“Foi um erro colocar no governo”, diz Paes sobre Chiquinho Brazão “Foi um erro colocar no governo”, diz Paes sobre Chiquinho Brazão
O Antagonista

“Foi um erro colocar no governo”, diz Paes sobre Chiquinho Brazão

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 30.03.2024 13:47 comentários
Brasil

“Foi um erro colocar no governo”, diz Paes sobre Chiquinho Brazão

Deputado acusado de mandar matar Marielle foi até início de fevereiro secretário especial de Ação Comunitária do município do Rio

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 30.03.2024 13:47 comentários 0
“Foi um erro colocar no governo”, diz Paes sobre Chiquinho Brazão
Foto: Reprodução

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (foto), se manifestou neste sábado, 30, pela primeira vez, sobre a prisão do deputado federal Chiquinho Brazão, acusado de ser um dos mandantes do assassinato de Marielle Franco.

Chiquinho Brazão foi até início de fevereiro secretário especial de Ação Comunitária do município do Rio.

Durante evento de inauguração do BRT Transbrasil, Paes afirmou que foi um “erro” tê-lo nomeado.

Foi um erro da minha parte colocar no governo uma pessoa que tinha suspeita no caso. É óbvio que posso aqui ter todas as desculpas do mundo, foram seis anos [de investigação] e todo mundo já tinha sido acusado de tudo, mas errei. O mais importante quando se erra é consertar o erro”, afirmou o prefeito. 

Paes disse ainda que já tinha pedido o afastamento de Chiquinho Brazão da secretaria “quando começaram a surgir os boatos”

“E a gente entende que os quadros que tínhamos do Republicanos aqui não eram adequados. Queremos alianças, mas as alianças têm que ter um limite. E quando digo que errei, acho que fiz uma avaliação equivocada de que não tinha esse risco.”

O domínio dos Brazão no Rio de Paes, Castro e Cunha

O relatório da Polícia Federal sobre a morte da vereadora Marielle Franco afirma que os irmãos Domingos e Chiquinho Brazão tinham de tal forma domínio sobre milícias da favela de Rio das Pedras que somente candidatos vinculados aos dois faziam campanha na região.

Entre os então candidatos que tiveram autorização para pedir votos na região, a Polícia Federal cita os casos do então deputado federal Eduardo Cunha e do ex-presidente da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro Jorge Picciani.

O relatório da PF confirma a influência da família Brazão em áreas dominadas por milicianos no Rio de Janeiro. Esse poderio foi exaltado por políticos como o prefeito Eduardo Paes e o governador Cláudio Castro.

“Quem mais representa Jacarepaguá, quem mais briga por Jacarepaguá, é a família Brazão, disse em discurso o prefeito Eduardo Paes sete meses antes de a dupla ser presa. Na época, Paes participava do lançamento da pré-candidatura de Kaio Brazão, de 22 anos, filho de Domingos Brazão.

Mundo

Crusoé: Primeiro dia de julgamento de Donald Trump começa com depoimentos

22.04.2024 13:54 2 minutos de leitura
Visualizar

Atos em Columbia: uivo contra a civilização e atração pela barbárie

Visualizar

Brasil vai passar por nova onda de calor

Visualizar

Polícia Federal desarticula rede de tráfico no Porto de Paranaguá

Visualizar

Onde assistir Milan x Inter de Milão: confira detalhes da partida

Visualizar

Lula instrui Haddad a ler menos e falar mais com o Congresso

Visualizar

Tags relacionadas

Chiquinho Brazão Eduardo Paes Marielle Franco prefeitura do Rio Rio de Janeiro
< Notícia Anterior

Onde assistir Maringá x Athletico-PR: confira detalhes da partida

30.03.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Torcida do Flamengo fará homenagem a Gabigol durante a final

30.03.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

O Antagonista é um dos principais sites jornalísticos de informação e análise sobre política do Brasil. Sua equipe é composta por jornalistas profissionais, empenhados na divulgação de fatos de interesse público devidamente verificados e no combate às fake news.

Suas redes

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Brasil vai passar por nova onda de calor

Brasil vai passar por nova onda de calor

22.04.2024 13:47 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Polícia Federal desarticula rede de tráfico no Porto de Paranaguá

Polícia Federal desarticula rede de tráfico no Porto de Paranaguá

22.04.2024 13:47 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Onde assistir Milan x Inter de Milão: confira detalhes da partida

Onde assistir Milan x Inter de Milão: confira detalhes da partida

22.04.2024 13:30 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Lula instrui Haddad a ler menos e falar mais com o Congresso

Lula instrui Haddad a ler menos e falar mais com o Congresso

22.04.2024 13:21 1 minuto de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.