Frentes parlamentares se articulam contra vetos de Lula Frentes parlamentares se articulam contra vetos de Lula
O Antagonista

Frentes parlamentares se articulam contra vetos de Lula

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 23.04.2024 15:03 comentários
Brasil

Frentes parlamentares se articulam contra vetos de Lula

O deputado federal Gilson Marques (NOVO-SC), coordenador de liberdade de consumo da FPLM, criticou a cobrança de taxas de bagagem

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 23.04.2024 15:03 comentários 0
Frentes parlamentares se articulam contra vetos de Lula
Foto: Cleia Viana / Câmara dos Deputados

As Frentes Parlamentares ligadas aos setores produtivos estão articulando no Congresso Nacional a votação de alguns vetos do presidente Lula que estão na pauta da próxima sessão marcada para quarta-feira (24).

Um dos vetos analisados pela Frente Parlamentar pelo Livre Mercado (FPLM) é sobre a aprovação da bagagem gratuita nos voos domésticos e internacionais (VETO Nº 30, de 2022). O benefício tinha sido incluído na votação da Medida Provisória (MP) 1.089/202 que flexibiliza as regras da aviação civil, conhecida como Voo Simples.

O deputado federal Gilson Marques (NOVO-SC), coordenador de liberdade de consumo da FPLM, criticou o fim da cobrança das taxas de bagagem alertando que esta acabará sendo embutida no preço das passagens de todos, mesmo daqueles que não utilizam o serviço. “Não há necessidade desse tipo de intervenção no mercado. O custo existe e será repassado de alguma forma. Se não derrubarmos esse veto, os consumidores que viajam apenas com mala de mão irão subsidiar o serviço daqueles que despacham bagagem”, alegou Gilson.

Offshores

Outro veto destacado e analisado pela FPLM trata-se da Lei das Offshores / Tributação de Fundos de Investimentos (VETO 42, de 2022). A Frente defende a manutenção deste veto, pois ele é fundamental para o desenvolvimento do ainda pequeno mercados de capitais de pequenas e médias empresas.

“Se esse veto for derrubado no Congresso, infelizmente, veremos o fim do setor no mercado de capitais. E esse nicho de ações depende da existência da legislação vigente”, afirmou Rodrigo Marinho, diretor-executivo do Instituto Livre Mercado, que secretaria a FPLM.

A BEE4, que é um novo mercado regulado pela CVM e com a segurança da infraestrutura em blockchain para negociação de ações de pequenas e médias empresas (PMEs), lembra que o Brasil é um país cujo acesso ao crédito é majoritariamente bancário – através de empréstimos com uma das maiores taxas de juros do mundo -, e, por isso, afirma que a existência de novas fontes de financiamento é de suma importância para trazer concorrência ao setor e baratear o crédito no Brasil.

Rodrigo Fiszman, presidente do Conselho da BEE4, destacou que nos EUA e em outros países desenvolvidos as fontes de financiamento são majoritariamente via mercado de capitais. “Garantir o desenvolvimento do mercado de capitais brasileiro é fundamental para a reduzir o custo do crédito, gerar novos negócios e empregos no Brasil. Especialmente para as Pequenas e Médias Empresas, que representam mais de 50% dos empregos formais”.

O presidente do Conselho da BEE4 avalia que o VETO Nº 42, de 2022, “trata-se de uma questão estritamente técnica e é extremamente importante para garantir a evolução de novas fontes de financiamento, cada vez mais competitivas para o empresariado brasileiro”, concluiu Fiszman.

Veja outros vetos em debate que estão sendo articulados pelas Frentes Parlamentares:

  • VETO PARCIAL Nº 46, DE 2021 – Lei de Segurança Nacional e Crimes contra o Estado Democrático de Direito
  • VETO PARCIAL Nº 44, DE 2023 – Reajuste das Taxas de Cartório no DF
  • VETO Nº 48/2023 – Isenção de ICMS no trânsito de produtos da mesma empresa
Mundo

Drones ajudam na busca pelo presidente do Irã

19.05.2024 14:06 2 minutos de leitura
Visualizar

Bruno Mars lança novas datas para shows no Brasil

Visualizar

BMW deve anunciar pelo menos 14 novos modelos até 2025

Visualizar

EUA acompanham incidente com helicóptero de Raisi

Visualizar

Profissões antigas que a tecnologia ajudou a tirar do mercado

Visualizar

Porto Alegre reabre escolas pós-enchente: Esperança e recuperação

Visualizar

< Notícia Anterior

O otimismo de Lula com a farsa eleitoral de Maduro

23.04.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Senado aprova redução de IR para motoristas de táxi e aplicativos

23.04.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Bruno Mars lança novas datas para shows no Brasil

Bruno Mars lança novas datas para shows no Brasil

19.05.2024 14:00 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Porto Alegre reabre escolas pós-enchente: Esperança e recuperação

Porto Alegre reabre escolas pós-enchente: Esperança e recuperação

19.05.2024 13:06 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Sol começa a aparecer no Rio Grande do Sul

Sol começa a aparecer no Rio Grande do Sul

19.05.2024 12:41 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Guia de declaração de IR para MEIs e MEs: Tudo que você precisa saber

Guia de declaração de IR para MEIs e MEs: Tudo que você precisa saber

19.05.2024 12:32 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.