Enchentes no RS afetam rede de saúde em vários municípios Enchentes no RS afetam rede de saúde em vários municípios
O Antagonista

Enchentes no RS afetam rede de saúde em vários municípios

avatar
Redação O Antagonista
4 minutos de leitura 06.05.2024 19:06 comentários
Brasil

Enchentes no RS afetam rede de saúde em vários municípios

Hospitais e unidades de saúde estão enfrentando dificuldades no abastecimento de insumos essenciais e na operação de suas instalações

avatar
Redação O Antagonista
4 minutos de leitura 06.05.2024 19:06 comentários 1
Enchentes no RS afetam rede de saúde em vários municípios
Foto: Lauro alves/Secom

O estado do Rio Grande do Sul enfrenta uma crise de saúde após ser atingido pela maior tragédia ambiental de sua história. Com pelo menos 364 municípios afetados, hospitais e unidades de saúde estão enfrentando dificuldades no abastecimento de insumos essenciais e na operação de suas instalações.

Segundo reportagem do Estadão, hospitais de campanha foram implantados para suprir a demanda emergencial desde domingo, 5 de setembro. No entanto, muitas regiões ainda permanecem isoladas e com difícil acesso, especialmente no interior e na região metropolitana de Porto Alegre.

Essa situação tem levado à suspensão de cirurgias, consultas e procedimentos eletivos em grande parte das redes pública e privada.

Rede de saúde de Canoas é a mais afetada

Canoas, a terceira maior cidade do estado e localizada na região metropolitana, foi uma das mais afetadas. O prefeito Jairo Jorge (PSD) relatou que o Hospital de Pronto-Socorro, três Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), três farmácias municipais, quatro Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) e 19 dos 27 postos de saúde foram danificados pelas enchentes e estão inoperantes.

O secretário estadual da Saúde esteve em Brasília, buscando auxílio para os municípios atingidos. Somente com a ajuda da Força Nacional do SUS, o secretário conseguiu retornar ao estado junto com cerca de 20 profissionais de saúde que irão atender de forma móvel por meio do uso de aeronaves.

Os municípios afetados enfrentam dificuldades para enviar pacientes para hospitais regionais devido aos acessos difíceis e bloqueios nas estradas. Essa situação é ainda mais preocupante considerando que a região metropolitana é uma referência para grande parte do estado e está enfrentando bairros ilhados e hospitais evacuados após as inundações.

Falta de insumos

No domingo, foram enviadas aeronaves estaduais com insumos para cidades como Caxias do Sul, Lajeado, Santa Cruz do Sul e São Jerônimo. Entre os itens prioritários estavam soluções para hemodiálise e cilindros de oxigênio, mas há falta de diversos outros produtos. A recomendação é que as cidades isoladas informem seus fornecedores para entregar os insumos na Base Aérea de Canoas, na Grande Porto Alegre, de onde serão remanejados por via aérea.

Mesmo em cidades menos afetadas, como Lavras do Sul, o acesso a um dos principais municípios de referência foi inviabilizado, restando apenas uma opção com mais do que o triplo da distância original. Além disso, outra estrada está intransitável por ser de terra, conforme informado pelo secretário e presidente do Cosems-RS.

Medidas emergenciais

O Cosems-RS, em ofício enviado ao Governo do Estado, listou algumas das demandas mais urgentes. O documento solicita medidas emergenciais para enfrentar a situação causada pelas chuvas extremas, vendavais, enchentes e deslizamentos. Entre as principais demandas estão a falta de energia, internet e telefonia, o que impede o acesso de algumas prefeituras aos recursos e insumos governamentais urgentes. Além disso, é necessário garantir o atendimento de pacientes que necessitam de hemodiálise, quimioterapia e radioterapia.

O conselho também pede o envio de geradores para as unidades de saúde, a destinação de mais kits de medicamentos e insumos e a realização de um levantamento da estrutura das unidades de saúde. Além disso, pleiteia o aumento do teleatendimento, incluindo profissionais de saúde mental.

Saúde em Porto Alegre

Na cidade de Porto Alegre, a Secretaria Municipal de Saúde informou que houve sinalização de estoque insuficiente de oxigênio. No entanto, novas remessas de cilindros foram entregues. A secretaria também apontou a necessidade do repasse urgente de insumos e equipamentos essenciais para garantir a continuidade dos atendimentos.

De acordo com a pasta, pelo menos 15 hospitais e pronto-socorros indicaram baixo estoque ou desabastecimento nos últimos dias, afetando itens como respiradores mecânicos, fraldas, sondas, seringas, agulhas, esparadrapos, cateteres e outros materiais. Além disso, há escassez de produtos para limpeza e alimentos para dietas especiais.

Esportes

Lucas Paquetá é acusado de manipular resultados no futebol inglês

23.05.2024 13:11 2 minutos de leitura
Visualizar

SP adere a programa internacional de segurança em estradas

Visualizar

Odebrecht ainda é corrupto no Peru 

Carlos Graieb Visualizar

Onde assistir Cuiabá x Goiás: confira detalhes da partida

Visualizar

Taylor Swift faz Governo dos EUA abrir processo contra a Live Nation

Visualizar

Personal Trainer é preso por afastar biquíni de aluna em avaliação física

Visualizar

Tags relacionadas

chuvas enchentes estado de calamidade hospital de campanha Rio Grande do Sul Saúde
< Notícia Anterior

Zoológico na China pinta cachorros para parecerem pandas

06.05.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Skate brasileiro tem expectativa alta para Paris 2024

06.05.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (1)

Marcelo Augusto Monteiro Ferraz

2024-05-06 19:41:04

Força, Rio Grande do Sul! 🙏🙏🙏🙏


Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

SP adere a programa internacional de segurança em estradas

SP adere a programa internacional de segurança em estradas

23.05.2024 13:04 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Personal Trainer é preso por afastar biquíni de aluna em avaliação física

Personal Trainer é preso por afastar biquíni de aluna em avaliação física

23.05.2024 12:44 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
13º antecipado para aposentados: impulso na economia

13º antecipado para aposentados: impulso na economia

23.05.2024 12:00 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Um outro projeto de trem para São Paulo

Um outro projeto de trem para São Paulo

23.05.2024 11:42 2 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.