem que o nível de elevação do Rio Guaíba possa chegar a 5 metros, o que seria um recorde absoluto.

Atualmente, o rio está em 3,36 metros e está subindo cerca de 8 centímetros por hora. Caso as projeções se confirmem, essa seria a maior enchente registrada desde 1941.

Rompimento de barragem

Na tarde de hoje o grande volume de chuva resultou no rompimento da Barragem da Hidrelétrica 14 de Julho, localizada entre os municípios de Cotiporã e Bento Gonçalves.

A Defesa Civil evacuou os moradores da região por medida de segurança. Além disso, há risco iminente em outras cinco barragens, com alerta e retirada de moradores. No total, 13 estações estão sendo monitoradas pelo estado.

Diante da gravidade da situação, o governo estadual decretou estado de calamidade pública, com validade de 180 dias. Esse decreto estabelece que os órgãos e entidades da administração pública estadual devem prestar apoio imediato às áreas afetadas, em colaboração com a Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil.

Os municípios afetados também têm a possibilidade de solicitar auxílio semelhante, que será avaliado e homologado pelo Estado, garantindo uma resposta rápida e coordenada diante da emergência.

Apoio do governo federal

O presidente Lula esteve no Rio Grande do Sul nesta quinta-feira e garantiu que o governo federal não medirá esforços para apoiar financeiramente o estado nesse momento de crise.

Ele afirmou que não faltará ajuda para cuidar da saúde, transporte e alimentos das pessoas afetadas pelas chuvas.

Ele ressaltou que, como governante, fará tudo o que estiver ao alcance do governo federal e suas instituições para proporcionar tranquilidade e cuidado às famílias gaúchas.

Mais Lidas

1

"O melhor antídoto para a ideologia 'woke' é conhecer a verdade"

Visualizar notícia
2

Lula aplaudirá banho de sangue prometido por Maduro, diz Mourão

Visualizar notícia
3

Crusoé: Os crimes da areia

Visualizar notícia
4

Israel intercepta míssil lançado pelos Houthis no Iêmen

Visualizar notícia
5

Bolsonaro teve 6 encontros com suposto informante da Receita

Visualizar notícia
6

Crescem indícios de que chefe militar do Hamas foi morto, dizem FDI

Visualizar notícia
7

Correspondentes estrangeiros condenam ameaças de Maduro

Visualizar notícia
8

Lulopetismo faz do Brasil um anão diplomático cada vez menor

Visualizar notícia
9

Campanha de Trump já se prepara para Kamala Harris

Visualizar notícia
10

Pesquisas dão vantagem a Trump sobre Biden

Visualizar notícia

Tags relacionadas

calamidade pública desaparecidos Eduardo Leite fortes chuvas mortes Rio Grande do Sul
< Notícia Anterior

Datena é internado em São Paulo

02.05.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Reino Unido pode ter a maior inflação do G7

02.05.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

São Paulo registra 72 pontos de cracolândia

São Paulo registra 72 pontos de cracolândia

21.07.2024 14:15 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Mulher processa Gusttavo Lima após perder carro na enchente

Mulher processa Gusttavo Lima após perder carro na enchente

21.07.2024 13:56 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Lulopetismo faz do Brasil um anão diplomático cada vez menor

Lulopetismo faz do Brasil um anão diplomático cada vez menor

Ricardo Kertzman
21.07.2024 12:45 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Eleições em BH: Quanto pesa a influência de Bolsonaro, Lula, Zema, Aécio e Kalil

Eleições em BH: Quanto pesa a influência de Bolsonaro, Lula, Zema, Aécio e Kalil

Ricardo Kertzman
21.07.2024 12:26 5 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.