O Antagonista

Deputado rebate críticas à “inoperância” do Congresso sobre criação de marco legal para Abin

avatar
Júlia Schiaffarino
3 minutos de leitura 30.01.2024 14:19 comentários
Brasil

Deputado rebate críticas à “inoperância” do Congresso sobre criação de marco legal para Abin

Servidores da Abin divulgaram documento em defesa de um novo marco normativo mas fazem críticas a uma inoperância de comissão responsável

avatar
Júlia Schiaffarino
3 minutos de leitura 30.01.2024 14:19 comentários 0
Deputado rebate críticas à “inoperância” do Congresso sobre criação de marco legal para Abin
Foto: Renato Araújo/ Câmara dos Deputados

A Comissão de Controle das Atividades de Inteligência (CCAI) rebateu críticas da Intelis, entidade que representa os servidores da Abin, sobre uma inoperância quanto à construção de um novo marco regulatório do serviço de inteligência no país. A comissão é presidida pelo deputado Paulo Alexandre Barbosa (PSDB-SP) e tem como vice o senador Renan Calheiros (MDB-AL).

Em resposta, o presidente afirmou que comissão realizou “deliberações no sentido de dar continuidade ao papel fiscalizatório” e “audiências públicas com o objetivo de clarear assuntos pertinentes à inteligência”.

Paulo Alexandre afirmou, ainda, que uma dessas audiências teve por objetivo tratar do caso envolvendo o uso do software de espionagem “First Mile”, além da aprovação de requerimento com solicitação de informações da Abin sobre o tema.

“Em três ocasiões distintas, o Diretor-Geral da Abin, Luiz Fernando Corrêa, esteve presenta na comissão. Durante os encontros, ele também prestou esclarecimentos sobre a Agência e sua nova gestão. Por último, esteve presente como resposta ao Requerimento de Convite n. 15 de 2023, com a finalidade de expor a nova formatação do SISBIN, criada pelo Decreto n° 11.693, de 06 de setembro de 2023, momento que coincidiu com a Operação Última Milha da Polícia Federal, deflagrada em 20/10/2023. Na ocasião, com ação imediata, o presidente da Comissão acordou que a reunião ocorresse com celeridade na comissão, diante da relevância da discussão com o resultado das investigações da Polícia Federal (PF). A audiência realizada no dia 25/10”, disse por nota.

Entenda as críticas

Servidores da Abin divulgaram um documento, no último domingo, 28, no qual defendem um marco novo marco normativo que deixe claro as atribuições, ferramentas e limites da atividade de inteligência, além da criação de uma vara especializada no poder judiciário para tratar de questões de inteligência.

Ambos os assuntos, entretanto, dependem de avanço no Congresso.

O documento fez críticas diretas à atuação da Comissão das Atividades de Inteligência no Congresso. “Os servidores apoiam maior controle externo pelo Congresso, mas a comissão encarregada da Atividade de Inteligência tem se mostrado pouco atuante nas sucessivas legislaturas”, escrevem.

A Polícia Federal apura a prática de espionagem clandestina com fins políticos por meio da estrutura da Agência Brasileira de Inteligência. Na semana passada, o ex-diretor da Abin e atualmente deputado federal, Alexandre Ramagem (PL-RJ), foi alvo de mandados de busca. Entre as suspeitas que recaem sobre ele está a impressão de documentos sigilosos para entrega de informações ao filho do ex-presidente Jair Bolsonaro, Carlos Bolsonaro.

A PF também cumpriu mandados de busca em endereços de Carlos Bolsonaro na última segunda-feira, 29, dentro da mesma apuração.

Esportes

Craque Neto detona responsável pela eliminação do Corinthians: "maior culpado"

04.03.2024 23:00 2 minutos de leitura
Visualizar

Vasco acerta contratação do atacante Clayton Silva, de Portugal

Visualizar

Cuca concede primeira entrevista oficial como técnico do Athletico

Visualizar

Rafael Cardoso pede desculpas em caso de agressão contra idoso

Visualizar

Os brasileiros sabem da roubalheira

Visualizar

Amigo de Robinho é multado por tumultuar andamento do processo

Visualizar

Tags relacionadas

ABIN Agência Brasileira de Inteligência Comissão de Inteligência Paulo Alexandre Barbosa
< Notícia Anterior

Cobrado pela militância, Lula pede "olho na realidade"

30.01.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Bahia tem 11.934 vagas abertas em concursos para todos o níveis de escolaridade

30.01.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Júlia Schiaffarino

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Rafael Cardoso pede desculpas em caso de agressão contra idoso

Rafael Cardoso pede desculpas em caso de agressão contra idoso

04.03.2024 21:41 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
iFood contesta fala de ministro de Lula: “Não é verdadeira”

iFood contesta fala de ministro de Lula: “Não é verdadeira”

04.03.2024 21:00 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Cabo da PM de Goiás é preso após atirar contra carro de policial no DF

Cabo da PM de Goiás é preso após atirar contra carro de policial no DF

04.03.2024 20:57 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Hamas está “honrado” com falas de Lula, diz líder do grupo terrorista

Hamas está “honrado” com falas de Lula, diz líder do grupo terrorista

04.03.2024 20:45 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.