Faroeste caboclo Faroeste caboclo
O Antagonista

Faroeste caboclo

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 29.03.2019 21:58 comentários
Brasil

Faroeste caboclo

Por trás dos embates institucionais das últimas semanas, um clima de desconfiança se alastra em Brasília. O problema não está na reforma da Previdência ou no pacote anticrime de Sergio Moro, muito menos na celebração do 31 de março. Mas na suspeita de que...

avatar
Redação O Antagonista
2 minutos de leitura 29.03.2019 21:58 comentários 0
Faroeste caboclo
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Por trás dos embates institucionais das últimas semanas, um clima de desconfiança se alastra em Brasília. O problema não está na reforma da Previdência ou no pacote anticrime de Sergio Moro, muito menos na celebração do 31 de março.

Mas na suspeita de que integrantes do Legislativo, do Judiciário e até mesmo do Executivo estejam sendo grampeados ilegalmente.

À exceção dos estranhos vazamentos de conversas do ministro Onyx Lorenzoni e do deputado Julian Lemos, não há dados concretos de que algo assim esteja em curso.

O temor, no entanto, aumentou sensivelmente depois que a Presidência da República requisitou à Polícia Federal a cessão de um delegado e três agentes especializados em ações de inteligência e contrainteligência.

Integrantes do Judiciário e do Legislativo desconfiaram da medida, cujo objetivo até hoje não foi esclarecido.

Alguns observadores da cena política, inclusive, enxergam no ‘inquérito combo’ aberto por Dias Toffoli uma espécie de reação institucional camuflada.

Embora o presidente do STF tenha argumentado que era necessário investigar ofensas e calúnias contra ministros, o que se viu foi a montagem de outro “núcleo de inteligência”, com a convocação, por Alexandre de Moraes, de dois delegados de São Paulo – um da PF e outro da Civil.

Maurício Martins da Silva, da Divisão de Inteligência da Civil, é especializado em ações de contrainteligência. O federal Alberto Ferreira Neto teria atuado inclusive na segurança de Geraldo Alckmin.

A guerra de nervos alcançou novo patamar com a prisão de Michel Temer e Moreira Franco – operação seguida de ameaças indiretas do núcleo de Jair Bolsonaro a Rodrigo Maia -, com auge na especulação de que o presidente apostaria no caos para decretar Estado de Sítio.

Para frear a deterioração institucional, alguns atores entraram em campo e conseguiram negociar um armistício. A bandeira branca ainda tremula na capital federal, enquanto Bolsonaro embarca para Israel.

Brasil

Saque-Aniversário FGTS 2024: libere fundos no seu mês e amplie finanças

12.04.2024 12:30 3 minutos de leitura
Visualizar

Onde assistir Palmeiras x Avaí: confira detalhes do Campeonato Feminino

Visualizar

Crusoé: Os arquivos da discórdia

Visualizar

Operação desmascara vida dupla de traficantes no Rio de Janeiro

Visualizar

O "desencontro de palavras" de Paulo Pimenta

Visualizar

Justiça nega novo pedido de Ronnie Lessa para voltar a presídio no Rio

Visualizar

Tags relacionadas

Alexandre de Moraes Dias Toffoli Jair Bolsonaro Palácio do Planalto Rodrigo Maia STF
< Notícia Anterior

Acusados de matar Marielle são transferidos para o RN

29.03.2019 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

"Um projeto de poder político pelos próximos 8, 12 anos"

30.03.2019 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Saque-Aniversário FGTS 2024: libere fundos no seu mês e amplie finanças

Saque-Aniversário FGTS 2024: libere fundos no seu mês e amplie finanças

12.04.2024 12:30 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Crusoé: Os arquivos da discórdia

Crusoé: Os arquivos da discórdia

12.04.2024 12:25 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Operação desmascara vida dupla de traficantes no Rio de Janeiro

Operação desmascara vida dupla de traficantes no Rio de Janeiro

12.04.2024 12:14 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
O "desencontro de palavras" de Paulo Pimenta

O "desencontro de palavras" de Paulo Pimenta

12.04.2024 12:10 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.