Ciclone favorece retorno de chuvas ao Rio Grande do Sul Ciclone favorece retorno de chuvas ao Rio Grande do Sul
O Antagonista

Ciclone favorece retorno de chuvas ao Rio Grande do Sul

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 08.05.2024 14:02 comentários
Brasil

Ciclone favorece retorno de chuvas ao Rio Grande do Sul

O fenômeno não vai passar pelo Rio Grande do Sul, mas deve intensificar os ventos e a volta de chuvas fortes

avatar
Redação O Antagonista
3 minutos de leitura 08.05.2024 14:02 comentários 1
Ciclone favorece retorno de chuvas ao Rio Grande do Sul
Foto: Lauro Alves/Secom

Uma frente fria proveniente de um ciclone extratropical formado próximo à costa da Argentina está avançando em direção ao sul do Brasil, causando instabilidade e condições climáticas adversas. A situação deve se intensificar no Rio Grande do Sul, onde são esperadas chuvas volumosas, quedas de temperatura e ventos fortes nos próximos dias.

De acordo com o Climatempo, o sistema não deve passar pelo estado gaúcho, mas contribui para intensificar os ventos na região Sul do país e trazer de volta a chuva para o estado.

A previsão é que as chuvas comecem no fim da manhã desta quarta-feira, 8, e persistam até o domingo, 12, sendo que os maiores volumes são esperados a partir de quinta-feira, informou reportagem do G1.

Alerta meteorológico

Os meteorologistas alertam que a combinação de chuvas e ventos pode agravar a situação atual pelos seguintes motivos: o vento ajuda a escoar a água acumulada, acelerando o processo de escoamento.

Com o reforço da chuva prevista para esta noite, os ventos devem soprar na direção contrária ao escoamento. Isso pode impactar especialmente a região sul do estado, que é responsável pelo escoamento da Lagoa dos Patos para o Guaíba. Com as chuvas, o nível da água pode subir ainda mais.

Entre quinta-feira e domingo, a frente fria deve se deslocar para a metade norte do Rio Grande do Sul, atingindo principalmente as cabeceiras dos rios do estado. Essa situação é preocupante, pois a chuva afetará regiões que já estão sofrendo com alagamentos e fará com que o nível da água nas cabeceiras suba, agravando ainda mais o problema.

Situação no Rio Grande do Sul

A situação no estado é crítica, com mais de 100 mortos, mais de 120 desaparecidos e cerca de 230 mil pessoas fora de casa. Dos desabrigados, 66,7 mil estão em abrigos e 163,7 mil foram acolhidos por familiares ou amigos.

Diversas cidades estão sob grande alerta devido ao volume de chuva previsto para os próximos dias. O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu dois avisos meteorológicos: um de grande perigo e outro de perigo.

O alerta de grande perigo abrange o extremo sul do estado, onde são esperados volumes de chuva acima de 100 milímetros por dia, ventos superiores a 100 km/h e possibilidade de queda de granizo.

Chuvas por pelo menos uma semana

O Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres (Cemaden) informou que a condição de chuva e ventos deve manter a região em situação de inundação e saturação do solo, elevando os níveis das bacias hidrográficas, especialmente na metade sul do estado. A previsão é que o bloqueio atmosférico que está contribuindo para a concentração das chuvas no Sul ainda persista por pelo menos mais uma semana.

Esse bloqueio atmosférico mantém o ar quente e seco nas áreas do Centro-Sul do país, dificultando a formação de nuvens nas regiões Sudeste e Centro-Oeste e impedindo o avanço de frentes frias para o interior do Brasil.

Segundo os meteorologistas, as condições meteorológicas devem começar a mudar a partir da segunda quinzena do mês, mas isso não significa que as chuvas cessarão no Sul. Elas apenas devem diminuir em relação ao volume observado nos últimos dias.

Brasil

Bairro volta a alagar após fortes chuvas em Porto Alegre

23.05.2024 15:44 3 minutos de leitura
Visualizar

STJ começa a julgar luta entre bancos e poupadores

Visualizar

Chuvas fazem Porto Alegre suspender aulas novamente

Visualizar

TSE libera distribuição de santinhos em feiras; mas se não causar poluição visual

Visualizar

TSE multa bolsonaristas por associarem Lula ao satanismo

Visualizar

PRF captura foragido ligado a atos do 8 de janeiro em fuga para Argentina

Visualizar

Tags relacionadas

Chuvas no Rio Grande do Sul ciclone extratropical enchentes fortes chuvas Inmet Previsão do tempo Rio Grande do Sul ventos
< Notícia Anterior

Jogador é gravemente ferido em ataque com ácido

08.05.2024 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Jogador Argentino é detido após acidente com em Buenos Aires

08.05.2024 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Redação O Antagonista

Suas redes

Instagram

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (1)

Marcelo Augusto Monteiro Ferraz

2024-05-08 21:00:54

Força, Rio Grande do Sul! Força Gaúchos! 🙏🙏🙏🙏


Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Bairro volta a alagar após fortes chuvas em Porto Alegre

Bairro volta a alagar após fortes chuvas em Porto Alegre

23.05.2024 15:44 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Chuvas fazem Porto Alegre suspender aulas novamente

Chuvas fazem Porto Alegre suspender aulas novamente

23.05.2024 15:35 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
TSE libera distribuição de santinhos em feiras; mas se não causar poluição visual

TSE libera distribuição de santinhos em feiras; mas se não causar poluição visual

23.05.2024 15:34 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
TSE multa bolsonaristas por associarem Lula ao satanismo

TSE multa bolsonaristas por associarem Lula ao satanismo

23.05.2024 15:32 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.