Governo reconhece estado de calamidade pública no RS Governo reconhece estado de calamidade pública no RS
O Antagonista

Governo reconhece estado de calamidade pública no RS

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 06.05.2024 07:26 comentários
Brasil

Governo reconhece estado de calamidade pública no RS

Assinada pelo secretário nacional de Proteção e Defesa Civil, Wolnei Wolff Barreiros, a medida facilita a transferência de recursos emergenciais

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 06.05.2024 07:26 comentários 3
Governo reconhece estado de calamidade pública no RS
Foto: Ricardo Stuckert / PR

O governo federal reconheceu neste domingo, 5, estado de calamidade pública em 336 municípios do Rio Grande do Sul afetados pelas chuvas.

Assinada pelo secretário nacional de Proteção e Defesa Civil, Wolnei Wolff Barreiros, a medida facilita a transferência de recursos emergenciais.

A lista completa dos municípios foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União.

As chuvas no Rio Grande do Sul

O número de mortes provocadas pelos temporais no Rio Grande do Sul chegou a 78, conforme balanço divulgado às 18h de domingo, 5, pela Defesa Civil do estado.

Pelo menos 105 pessoas estão desaparecidas e outras 175, feridas. No total, 341 dos 496 municípios do estado registraram algum tipo de problema, afetando 844 mil pessoas.

A Defesa Civil soma 134,3 mil pessoas fora de casa, sendo 18,4 mil em abrigos e 115 mil desalojadas.

Comitiva de Lula acompanha os estragos

O presidente Lula sobrevoou Porto Alegre e região metropolitana no domingo ao lado do governador Eduardo Leite e dos presidentes da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, e do Senado, Rodrigo Pacheco.

A comitiva de 18 autoridades incluiu ainda o vice-presidente do Supremo Tribunal Federal, Edson Fachin, e o presidente do Tribunal de Contas da União, Bruno Dantas.

A lista inclui também os ministros Fernando Haddad, da Fazenda, Rui Costa, da Casa Civil, Nísia Trindade, da Saúde, e Marina Silva, do Meio Ambiente. Janja, a primeira-dama, também acompanhou o grupo.

Não haverá burocracia para recuperar o RS

Após o reconhecimento dos estragos causados pelas chuvas, o presidente Lula afirmou que não haverá “impedimento da burocracia” para que o poder público possa ajudar na recuperação do Rio Grande do Sul.

Em entrevista coletiva, o petista disse ainda que o estado terá dinheiro suficiente para se reerguer se parlamentares liberarem suas emendas.

“Sei que os deputados têm um monte de emendas. Se cada deputado liberar emendas para o Rio Grande do Sul, serão alguns milhões que você [Eduardo Leite] terá imediatamente”, afirmou Lula.

“Não haverá impedimento da burocracia para que a gente recupere a grandeza deste estado”, acrescentou.

Esportes

Fluminense vence o Sampaio Corrêa e garante vaga nas oitavas de final

23.05.2024 07:15 3 minutos de leitura
Visualizar

Você pode ajudar a encontrar Lucas, um dos desaparecidos do Brasil

Visualizar

Concurso TJ SP: 572 Vagas para escrevente com altas remunerações

Visualizar

PL 950/24: mudanças no Bolsa Família ampliam benefícios

Visualizar

Fernando Diniz renova com o Fluminense até 2025

Visualizar

Concurso em Morro Agudo: Vagas para todos os níveis! Inscreva-se

Visualizar

Tags relacionadas

calamidade pública chuvas governo federal Rio Grande do Sul
< Notícia Anterior

Semana tem decisão que pode reduzir ritmo de cortes da Selic

06.05.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Porto Alegre: Sem água, luz, escolas e mantimentos

06.05.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (3)

Marcelo Augusto Monteiro Ferraz

2024-05-06 11:03:36

🙏🙏🙏🙏


Joaquim Pereira da Costa Júnior

2024-05-06 08:34:00

A ajuda federal deve ser incondicional num pacto federativo. O momento é de solidariedade ao povo gaúcho, sem espaço para arranjos políticos, troca de afagos/emendas para auxílio emergencial, a necessidade independe de contraprestação.


Paulo Lasta

2024-05-06 08:02:48

SOMOS O METAVERSO DA ESQUIZOFRENIA, NAO PODE SER NORMAL, ORGIA PAGA COM DINHEIRO PUBLICO, CONTRIBUINTES, AO MESMO INSTANTE MORTES POR FLAGELO, DETALHE A PEDIDO DA PROPIA, NAO SE PODERIA FALAR PORTUGUES, TEMOS SINDROME DE CACHORRO CARAMELO. QUE FASE.


Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Você pode ajudar a encontrar Lucas, um dos desaparecidos do Brasil

Você pode ajudar a encontrar Lucas, um dos desaparecidos do Brasil

23.05.2024 07:12 1 minuto de leitura
Visualizar notícia
Concurso TJ SP: 572 Vagas para escrevente com altas remunerações

Concurso TJ SP: 572 Vagas para escrevente com altas remunerações

23.05.2024 07:07 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
PL 950/24: mudanças no Bolsa Família ampliam benefícios

PL 950/24: mudanças no Bolsa Família ampliam benefícios

23.05.2024 07:00 4 minutos de leitura
Visualizar notícia
Concurso em Morro Agudo: Vagas para todos os níveis! Inscreva-se

Concurso em Morro Agudo: Vagas para todos os níveis! Inscreva-se

23.05.2024 06:34 2 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.