Fux autoriza quebra de sigilos de Janones Fux autoriza quebra de sigilos de Janones
O Antagonista

Fux autoriza quebra de sigilos de Janones

avatar
Júlia Schiaffarino
2 minutos de leitura 21.02.2024 14:22 comentários
Brasil

Fux autoriza quebra de sigilos de Janones

Em conversa gravada em fevereiro de 2019, Janones disse que precisava de “ajudar a pagar as contas” da campanha

avatar
Júlia Schiaffarino
2 minutos de leitura 21.02.2024 14:22 comentários 2
Fux autoriza quebra de sigilos de Janones
Foto: Divulgação/X André Janones

O ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou a quebra dos sigilos fiscal e bancário de André Janones, deputado federal pelo Avante de Minas Gerais. Janones é alvo de investigações do Supremo por suposta prática derachadinhaem seu gabinete.

No pedido, o ministro aprova a fundamentação apresentada pela Polícia Federal (PF). O ministro também considerou parecer favorável da Procuradoria-Geral da República (PGR) que afirmou haver “indícios de possível prática criminosa”.

“Rachadinha” é um apelido dado à prática de ficar com parte do salário de cargos comissionados, o que na prática consiste em um desvio de dinheiro público.

Relembre o caso

As suspeitas contra o parlamentar vieram à tona após o site Metrópoles divulgar um áudio em que André Janones defende a assessores o pagamento de suas despesas de campanha com “rachadinha”.

Em uma conversa gravada em fevereiro de 2019, ele disse que iria conversar com algumas pessoas para “ajudar a pagar as contas” da campanha à prefeitura de Ituiutaba, em 2016.

“Tem algumas pessoas aqui, [com] que eu ainda vou conversar em particular depois… Vão receber um pouco de salário a mais. E elas vão me ajudar a pagar as contas do que ficou da minha campanha de prefeito”, disse o deputado.

“Eu perdi 675 mil reais na campanha. ‘Ah, isso é devolver salário e você tá chamando de outro nome’. Não é. Porque eu devolver salário, você manda na minha conta e eu faço o que eu quiser”, acrescentou.

Outro trecho do áudio mostra o deputado sugerindo a criação de uma “vaquinha” mensal entre os servidores de seu gabinete na Câmara dos Deputados para financiar a campanha de seu grupo político em 2020.

Esportes

Santos faz proposta de empréstimo por Patrick, do Galo

12.04.2024 21:45 3 minutos de leitura
Visualizar

Lula e Lewandowski defendem mais presos que vítimas

Visualizar

Lula corta anúncios no X

Visualizar

"Proteger democracia com censura é terrível", diz Michael Shellenberger

Visualizar

Neris sobre vaias da torcida do Cruzeiro: "Não me afetam"

Visualizar

Josh Wander, dono da SAF do Vasco, chega ao Rio de Janeiro

Visualizar

< Notícia Anterior

Fluminense nega nova parceria com patrocinador Master e reafirma vínculo atual

21.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Padre Marko Ivan Rupnik acusado de abusos por cerca de 20 pessoas

21.02.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Júlia Schiaffarino

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (2)

Murillo Bueno Bran Junior

2024-02-21 17:57:23

Deu azar que não caiu na mão do beiçola heim rachones??😂😂😂


Carlos Renato Cardoso Da Costa

2024-02-21 15:27:09

Vamos a passo de caracol


Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Lula corta anúncios no X

Lula corta anúncios no X

12.04.2024 21:34 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Prisão de suspeitos por divulgação de vídeos íntimos de adolescente causa comoção

Prisão de suspeitos por divulgação de vídeos íntimos de adolescente causa comoção

12.04.2024 20:45 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Aumento na tarifa do metrô no Rio de Janeiro

Aumento na tarifa do metrô no Rio de Janeiro

12.04.2024 20:21 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
PM é preso por esquema de tráfico na Cracolândia

PM é preso por esquema de tráfico na Cracolândia

12.04.2024 20:09 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.