Covovax: Anvisa aprova nova vacina contra Covid-19 Covovax: Anvisa aprova nova vacina contra Covid-19
O Antagonista

Covovax: Anvisa aprova nova vacina contra Covid-19

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 09.01.2024 10:49 comentários
Brasil

Covovax: Anvisa aprova nova vacina contra Covid-19

Nova vacina é aprovada pela ANVISA no combate às mutações da COVID-19.

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 09.01.2024 10:49 comentários 0
Covovax: Anvisa aprova nova vacina contra Covid-19
Fonte: Divulgação

Neste início de semana, a Covovax (NVX-CoV2373), uma nova vacina contra a Covid-19, foi aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Esta vacina inovadora é a primeira a ser aprovada no Brasil que utiliza tecnologia de proteína recombinante. Produzida pelo Instituto Serum da Índia, o maior fabricante de vacinas mundial, o pedido de autorização foi interposto no país pelo representante brasileiro do instituto, a Zalika Farmaceutica.

Os dados apresentados para suporte do registro mostraram eficácia, imunogenicidade e segurança, obtidos de dois estudos clínicos principais. Esses dados mostraram que a vacina tem um perfil de segurança aceitável, além disso, a coleção das informações revelou que os benefícios do uso da Vacina Covid-19 (recombinante) para prevenção da doença são superiores aos riscos“, afirmou a Anvisa em sua nota oficial.

Fabricação da Covovax e estratégia de imunização

A vacina foi desenvolvida pelo laboratório americano Novavax e já está disponível em vários países sob o nome comercial de Nuvaxovid. No entanto, por meio de uma parceria, a versão que é fabricada no Instituto Serum, que possui a mesma fórmula, é chamada de Covovax.

A Anvisa aprovou a proteção para ser utilizada a partir dos 12 anos como parte de um esquema primário de imunização, portanto para pessoas que ainda não se vacinaram. O ciclo de imunização envolve duas doses, com um intervalo de 21 dias entre elas. Para aqueles com 18 anos ou mais, a agência recomenda um reforço cerca de seis meses após a última dose.

Como funciona a nova vacina contra Covid-19?

A Covovax é a primeira vacina para a Covid-19 produzida à base de proteína. Ao contrário da Pfizer/BioNTech, que utiliza RNA mensageiro, da CoronaVac, que usa vírus inativado, e da Oxford/AstraZeneca, que utiliza a tecnologia de vetor viral.

Esta plataforma de vacinas utiliza apenas uma parte do vírus, suficiente para desencadear uma resposta imunológica. Esta proteína é combinada com um adjuvante, cuja função é aumentar a produção de anticorpos e células de defesa no organismo.

Desafio: Atualização da nova vacina contra Covid-19

Embora a nova vacina tenha evidenciado enorme eficácia em seus testes clínicos – 90,4% para a prevenção da Covid-19 em adultos, segundo estudo publicado no New England Journal of Medicine e apresentado à Anvisa –, é importante notar que estes estudos foram realizados entre dezembro de 2020 e abril de 2021.

Nesse período, outras cepas do coronavírus estavam circulando e a variante original do vírus, contra a qual a Covovax foi formulada, não era dominante. Isso significa que, embora eficaz contra as variantes existentes na época do estudo, a vacina pode precisar ser atualizada para continuar sendo eficaz contra novas variantes do coronavírus.

A Novavax já possui uma variante atualizada do imunizante para a versão recomendada pela Organização Mundial da Saúde (OMS), a XBB. A versão atualizada foi aprovada e já está disponível em países da União Europeia, nos Estados Unidos, Canadá, entre outros. A alteração para uma versão atualizada da vacina é condição para a manutenção do registro do imunizante no Brasil, segundo termo de compromisso firmado entre a Anvisa e a empresa.

A Anvisa explicou que a farmacêutica apresentará evidências e dados adicionais para demonstrar a manutenção da segurança e eficácia da vacina atualizada sob sua versão original. A previsão é que essa mudança ocorra no início de 2024.

Esportes

John Textor planeja vender o time Crystal Palace

24.05.2024 19:13 3 minutos de leitura
Visualizar

Prefeitura de Porto Alegre arranca comporta e usa sacos de areia para barrar enchente

Visualizar

INSS e sindicato unem forças: Novas mudanças para bancários

Visualizar

Deslizamento catastrófico em Papua-Nova Guiné

Visualizar

A. Soares na Crusoé: O espanto das esquerdas ao encontrar alguém que não são eles

Visualizar

EUA restringem importação da Austrália por gripe aviária

Visualizar

Tags relacionadas

Anvisa covid
< Notícia Anterior

PF faz operação contra o tráfico de drogas na fronteira com o Paraguai

09.01.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

2023 foi o ano mais quente da história

09.01.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Prefeitura de Porto Alegre arranca comporta e usa sacos de areia para barrar enchente

Prefeitura de Porto Alegre arranca comporta e usa sacos de areia para barrar enchente

24.05.2024 19:10 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
INSS e sindicato unem forças: Novas mudanças para bancários

INSS e sindicato unem forças: Novas mudanças para bancários

24.05.2024 19:00 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
A. Soares na Crusoé: O espanto das esquerdas ao encontrar alguém que não são eles

A. Soares na Crusoé: O espanto das esquerdas ao encontrar alguém que não são eles

24.05.2024 18:39 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Porto Alegre possui 26 áreas de risco de deslizamento, diz Defesa Civil

Porto Alegre possui 26 áreas de risco de deslizamento, diz Defesa Civil

24.05.2024 18:37 2 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.