"Jair Bolsonaro trabalha para quem puxa o saco dele" "Jair Bolsonaro trabalha para quem puxa o saco dele"
O Antagonista

“Bolsonaro trabalha para quem puxa o saco dele”

avatar
Diego Amorim
2 minutos de leitura 22.03.2022 10:40 comentários
Brasil

“Bolsonaro trabalha para quem puxa o saco dele”

Como registramos mais cedo, áudios obtidos pela Folha de S.Paulo revelam como o governo Bolsonaro dá prioridade a prefeituras em que pedidos de liberação de verba são negociados por pastores. O próprio ministro da Educação, Milton Ribeiro, deixa isso claro em uma das gravações...

avatar
Diego Amorim
2 minutos de leitura 22.03.2022 10:40 comentários 0
“Bolsonaro trabalha para quem puxa o saco dele”
Fotos: Marina Ramos/Câmara dos Deputados e Cleia Viana/Câmara dos Deputados

Como registramos mais cedo, áudios obtidos pela Folha de S.Paulo revelam como o governo Bolsonaro dá prioridade a prefeituras em que pedidos de liberação de verba são negociados por pastores. O próprio ministro da Educação, Milton Ribeiro, deixa isso claro em uma das gravações.

A existência do grupo de pastores, que ficou conhecido como “Ministério da Educação paralelo”, veio a público na semana passada, em reportagem do Estadão.

O deputado Sóstenes Cavalvante (foto, à esquerda), do PL do Rio de Janeiro, que preside a bancada evangélica no Congresso, disse a O Antagonista que o ministro terá de esclarecer a situação. Antes disso, o parlamentar vai evitar opinar sobre o assunto.

“Eu vou aguardar a manifestação do ministro. Já me comuniquei com ele e vou aguardá-lo até amanhã. Darei um tempo para o ministro esclarecer a situação”, afirmou Cavalcante.

Já o vice-presidente da bancada evangélica, deputados Luis Miranda (foto, à direita), do Republicanos do Distrito Federal, antecipou-se, afirmando a este site que o conteúdo dos áudios divulgados pela Folha é “um absurdo”.

“O papel de um ministro não é escolher quem atende. Um ministro deve levar em conta os melhores projetos e as necessidades da população. Repudio veementemente isso aí, é um absurdo que, aliás, enfraquece o argumento de que o governo trabalha para todos.”

Miranda acrescentou, com críticas aos marqueteiros da campanha de Bolsonaro à reeleição:

Bolsonaro trabalha para quem puxa o saco dele, para quem promete voto para ele, o que não é nem sequer uma estratégia inteligente do ponto de vista político. Se ele acha que já tem o voto dos evangélicos, por exemplo, teria que buscar outros apoios. Agindo da forma como age, o presidente se afasta ainda mais dos que discordam do governo. Os marqueteiros e os estrategistas da campanha do Bolsonaro precisam melhorar.”

Leia também: Vieira promete acionar PGR contra ministro da Educação por tráfico de influência

Mundo

Abacaxi Rubyglow: Uma "fruta premium" por 2 mil reais

20.05.2024 11:39 3 minutos de leitura
Visualizar

De mal a pior: veja como estão as perspectivas econômicas

Visualizar

Concurso MinC: analistas tem prova avaliatória adiada

Visualizar

Um juiz de garantias para o STF?

Visualizar

Javier Milei não vai pedir desculpas ao governo espanhol

Visualizar

Susana Vieira conta sobre leucemia aos 81

Visualizar

Tags relacionadas

bancada evangélica governo Bolsonaro Jair Bolsonaro Luis Miranda Milton Ribeiro Ministério da Educação pastores Sóstenes Cavalcante
< Notícia Anterior

EUA dizem que Rússia já 'sequestrou' mais de 2 mil crianças de Donetsk e Luhansk

22.03.2022 00:00 4 minutos de leitura
Próxima notícia >

Greve: Justiça determina que 80% dos ônibus circulem nos horários de pico em Teresina

22.03.2022 00:00 4 minutos de leitura
avatar

Diego Amorim

Se formou em jornalismo pela UnB. Trabalhou no Blog do Noblat e no Correio Braziliense. Gosta da notícia e dos bastidores dela em qualquer área. Entre outros prêmios, ganhou duas vezes o Esso de Informação Econômica e duas vezes o Embratel. Está em O Antagonista desde abril de 2016, quando se juntou à equipe para a cobertura do impeachment de Dilma Rousseff. Desde então, não tem dado sossego a políticos de todos os partidos em Brasília. É chefe de redação de O Antagonista em Brasília.

Suas redes

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade pelo conteúdo postado é do autor da mensagem.

Comentários (0)

Torne-se um assinante para comentar

Notícias relacionadas

Concurso MinC: analistas tem prova avaliatória adiada

Concurso MinC: analistas tem prova avaliatória adiada

20.05.2024 11:37 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Um juiz de garantias para o STF?

Um juiz de garantias para o STF?

20.05.2024 11:33 2 minutos de leitura
Visualizar notícia
Petista reclama de “retrocesso” do governo Lula com MST

Petista reclama de “retrocesso” do governo Lula com MST

20.05.2024 11:16 3 minutos de leitura
Visualizar notícia
Concurso ISS Camocim 2024: salários de até R$ 3 mil

Concurso ISS Camocim 2024: salários de até R$ 3 mil

20.05.2024 11:04 3 minutos de leitura
Visualizar notícia

Seja nosso assinante

E tenha acesso exclusivo aos nossos conteúdos

Apoie o jornalismo independente. Assine O Antagonista e a Revista Crusoé.